quinta-feira, 16 de julho de 2009

Restauração amálgama x Resina



Boa noite pessoal!



Estive conversando com uma amiga minha recentemente.
Surgiu na conversa, então, dúvidas dela a respeito de restaurações de resina composta e amálgama.



Naquele momento, veio a minha cabeça que muitos pacientes apresentam dúvidas em relação a este assunto. Quando substituir a restauração, trocar amálgama por resina composta , toxicidade com mercúrio do amálgama, dentre outras dúvidas. Que tal um panorama geral sobre este assunto, baseado na experiência clínica e na literatura?



A Odontologia, assim como inúmeras profissões, apresenta especialidades. Neste leque, encontra-se a Dentística.



Dentística Restaurada é o ramo da Odontologia que mais se aplica no cotidiano do Cirurgião-dentista. Dentre muitos procedimentos realizados nesta especialidade, encontram-se os procedimentos restauradores.



A restauração tem como
objetivo não somente abrir e fechar cavidades dentárias, mas também restaurar a estrutura dental, recuperando sua anatomia, estabelecendo o equilíbrio na oclusão bem como a função mastigatória e a estética. Lembrando que, os procedimentos restauradores não são realizados somente na presença de cárie.



Qual a restauração que se tem melhor resultado?



Cada caso é um caso. A partir de um exame clínico e radiográfico (quando necessário) adequado, o dentista indicará o material restaurador adequado para o caso em questão. Não é somente "colocar o material" e pronto.Tem que ser discutido com o
cliente as vantagens e desvantagens daquele material, o porquê do seu uso, os custos com aquele tratamento,dentre outros fatores.



Quando se deve trocar a restauração de amálgama de por resina?





Já atendi
inúmeros casos de pacientes que querem substituir restaurações de amálgama por resina composta. Vamos aos detalhes de cada material.



Amálgama de prata ( a popular restauração de platina )



Amálgama de prata é um material restaurador muito utilizado na Odontologia, formado por uma liga de mercúrio, prata e estanho.Estes materiais conferem uma resistência bastante
satisfatória. Embora este material seja proibido em alguns países pelo fato de possuir mercúrio em sua composição, não existem trabalhos que comprovam tal atitude, isto é, não existe comprovação científica que conseguiu relacionar o desenvolvimento de patologias em pacientes que apresentam restaurações de amálgama.



Recebi um email com um questionamento muito interessante:



"Ainda se usa amálgama nos dias de hoje?"



Usa sim, cliente. Mas do que você imagina. Pelo menos 90% do serviço público utiliza o amálgama de prata, por se tratar de um material mais resistente e de técnica fácil e rápida, ao contrário da resina, que apresenta características opostas. Achar que amálgama é para "pobre" e "planos de saúde" é errôneo. Muitos dentistas (nos quais me incluo) defendem o uso do amálgama mesmo nos dias atuais. Lógico que outros fatores são observados na sua escolha, como a sua indicação e opção do cliente pelo material.



Vantagens:



Baixo custo;

Alta resistência (grande durabilidade) e;

Indicado para pacientes com alto índice de cárie: por apresentar grande resistência e técnica relativamente simples (diminuindo a margem de erro por parte do profissional);

Desvantagens:

Ausência de estética;

Baixa resistência nas bordas;

Coeficiente de expansão térmica linear e;

Necessidade de preparo cavitário (destruição de tecido dentário sadio).


Resina composta (restauração branca)









A necessidade por um material restaurador estético fez com que pesquisadores desenvolvessem um material que supriria esta necessidade. Este material é a resina composta.



Muitos pacientes chegam ao consultório com o seguinte objetivo: trocar as restaurações de amálgama por resina, por razões estéticas. Um dos pontos fracos do amálgama, como mencionado, é a estética. De certa forma, aquele material no dente do cliente mostra que, em algum momento da sua vida, ele tive a doença cárie. E se for em um local que esteja visível , quando o cliente sorrir, torna-se um fator inibidor, afetando, em alguns casos, a auto-estima do cliente, pois o mesmo passa a ter "vergonha" de sorrir. Então , o apelo forte da estética pela resina faz com que os clientes procurem esta alternativa.



Embora as resinas tenham supremacia estética quando comparada ao amálgama, uma vez que são da "cor do dente", há indicações para o seu uso.



Vantagens:



Indicados para pacientes com baixo índice de cárie;



Técnica sem necessidade de preparos prévios, como no amálgama, preservando a estrutura dentária: pois , diferente do material citado, a resina trabalha com "adesividade", sem ter a necessidade de se criar retenções para o seu suporte, como no amálgama;



Estética muito superior ao amálgama (possibilitando seu uso em dentes anteriores).



Desvantagens:



a - Custo elevado, quando comparado ao amálgama;



b - Contração de polimerização:
O principal problema da resina. Esta vai existir, mesmo utilizando a técnica correta. O que se pode fazer é minimizá-la. Falando simples, a resina , quando exposta ao led (luz azul utilizada na técnica) diminui de tamanho. Falando fácil, é como se eu colocasse 2mm e, após a colocação do led, diminuisse para 1,9mm. Não respeitando os princípios da técnica com resina, a contração pode ser considerável a ponto de criar microfendas que permitiram a entrada de bactérias, podendo formar cárie no local;



c - Contra-indicadas para pacientes com alto índice de cárie;



d - Necessidade de evitar alimentos que contenham corantes nos primeiros dias, pela possibilidade de impregnação por parte do material restaurador resinoso. Esta situação ocorre porque determinados poros da resina se fecham no período de 2 a 3 dias pós restauração;



e - Resistência ao desgaste inferior ao amálgama;



f - Baixa estabilidade de cor (absorção de corantes);



g - Material extremamente sensível à técnica (relativo ao dentista) e;



h - Durabilidade inferior ao amálgama;



i - Sensibilidade pós-operatória: um problema comum que observo em clientes que me procuram é a sensibilidade pós-operatória, isto é, após a realização da restauração. A resina composta pode provocar sensibilidade por até 15 dias, com diminuição gradual do desconforto nos primeiros dias (cerca de 70% de diminuição). Um dos motivos está relacionado ao trauma químico inerente aos compostos do material restaurador.



Como vimos, cada material tem prós e contras. A escolha pelo material a ser utilizado deve ser discutida com o Cirurgião-dentista, sendo este com obrigação de explicar as vantagens e desvantagens do material restaurador proposto, bem como respeitar a opinião do cliente, que também deve ser levada em consideração no plano de tratamento. Não existe material melhor que outro. Existe, sim, o material bem indicado para cada caso.





Atenciosamente,



Dr. Wilson Correia Júnior



"É mais fácil obter o que se deseja com um sorriso do que à ponta da espada."



William Shakespeare


288 comentários:

  1. Olá:
    ouvi dizer que substituir amalgama por resina é um risco, porque quase sempre acaba dando em tratamento de canal. Isso é verdade? Por quê?
    Abs,

    ResponderExcluir
  2. Olá amigo!

    Quando a técnica é aplicada da forma correta isso não ocorre! Como foi dito acima, a resina depende muito da técnica!

    Explicando de uma maneira bem fácil de entender:

    1- a resina composta provoca sensibilidade que pode durar até 15 dias, com diminuição gradual do desconforto. Isso ocorre pelo trauma químico inerente aos compostos do material restaurador;

    2- O principal problema da resina é a contração de polimerização.Esta vai existir, mesmo utilizando a técnica correta. O que se pode fazer é minimizá-la. Falando simples, a resina , quando exposta ao led (luz azul utilizada na técnica) diminui de tamanho.

    Digamos que eu coloquei 2 mm de resina e logo após o uso do led, passou a ter 1,8. Se a contração for muito grande (técnica inadequada)cria-se uma infiltração neste local onde as bactérias se alojaram, formando uma cárie geralmente não visível a olho nu. Daí o cliente só perceber quando vai ao dentista relatando dor, com possibilidade real da necessidade de tratamento endodôntico (canal);

    Outro fato importante se dá pela contração da resina na parede pulpar (perto do nervo do dente), podendo provocar sensibilidade que, se NAO TRATADA pode vir a ter necessidade da realização do tratamento endodôntico (canal).

    Embora deva-se deixar claro que há outras causas que possam contribuir para a realização do tratamento de canal.

    Espero ter ajudado e lembre-se: visite seu dentista regularmente.

    Abraço e estou à disposição para outras dúvidas!

    ResponderExcluir
  3. Eu tinha um pontinho preto no dente ao passar de uma semana apareceu mais dois.
    Isso é cárie ?
    Qual o tipo de massa mais indicado ?

    ResponderExcluir
  4. Caro anônimo,

    Este ponto preto pode ser ou não uma cárie! O diagnóstico de cárie assim como o material que será utilizado será de responsabilidade do Dentista! Leia o post acima para maiores explicações!

    Procure um dentista de confiança para um exame clínico adequado!

    abraço!

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde. No texto diz que a amálgama tem maior durabilidade, mas a cada 6 ou 12 meses os selantes dos meus dentes da arcada inferior se quebram.
    Será que estou escovando com força ou é o dentista que não 'faz direito'?

    Obrigado.

    ResponderExcluir
  6. Prezado Paulo,

    Fique ciente de que você fez uma comparação com dois materiais completamente diferentes, tanto na composição quanto na função, embora tenha o mesmo fim (preservar o dente).

    O selante é um material resinoso que tem como objetivo fechar mecanicamente as fissuras dentárias (fendas) localizadas na superfície dental, que podem servir para sítio de desenvolvimento da cárie!

    A função dele é preventiva! É bastante utilizado na Odontologia por se tratar de uma maneira fácil de prevenção!

    Vale salientar que este procedimento deve ter um acompanhamento periódico (6 meses) para avaliação da estrutura do selante!

    Vale salientar que há outros motivos que podem levar ao fracasso da técnica além da imperícia do profissional, sendo esta última, na minha opinião pouco provável de acontecer visto que a técnica do selante é relativamente fácil.

    Informações sobre amálgama de prata estão no post acima!

    Espero ter ajudado!

    ResponderExcluir
  7. Prezado Dr. Wilson,

    Recentemente substitui 03 (três) amálgamas por resinas, o que resultou em uma sensibilidade muito grande, principalmente ao ingerir líquidos gelados e dores ao mastigar. Retornei ao meu dentista e quase nada resolveu. Ocorre que a dor ao mastigar vem diminuindo, porém esta retorna, sobretudo ao ingerir gelados. As vezes consigo comer normalmente (com um pequeno desconforto), porém após a refeição a dor é insuportável, sendo amenizada quando faço a higiene bucal com pasta para sensibilidade. Notei ainda que após este procedimento dentário, durante a noite sinto estar apertando os dentes (mordendo forte). É normal esta dor e sensibilidade nos dentes? O tempo se encarregará de eliminia-la? Destaco que meus amálgamas eram já antigos (cerca de 11 anos) e a substituição ocorreu há cerca de 10 dias. Poderia o senhor com sua experiência e formação profissional me dar alguma orientação? Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rodrigo, estou com o mesmo problema. Como se resolveu o seu problema? Foi sumindo aos poucos? O que você fez?

      Excluir
  8. Caro rodrigo,

    Como expliquei no post acima, é comum o cliente relatar dor pós-restauração de resina, em decorrência do trauma mecânico (broca) e do trauma químico (materiais utilizados na técnica).

    Este incômodo dura aproximadamente 15 dias, com redução gradual neste intervalo de tempo, contudo, a redução alcança até 80% nos 3 primeiros dias! Para saber se houve ou não diminuição, imagine numa escala de 0 a 10, que nota você daria para o incômodo logo no início do mesmo e que nota você daria hoje!

    O que deve estar ocorrendo no seu caso é a exposição de parte de dentina (tecido dental inervado). Possivelmente, alguma porção de dentina não foi incluída no procedimento restaurador, ficando a mesma exposta, o que provoca incômodo sob qualquer estímulo térmico (frio ou gelado) ou sob alimentos que promovem o deslocamento dos fluidos dentinários (açúcar, por exemplo), quando em contato com a dentian exposta.

    Por isso que o incômodo cessa quando se realiza a escovação dentária, pois há a remoção mecânica do agente (ex. doce).

    Outra situação possível seria a fratura da restauração, sendo esta ocasionada por diversos motivos! Com a fratura, os tecidos dentinários ficam expostos ao meio bucal e aos alimentos, promovendo sensibilidade ao se alimentar e ao mastigar.

    Caso o incômodo não esteja diminuindo, remove-se o material restaurador. A partir daí, há duas direções:

    1- Coloca-se um material provisório e aguarda um período de alguns dias para saber se houve diminuição do incômodo ou se este não existe mais. Caso haja desaparecimento da dor, restaura-se o dente novamente;

    2- Substitui-se o material restaurador e colocação no mesmo momento.

    Eu opto pela 1ª direção, pois tenho assim a segurança de descartar outras possibilidades de origem da dor.

    Relato apenas que as situações discutidas acima são hipóteses. Nada substitui o exame clínico.

    Procure discutir com seu dentista o problema. Pergunte a ele que motivos possam estar originando a dor no seu caso, se a cavidade do seu dente era profunda, se existe a possibilidade de tratamento endodôntico, dentre outras possibilidades. Caso o incômodo continue, avise-o sobre o fato para ele tomar as devidas providências.

    Fiquei sem entender esta sua afirmação:

    "durante a noite sinto estar apertando os dentes (mordendo forte)"

    Se você estiver se referindo ao fato de rangir os dentes (bruxismo), é outra situação que não tem relação com o procedimento restaurador realizado. Em breve, colocarei um post sobre este assunto (bruxismo).

    Estarei à disposição para quaisquer dúvidas!

    Abraço e me informe do resultado!

    ResponderExcluir
  9. Caro anônimo,

    As reações a materiais restauradores odontológicos são muito raras. Quaisquer alergias devem ser MINUCIOSAMENTE estudadas para saber QUAL é o causador.

    Até hoje, só atendi um caso, e a cliente apresentava alergia à metais! para você ter uma ideia, ela não podia se alimentar de substâncias preparadas em panelas de alumínio!

    Mas algumas perguntas devem ser realizadas:

    1- Você apresenta algum material restaurador na cavidade oral?

    2- Você tem alergia à outra substância além das citadas (medicações, alimentos, etc.)?

    3- Você tem alguma doença auto-imune ou qualquer alteração sistêmica?

    4- Você relata ter sensibilidade aos materias ou o dentista te informou sobre?

    5- Você procurou algum dentista para discutir a respeito do problema?

    Um estudo deve ser realizado a fim de se encontrar o material que você TEM alergia, com o objetivo de eliminá-lo de seu tratamento.

    Um material resinoso (resina composta) não apresenta fostato em sua composição, até onde eu sei! Todos os principais compostos (BIS-GMA, TEGDMA, UDMA E EDMA) não apresentam partículas de fosfato em sua composição, embora apresenta um % de silicato na sua composição, o que poderia te causar uma reação alérgica!

    Poderia-se discutir com o Dentista a opção de se realizar uma restauração INDIRETA, no qual a restauração seria confeccionada em LABORATÓRIO, a partir do uso de outro materiais! Mas CADA CASO É UM CASO! Há necessidade da avaliação clínica para melhor planejamento do caso!

    P.S.: O bário não faz parte das opções de restaurações mencionadas acima!

    Abraço, boa sorte e me mantenha informado sobre seu caso!

    ResponderExcluir
  10. (27 de dezembro de 2009 22:32) comentario 1 . ola... querido Doutor , obrigado pelo sua resposta , bom eu creio , que descobri , qual é a razao da minha alergia odontologica , poren nao posso afirmar , porque sao muitos sinais , e as pistas me levam a crer , que seja uum tipo de resina que uma deentista aqui em curitiba utilizou , nao sei se conhece um tipo de resina que possui adesao e acido juntos , como shampoo e condicionador , na nesma enbalagem , creio que por ter muitas obturasoes ,com esta resina ela libera acido na corrente sanguinia , e a pele no interior da boca esta escamando antes fica com uma coloraçao esbranquisada , ardencia e queimaçao no pescoço tambem . eu acho que um dentista deve utilizar produtos que nao tenha capacidade , de causar lesão , e um erro e poe a vida em risco. ACHO que (made in u.s.a) é melhor! ...Regina

    ResponderExcluir
  11. Cara Regina,

    O material a que você se refere não é uma resina, e sim um material que faz parte do processo restaurador resinoso (adesivo dentinário), que apresenta quase os mesmos componentes do sistema adesivo convencional! Ao que me parece, o adesivo que foi utilizado tenha sido o autocondicionante!

    O teor ácido que este adeviso apresenta é neutralizado pelos íons cálcio oriundos da descalcificação que o mesmo proporciona! Ou seja, não há liberação de ácido em uma quantidade significativa para promover tais sinais e sintomas de uma possível reação alérgica!

    Este adesivo está sendo muito utilizado pela sua praticidade e por promover menor dor pós restauração!

    No que se refere aos produtos importados (USA), vale salientar que os produtos utilizados aqui são os mesmos utilizados lá ou em outra parte do mundo! Ou seja, você vai ter o mesmo problema se for tratado no Brasil, EUA, Rússia, Argentina,China, etc. :)

    Em relação aos produtos utilizados pelo Dentista, menciono que todos eles são considerados seguros, uma vez que são validados antes de circular no mercado. O que ocorre no seu caso, infelizmente, é uma possível reação a algum componente da fórmula.

    Como já disse acima, só atendi até hoje um caso de alergia (óxidos metálicos) e meus colegas nunca mencionaram tal acontecimento!

    Acredito que, para o seu maior conforto e segurança, você deveria procurar um especialista na área (alergologista por ex.) pois seria feito um estudo detalhado sobre os agentes que realmente provocam reações em você!

    Abraço e espero ter ajudado!

    ResponderExcluir
  12. Oi Doutor...
    Estou fazendo um canal no segundo molar desde 2007,já estamos em 2010 e o dentista pediu pra eu voltar agora em julho pra ver se a raíz já se fechou(provavelmente sim,pelas previsões dele).Gostaria de saber se quando fechar o canal pode ser com uma restauração de resina??Esse tratamento que estou fazendo é particular...gostaria muito de fechar o canal com uma restauração de resina,pois de amálgama acho feia e me sinto mal...Preciso muito que você me ajude,pois isto está me atormentando...e como o canal é definitivo..não queria ficar pro resto de vida com a restauração de amálgama!
    O dentista que estou fazendo tratamento trabalha p/ o governo e tem seu próprio consultório,por isso eu acho que ele pega os materias (por maior acessibilidade)para usar em seu consultório particular sem precisar ter muitos custos..então,nesse meu caso o dentista pode aproveitar a facilidade de amálgamas só como uma desculpa para não usar resina no meu canal?Gostaria de saber se posso exigir que seja de resina?Me ajude por favor..muito obrigada!
    um abraço
    Sofia.

    ResponderExcluir
  13. Prezada Sofia,

    Em 1º lugar , qual sua idade? Não tem a ver com a restauração, mas com o tratamento de canal! Só por curiosidade mesmo.

    A questão da escolha do material deve ser bem discutida com o dentista. O amálgama de prata é um material bastante resistente, possibilitando a permanência do dente por mais tempo ser ter dor de cabeça.

    Contudo, ele não adere à estrutura dentária, tendo necessidade de se fazer um preparo para que ele se "segure" no dente.

    Em dentes submetidos a tratamento de canal, para que haja um acesso ao mesmo, há necessidade de remoção do tecido dentário ou da cárie, deixando o dente mais frágil, em se tratanto de estrutura, e dependendo da quantidade de tecido dentário removida, o amálgama de prata fica inviável para a restauração do dente em questão.

    A acessibilidade a que você se refere acontece com todos os materiais, isto é, nos postos de saúde, também há resina. Mas acredito que ele não pegue material do posto, uma vez que isso é ilegal.

    E em se tratando de tratamento particular, converse com ele sobre seus interesses estéticos (resina). Eu recomendo amálgama para muitos clientes assim como recomendo resina também. Cada caso é um caso. Eu mesmo não troco minha 2 restaurações de amálgama por resina, pois sei de suas vantagens.

    Contudo, se eu tivesse 7,8 ou 9 restaurações, mudaria minha forma de pensar, visto que , como expliquei no posta acima, o amálgama de prata dá a ideia de que um dia aquele cliente teve cárie, havendo uma associação inevitável com a má higiene da pessoa.

    Com resina, como não há como identificar (quando a resina é bem feita) se há uma restauração no dente, o cliente não fica sujeito a comentários de terceiros em relação a sua higiene bucal.

    Espero ter ajudado e estou aqui se precisar.

    ResponderExcluir
  14. Minha idade é 19 anos.
    Dr. obrigada por tirar minhas dúvidas e pela orientação!
    fiquei tão feliz quando vi a resposta...
    Muito obrigada de coração!!
    Já cadastrei meu email pra receber atualizações no blog..serei sua seguidora agora...seu blog está sensacional!
    abraço
    Sofia .

    ResponderExcluir
  15. Ok Sofia! Estarei por aqui se precisar e mantenha-me informado sobre seu caso! :)

    ResponderExcluir
  16. ola dr.wilson, a algum tempo restaurei meus dentes que eram de almaga por resina, mais tive muita sensibilidade depois, ja se passaram algum tempo,foram feitas duas restaurações, são 5 dentes, o 1º dentista tinha feita e não colocado forramento,e ficou muito sensivel, ao morder, beber algo gelado, fui em outro dentista, amigo meu, ele refez as restaurações e colocou forramento,posso lhe dizer que ja faz alguns meses, as dores quase que ja sumiram, numa etapa de 1 a 10, poderia dizer que ela esta em 3, melhorou muito, mais as vezes doi pouca coisa,consultei ele sobre isso e ele falou que com o passar do tempo passa, ja perguntei a outros dentista e falaram que esta td certo, as restaurações não são profundas são de media a rasa, mais pra rasa, o que acha dr, vai passar completamente, a algum risco, valeu dr. abraço.

    ResponderExcluir
  17. Prezado Cristiano,

    A dor pós-restauração resina composta apresenta variação de 2 a 15 dias, diminuindo com o decorrer do tempo!

    O forramento realizado, caso realmente a cavidade seja rasa ou média, não tem muita função, visto que a literatura mostra que o forramento (material para promover um isolamento entre as terminações nervosas e a restauração) só é necessário quando a distância entre a restauração e a polpa foi igual ou menor que 0,5mm. No seu caso, tem no minímo 3 ou 4mm de distância entre estas.

    Um simples teste pode ser realizado para saber se há problema na restauração: basta removê-la e passar alguns dias com um material porvisório. Se a dor cessar, o problema com grande probabilidade estava na restauração.

    Deixo claro aqui que não estou criticando nem menosprezando a atitude clínica dos colegas que o atenderam. Muitos motivos além dos citados no post sobre restaurações podem causar esse desconforto!

    Converse com seu dentista sobre a possibilidade de passar alguns dias com o provisório. Mesmo que você financie novamente o procedimento, vale a pena!

    Abraço e mantenha-me informado sobre o caso!

    ResponderExcluir
  18. muito obrigado dr. wilson.

    ResponderExcluir
  19. Olá, tinha a pontinha do dente quebrada , minha dentista fez a reconstrução faz 5 dias, e hj comecei a sentir muita dor no dente, até mesmo quando mordo algo,é normal isso? o fato de ela ter usado laser para secar tem alguma influencia da minha dor? att Catiucha

    ResponderExcluir
  20. Prezada Catiucha,

    Possivelmente, podemos considerar duas situações:

    1 - A restauração era realmente pequena e está alta, isto é, quando você morde sente uma elevação que, em alguns casos, faz com que você não consiga encostar os dentes;

    2 - A restauração não era tão pequena e pode haver comprometimento do canal.

    O laser não tem função de sacagem, e sim de endurecer o material.

    Volte a seu dentista e relate o problema. Acredito que a opção 1 é a mais provável, que se for confirmada, é um problema de facílima resolução (ajuste da restauração).

    Boa sorte e mantenha-me informado.

    ResponderExcluir
  21. Olá doutor , é o seguinte, tive que fazer um canal, eterei que colocar um bloco, ou de resina ou de amalgama, só que por curiosidade fui procurar saber mais detalhadamente cada um dos materiais, e vi que tem gente dizendo que a amalgama é um veneno para a saúde, por conter mercurio, e agora? o que fazer? me esclareça e o que se deve fazer?
    Agradeço pela sua atenção.

    ResponderExcluir
  22. Prezado anônimo,

    Há muitos trabalhos científicos que a quantidade de mercúrio na restauração de amálgama é insiginificante, a ponto de causar quaisquer problemas de saúde. Inclusive há estudos que analisaram um período de 10 anos.

    Enfim, se o mercúrio fosse realmente tóxico, como os leigos dizem, milhares de pessoas no mundo estariam doentes, inclusive eu! :)

    Pode ir fazer a restauração sem problemas.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  23. Oi doutor, mas onde li sobre isso parece que nao foi nem um leigo que disse isso dê uma olhada segue o link http://www.sitemedico.com.br/sm/materias/index.php?mat=932

    ResponderExcluir
  24. Doutor Wilson olhe outro aqui www.odontologia.com.br/artigos/mercurio.html

    ResponderExcluir
  25. Prezado anônimo,

    Li os sites e achie interessantesua busca para fomentar a discussão.Parabéns!

    Sempre existirão correntes a favor e contra alguma coisa e com o amálgama de prata não seria diferente. Li os sites e pelo menos um deles achei meio que "radical", para não dizer paranóico.O site o qual me refiro é sueco. Não sei se você é da área de saúde mas será fácil de entender. Abaixo, os sinais e sintomas "causados" pelo amálgama:

    # Dores musculares e nas articulações
    # * Esgotamento, fadiga
    # * Tontura, vertigem
    # * Dores de cabeça, enxaqueca
    # * Distúrbios gastrointestinais
    # * Visão desfocada
    # * Visão dupla
    # * Pressão nos olhos
    # * Boca inflamada, ardor
    # * Alterações cardíacas
    # * Alterações de memória
    # * Dificuldades respiratórias
    # * Zumbido
    # * Depressão
    # * Tendências suicidas
    # * Dificuldades de concentração
    # * Eczema
    # * Dores
    # * Garganta inflamada
    # * Inquietação
    # * Nervosismo
    # * Insônia
    # * Ansiedade
    # * Sabor metálico
    # * Tremor
    # * Cãibra
    # * Infeções intestinais
    # * Timidez
    # * Irritabilidade
    # * Dores de dentes e maxilares
    # * Músculos fracos
    # * Alergias
    # * Asma
    # * Distúrbios renais
    # * Coordenação debilitada dos olhos e músculos
    # * Entorpecimento
    # * Náuseas
    # * Sensação de formigamento da pele
    # * Flutuação da pressão sangüínea
    # * Sensação de calor
    # * Sensação de ardor
    # * Dor aguda
    # * Ataques de calafrios
    # * Sinusite
    # * Transpiração excessiva
    # * Salivação excessiva/Boca seca
    # * Perda de peso
    # * Glândulas linfáticas inchadas, sensíveis
    # * Distúrbios menstruais
    # * Perda de cabelos
    # * Febre crônica/temperatura instável
    # * Distúrbios dos sentidos do paladar e olfato
    # * Distúrbios da tireóide

    Pelo menos 200 doenças causam tais sintomas. Isto é, o diagnóstico diferencial fica praticamente impossível, a não ser pelo nível elevado de mercúrio, ou seja, a intoxicação real e não a que "ocorre" com o amálgama". Acredito que você também tenha encontrado trabalhos que dizem que é seguro. Experimente levar estas sintomalogias aos médicos para ver quantos diagnosticaram o amálgama como problema.

    A OMS realmente considera o amálgama de prata tóxico mas para causar algum mal à saúde, seria necessário que você tivesse 400 restaurações de amálgama na boca.

    Além disso, como já disse, a quantidade é insignificante para causar algum mal. Por ex., uma refeição de frutos do mar tem 20x mais mercúrio que as restaurações e você continuará comendo sem ter problemas. Isto é, se não já comeu, come, comerá, etc.

    Realemnte,o amálgama de prata foi removido de vários países, assim como a dipirona. Há estudos que a esta última provocaria anemia aplástica e agranulocitose, porém um estudo brasileiro, com base na revisão de literatura mostra que não há tais evidências. Há outros motivos além dos de saúde para a sua proibição que não entrarei em detalhes, mas de maneira geral, o principal é esse. Lembre-se que temos os melhores pesquisadores na área de medicina e dentistas conhecidos mundialmente.

    O amálgama é utilizado na saúde pública e privada há muito tempo sem problemas. Se seu uso causasse metade dos problemas do artigo sueco, com certeza sua existência já estaria por um triz.

    Mais uma vez digo, vá fazer suas restaurações sem problemas. Converse com sua dentista sobre o assunto que ela te dirá o mesmo. E se você for da área de saúde, procure um livro chamado Materiais dentários, de Phillips, que ele explicará bem o assunto.

    ResponderExcluir
  26. Caro Dr. Wilson. Sou graduanda do último ano de Odonto e entrei este semestre para o internato. Tenho um caso que quero sua orientação. A paciente realizou uma restauração com RC, cavidade média, OM, no dente 48, em meados de outubro/2010. Relata muita sensibilidade com frio , pouca sensibilidade com calor e sensibilidade ao toque(pressionando em sentido apical) na região interproximal, tanto com pressão digital como com instrumentos de ponta romba. Porém sem dor à percussão vertical ou horizontal. Na radiografia, não há achados dignos de nota. O dente adjacente, no caso o dente 47, possui uma restauração de amálgama oclusal de longa data, com pequena fratura na sua margem. Peço sua opinião para o caso. Abraços. Marilú

    ResponderExcluir
  27. Prezada Marilú,

    Em 1º lugar, podemos ignorar o comprometimento apical, visto que a percussão vertical foi negativa logo, um esforço menor (pressão digital) não deve ser levado em conta, pelo menos assim penso.

    Além disso, o rx não mostra alteração apical, o que confirmaria a ausência de alteração apical (espessamento apical).

    Contudo, deixo claro aqui que o rx pode não mostrar alteração apical mas o cliente pode relatar dor à percussão. Mas não é o caso, pelo que vejo.

    Restaurações de resina, quando realizadas de maneira inadequada, ainda mais nesse caso (48 OM), onde será muito difícil usar o isolamento absoluto, pode causar incômoso semelhantes a alterações pulpares. Mas você pode fazer um simples teste:

    Se ambas as restaurações não estão profundas, porém com suspeita ou confirmação de falha na sua estrutura, remova-as e coloque um obturador provisório. Apenas isso. E aguarde por algum tempo (30 a 45 dias).

    COm grande chance, pelo descrito por você no comentário, a dor vai desaparecer.

    Mantenha-me informado sobre o caso.

    ResponderExcluir
  28. Olá doutor
    Há 2 meses atrás substitui 2 tratamentos de cárie dentária de amálgama por resina composta no maxilar superior. Nunca sofri de sensibilidade dentária mas esta começou logo a seguir ao tratamento e tem-se mantido(por exemplo ao comer uma banana à temperatura ambiente sinto dor forte no local).
    Qual será a causa:contração da resina,exposição da dentina?
    Deverei esperar mais tempo a ver se passa a dor(já passaram 2 meses)?
    Será indicado um forramento ou simplesmente consultar outro dentista?
    Aguardo resposta. Muito obrigado

    ResponderExcluir
  29. Prezado,

    O incômodo pós restauração com resina dura pouco tempo, com declínio gradual (15 dias). Várias podem ser as causas, tendo a necessidade de avaliação clínica para este fim.

    Porém, o tratamento mais comum é o mesmo: remover a restauração e aguardar um período pequeno (30 a 45 dias) com um obturador provisório para ver se há desaparecimento dos sintomas. Caso haja exposiçaõ de dentia no local, basta apenas selar este, com material restaurador.

    O forramento está indicado para cavidades muito profundas. Cada caso deve ser avaliado.

    Converse com seu dentista sobre o assunto que ele resolverá isso facilmente.

    Aguardo retorno sobre o assunto.

    ResponderExcluir
  30. Dr. Boa tarde. Achei extremamente interessante as suas explicações, tanto que senti vontade de fazer uma pergunta. Estou fazendo o clareamento caseiro há uma semana, com peróxido de carbamina a 16%, ficando a noite toda com ela. Em uma das vezes, quando retirei, percebi que na moldeira ficou uma mancha escura, era como se a as restaurações de amálgama que possuo há mais de 10 anos, estivessem se desmanchando. Será que foi porque estou ficando a noite toda com o produto? Se continuar, terei algum problema com as minhas restaurações?

    ResponderExcluir
  31. Prezada,

    É possível sim que tenha ocorrido um desgaste do amálgama por parte do clareador dental, mas sem problemas mais significativos,geralmente.

    E não se preocupe com o tempo (noite toda). O clareador só atua por 4 hr.

    De qualquer forma, consulte seu dentista.

    ResponderExcluir
  32. Doutor,
    Estou trocando minhas restaurações de amalgama por restaurações de resina, fiz há dois dias uma restauração de resinha no punúltimo dente da parte de cima, a dentista também fez uma limpeza nos dentes. No dia que fiz fiquei com muitas dores não só no dente restaurado como em alguns outros, até na frente, e esse dente restaurado está incomodando, mas eu creio que seja porque está alto. Eu gostaria de saber o que poderia estar causando essa dor nos outros dentes, que não têm caries, são dores como pontadas...
    obrigada desde já.

    ResponderExcluir
  33. Prezada,

    É necessária uma avaliação clínica para melhor esclarecimento do problema. Muitas situações poderiam causar tais sintomas, inclusive a mencionada por ti (restauração alta). Caso seja este, os danos pulpares causados por este problema podem afetar a ramificação que inerva este e outros dentes, o que justificaria a dor em outros dentes, por exemplo.

    A análise dos demais dentes também deve ser levada em conta, apenas para diagnóstico diferencial.

    Converse com seu dentista sobre o assunto. Acredito que seja um problema recente. Se a causa for a restauração, ele resolverá isso facilmente e muito em breve você estará sem dores.

    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  34. Prezado Dr. Wilson...
    Gostaria primeiramente de lhe parabenizar pelo blog e por seu grande empenho em esclarecer prontamente nossas dúvidas!
    Necessito de sua estimada ajuda!
    No dia 16/03/2011 a minha obturação de amálgama, de um dos dentes molares caiu, porém eu não sentia nenhum tipo de dor. No dia seguinte, procurei minha dentista, e ela me informou que infelizmente eu teria que realizar um tratamento de canal (e ela tinha certeza absoluta). Ela disse que havia verificado isso, ao visualizar o RX que eu havia tirado de todos os dentes na semana anterior (pois, é exigência do meu plano odontológico), porém ela não chegou a abrir meu dente para ter certeza do que estava afirmando.
    Ao ser encaminhada ao dentista especialista em endodontia, ele me disse que tinha certeza de que não seria necessário a realização de um canal, visto que, existia cárie no local em que a obturação havia caído, porém a mesma era bastante rasa e estava longe da polpa do dente (obs: o mesmo NÃO tirou RX).
    Sendo assim, o dentista a que me referi acima, realizou a abertura do meu dente, e constatou o que havia me dito (não era canal), finalizando a restauração com resina.
    No entanto, assim que o efeito da anestesia passou, senti muita dor no local ao mastigar e constatei que a restauração estava alta, e voltei no dentista no dia seguinte para que o mesmo pudesse diminuí-la. A dor melhorou, porém, hoje (04 dias depois), ainda sinto um pouco de dor ao mastigar e quando meu dente entra em contato com algo gelado (quando aperto com o dedo não dói).
    Gostaria de saber se isso é normal, ou se realmente, tratava-se de um canal, conforme a primeira dentista constatou ao visualizar meu RX, pois o dentista que fez a restauração não tirou RX.
    Desde já muito obrigada!

    ResponderExcluir
  35. jorge luiz (odonto 3° semestre - unic - tangará sul)21 de março de 2011 20:20

    Dr, wilson, 1° queria lhe parabenizar pelo conteudo do seu blog.pra nós estudantes é um exenlente material de apoio, mas o senhor pecou em não liberar para copiar e ser repasado para os colegas. infeslismente nem todos dispoes de internet em casa, visto que estudar com o computador ligado sempre nos tira a atenção para msn ou sites de relacionamentos(orkut, facebook, dendre outros)Gostaria de esta imprimindo o conteudo dessa pagina pra assim levar pra a faculdade, claro,tudo a maneira correta.
    desde ja agradeço (jllsegundo@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  36. Prezada,

    Agradeço os elogios.

    Sendo bem objetivo, na dúvida confie no profissional que é especialista na área (a endodontista). Na teoria, ela tem mais experiência no diagnóstio de tratamento de canal. Se ela disse que não era, vamos confiar nela.

    As dores remanescentes devem cessar no decorrer dos dias, visto que a restauração estava muito alta, o que causou um trauma considerável no nervo pulpar e ligamentos, requerendo um tempo para recuperar-se. Uma medicação pode ajudar no reparo.

    Quanto à dor com estímulos gelados, há necessidade de investigação. Provavelmente, deve ser um pouco de dentina que ficou exposta durante o alívio da restauração alta. Um problema que pode ser resolvido facilmente.

    Boa sorte no seu tratamento

    ResponderExcluir
  37. Prezado Jorge,

    Desde já agradeço os elogios.

    O bloqueio do conteúdo do site é apenas para preservar a originalidade do blog e do autor, impedindo que outros utilizem o conteúdo em prol de si mesmo e em detrimento deste blog.

    Contudo, nada impede que eu o ajude no que for ao meu alcance, lógico. Basta entrar em contato para que eu possa esclarecer.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  38. Bom dia Dr gostaria que o senhor me informasse se é normal após trocar duas restaurações nso dentes da frente lado esquerdo e direito(12 e 22) , sentir a restauração ao passar a lingua? è como se estivesse alta, mas o dentista informa que é porque a outra estava desgastada e havia uma depressao no local que agora esta preenchida.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  39. Prezado Rogério,

    A explicação dada pelo dentista tem todo o sentido. Muitas vezes o cliente se acostuma com aquela situação errada (restauração rasa) e quando é realizada a troca e se estabelece os padrões normais, há um período de adaptação.

    Além disso, os dentes tem depressões e proeminências que fazem parte da estrutura anatômica.

    Contudo, converse com seu dentista sobre o assunto. Se realmente estiver alta, é um problema que ele resolver em poucos minutos.

    Boa sorte

    ResponderExcluir
  40. Boa noite Dr. wilson,
    Tenho feito várias restaurações com resina (incluindo troca de amalgama por resina) há uns 2 meses e desde que comecei o tratamento, meus dentes estão com uma sensibilidade muito grande. Não consigo mais comer direito... líquidos quentes ou frios, carnes, ou mesmo saladas, arroz e feijão, pão... estou emagrecendo por causa de minha grande dificuldade de mastigar. Já falei com meu dentista e ele disse que está tudo normal, colocou um remédio amarelo e disse que a dor diminuiria, mas isso aconteceu apenas no primeiro dia. Estou muito preocupada e me sentindo refém desta situação. Não sei como proceder. Se puder me ajudar... não gostaria de uma consulta via net, pois sei que isso é impossível, gostaria apenas de uma palavra de outro profissional, uma luz.
    Obrigada!!!
    Andrea

    ResponderExcluir
  41. Prezada,

    Infelizmente, fica inviável dar um diagnóstico pela net. Há necessidade de análise clínica para ver qual é o problema.

    Muitos fatores podem ocasionar sensibilidade pós restauração de resina. Na maioria dos caos, elas regridem e somem após dias.

    Se as dores continuam realmente, converse com o profissional sobre o assunto e, se for o caso, negocie com ele para remover as restaurações. Um teste simples e rápido.

    Se a dor diminuir ou sumir, o que eu acredito que ocorrerá, o problema estará solucionado.

    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  42. Boa tarde!!
    Fiz uma restauração a um mês que foi feita com resina.Só que até hoje não consigo comer no lado desse dente, pois doi.Toda vez que algo duro, como torrada, pipoca, bate nesse dente, doi. Já fui, duas vezes no dentista e ele disse que esta tudo bem, que isso normal e vai passar.Só que não sei mais o que faço.O dentista, pode ter alguma culpa nisso???
    E outra coisa fiz mais duas restaurações com ele, tambem com resina, não doem quando como, mas estão sensível, doem de vez em quando e parece que está "apertando" , é como se fosse uma pressão..É normal ,devo mudar de dentista???
    Joyce

    ResponderExcluir
  43. Prezada Joyce,

    Seu incômodo constante deve ser relatado ao dentista que realizou o procedimento. A atitude dele será compatível com a dimensão do problema.

    Converse com ele gentilmente para remover as restaurações e colocar um provisório por um tempo. Se o incômodo passar (o que, pelo que vejo, deve acontecer), o problema estará identificado e resolvido.

    Boa sorte no tratamento

    ResponderExcluir
  44. Dr. Wilsson Boa Noite.
    Fiz 6 restaurações com resina fazem 15 dias, o problema é que agora após este tempo dois (2) de meus dentes, os mais do fundo em cima e em baixo doem quando eu mordo uma coisa dura, ou seja sofrem pressão emcima. Doem também se eu pegar por exemplo um palito de dentes e precionar a parte central do dente.Outra coisa sempre que vou jantar ou almoçar os dentes doem, logo no começo, mais depois não doem mais ate o final da janta ou almoço. Que tipo de "alimento" posso comer em temperatura ambiente para saber se tem alguma parte do dente que está exposta ?

    ResponderExcluir
  45. Prezado Novaga,

    Qualquer alimento vai causar incômodo, caso a dentina esteja exposta. Mas isso não é um meio de diagnóstico confiável.

    Já falou com o dentista sobre o assunto?

    Aguardo retorno. E esqueça palitos de dentes!

    ResponderExcluir
  46. Muito obrigado Dr. Wilson. Mais uma pergunta... É normal as vezes quando se tem dor de cabeça essa dor se refletir nos dentes ? isto ja ocorria antes das restaurações. Outra coisa, estive em Curitiba e devido ao frio meus labios, justamente do lado dos dentes citados estão machucados, sensíveis ao extremo, qualquer coisa que escoste nos lábios dói muito, será que esta dor pode refletir nos dentes através da raiz?. Obrigado mais uma vez.

    ResponderExcluir
  47. Prezado,

    Dependendo da proximodade dos dentes com determinada região, é possível. Por ex., em alguns casos, o seio maxilar contorna as raízes dentárias. Por isso que indivíduos que sofrem de sinusite podem relatar dores dentárias, pois ocorre reflexão de estímulo.

    ResponderExcluir
  48. Ola doutor, eu realizei uma restauracao no molar e apos a restauracao fiquei com bastante sensibilidade em liquidos, uns 20 a 30 dias depois a sensibilidade esta diminuindo... porem ainda sinto muita dor ao mastigar alimentos no dente restaurado.... se eu forçar o dente restaurado contra outro não sinto nenhuma dor... apenas ao mastigar alimentos aplicando um pouquinho de força... alguma opniao? Obrigado.

    ResponderExcluir
  49. Prezado,

    Já comentou isso com seu dentista? Na dúvida, ele removerá a restauração para fazer o teste. A dor aliviando, o problema estará solucionado.

    Boa sorte no caso.

    ResponderExcluir
  50. Dr., fui ao dentista fazer uma restauração, há 3 semanas, pos a antiga estava infiltrada. A cárie não estava profunda (RX), mas qd como alimentos duros como granola, sinto uma dor na cúspide palatina ( essa dor é só na hora. Antes de obturar, sentia dor com água fria e ao mastigar. Agora ñ doi mais com água fria, só na hora de mastigar, mas não sinto nada qd aperto um dente contra o outro. O que o senhor acha q está acontecendo? Agradeço,

    ResponderExcluir
  51. Prezado,

    Se, segundo o Rx, a cavidade não estava profunda, pode ficar tranquilo!

    Um simples ajuste na restauração resolverá o problema! Procure seu dentista para resolvê-lo

    ResponderExcluir
  52. Dr.
    Tenho um canal no dente da frente e no mesmo dente tenho uma restauração, vou ter que refazer a restauração, pois está velha com a cor diferente do meu dente, minha dúvida é a respeito da dor.
    Dói restaurar um dente com canal?

    ResponderExcluir
  53. Dr. Wilson,
    Tenho um canal no dente da frente e no mesmo dente tenho uma restauração, fui ao dentista e ele disse que eu teria de trocar a restauração pois estava muito velha, diferente da cor do dente. Minha dúvida é em relação a dor.
    Um dente com canal dói para refazer a restauração?

    ResponderExcluir
  54. Prezado,

    Na maioria esmagadora dos casos, não. Pode ir tranquilo!

    ResponderExcluir
  55. Dr. Wilson,

    Fiz uma radiografia panorâmica e demonstrou que o ultimo dente, o siso, estava deitado. O dentista disse que teria que retirá-lo por meio de cirurgia.É necessário mesmo? Esporadicamente sinto dores na cabeça com um pouco de náusea,isso pode ser do dente?
    Desde já, agradeço pela resposta.

    ResponderExcluir
  56. Prezado,

    A decisão de tirar ou não deve ser feita entre um consenso dentista-paciente, no qual será explicado os prós e contras da cirurgia.

    Dores de cabeça são achados comuns relativos aos terceiros molares, contudo, outras situações devem ser descartadas por causarem os mesmos sintomas.

    Converse com seu dentista sobre o assunto.

    ResponderExcluir
  57. Doutor,
    Tem algum problema permanecer com o dente siso nesta situação?

    ResponderExcluir
  58. Prezado,

    Leia isto e tire suas dúvidas!

    http://drwilsoncorreia.blogspot.com/search/label/Terceiro%20molar

    ResponderExcluir
  59. Doutor, fiz um retratamento de canal por indicação de um dentista. Irei colocar uma prótese. Porém a dentista que fez o retratamento de canal orientou-me a esperar uns 8 dias para colocar a prótese,explicando que o curativo precisaria "secar". Esse procedimento está correto?

    ResponderExcluir
  60. Doutor, tenho restaurações nos meus dois dentes superiores da frente há mais de 10 anos. Como as restaurações estão um pouco visíveis (apesar de serem de resina ou material similar, não estou lembrada), estou estudando a troca das restaurações por questão apenas de estética, pois não sinto dores ou desconforto algum. Mas, tenho medo que, para a troca das resinas, eu perca mais material sadio dos dentes nesse processo. Meu dentista acha que a estética ficará bem melhor com a troca. Esse meu medo procede?

    ResponderExcluir
  61. Prezado,

    Está sim! Na obturação do canal, é utilizado um cimento que endurece com o tempo.

    Boa sorte no tratamento!

    ResponderExcluir
  62. Prezada,

    Um dos requisitos para a troca de restaurações é a questão estética, ainda mais em dentes anteriores, que são os mais visíveis.

    Não haverá perda estrutura sadia, pode ficar tranquila!

    Boa sorte no tratamento

    ResponderExcluir
  63. Doutor, recentemente, por falta de usar fio dental, tive uma cárie (pequena, segundo o dentista) entre um dente e outro. Descobri por que sentia dor. A cárie pegou em um só dente. O dentista fez restauração de resina. Senti sensibilidade nos primeiros dias e foi passando, até que um dia deu uma dor muito forte, de repente, e a partir daí a sensibilidade nunca mais passou (há 5 meses que fiz essa restauração). Não doía quando eu comia, nem mordia, nem bebia quente, mas sim com água, em qualquer temperatura! e outras bebidas geladas (ah, depois disso passo o fio todos os dias, mas no local, depois restauração, o fio enroscava). Essa semana voltei lá e ele tirou a restauração e colocou um "curativo", uma massinha branca.
    Ele disse que vou ficar 20 dias com ela. Se a dor passar, fará a restauração novamente. Se não, talvez tenha que fazer canal. Eu não queria fazer canal. Seria o caso?

    ResponderExcluir
  64. Doutor, recentemente, por falta de usar fio dental, tive uma cárie (pequena, segundo o dentista) entre um dente e outro, mas pegou em um só dente. Descobri por que sentia dor. O dentista fez restauração de resina. Senti sensibilidade nos primeiros dias e foi passando, até que um dia deu uma dor muito forte, de repente, e a partir daí a sensibilidade nunca mais passou (há 5 meses que fiz essa restauração). Não doía quando eu comia, nem mordia, nem bebia quente, mas sim com água, em qualquer temperatura! e outras bebidas geladas (ah, depois disso passo o fio todos os dias, mas no local, depois restauração, o fio enroscava). Essa semana voltei lá e ele tirou a restauração e colocou um "curativo", uma massinha branca.
    Ele disse que vou ficar 20 dias com ela. Se a dor passar, fará a restauração novamente. Se não, talvez tenha que fazer canal. Eu não queria fazer canal. Seria o caso?

    ResponderExcluir
  65. Doutor,
    tenho três restaurações nos dentes da frente na parte superior, fui ao dentista para trocar pois estava antiga e dava para notar a diferença da cor. Troquei e fiquei muito triste, percebi que ficou pior que estava, pois o dentista colocou massa por quase todo o dente e ficou fosco quando o dente seca.
    Gostaria de saber se existe algum tipo de procedimento que eu possa fazer que adeque-se a cor do dente.

    ResponderExcluir
  66. Prezada

    Infelizmente o problema só será resolvido com a substituiçaõ da restauração.

    ResponderExcluir
  67. Prezada,

    O procedimento realizado pelo dentista está correto.

    Aguarde os 20 dias para ver se haverá ausência da dor.

    ResponderExcluir
  68. Doutor,

    Já fui ao dentista substituir a restauração, mas deu na mesma, ele refez e deixou outros defeitos. Reclamei sobre o que eu não estava gostando, e ele disse que depois a massa se adequaria a cor do dente,e um espaço que tinha ficado cicatrizaria e a gengiva voltava pro lugar corrigindo o espaço, e isso não aconteceu, estou super constrangida de voltar lá e mandar fazer tudo de novo, pois já fui três vezes pra tentar resolver isso.
    É caso de buscar por ajuda de outro profissional?
    E também tenho dúvida em relação a cor da resina. Gostaria de saber se existe resina com a cor especifica para cada dente, fazendo assim que a restauração fique imperceptível.

    ResponderExcluir
  69. Prezada,

    Quando você fez este último procedimento?

    De onde és?

    Existe uma diversidade de cores de resina justamente para casos como o seu, mas reconheço que nem todos os dentistas possuem estas cores, justamente pelo fato do pouco uso, ocasionando vencimento do material.

    Porém, há no mercado escala de cores de resina, (http://www.laboratoriojulio.com.br/images/servicos/chromas.gif) que permite ao profissional saber qual a cor que o dente do cliente necessita e, se ele não possuir esta cor, comprá-la para o uso.

    Outra situação que ocorre é justamente a hidratação do dente em questão. No procedimento, como trabalhamos com ausência de umidade, o dente fica mais claro, fazendo com que a cor da restauração (registrada antes do procedimento) fique diferente no início, porém o contato da saliva reidrata o dente e a cor fica compatível com a restauração.

    Boa sorte no caso.

    ResponderExcluir
  70. Doutor Wilson,

    Sou de João Pessoa, e fui ao dentista fazer o procedimento no dia 22/11/11.
    Estou pensando em buscar pelo trabalho de outro profissional, mas agora estou com medo que fique pior.
    Doutor, se ficar removendo a resina do dente várias vezes, não danifica ou enfraquece?

    ResponderExcluir
  71. Bom Dia Dr.Wilson,

    Fui ao dentista e o mesmo me informou que teria que realizar um canal no 1º. molar inferior.
    Esse meu dente possui uma grande restauração.
    Fui encaminhado para realizar o canal e esse procedimento estou realizando a 3 seções, mas o que está me preocupando é o seguinte, e que na verdade está tirando meu sono, o dente está bem menor que o normal, isso creio eu que seja devido a remoção da restauração antiga e o próprio dente cariado, mas estou com medo pelo seguinte, o dente vai ficar minúsculo e como que ficará o acabamento dele?? Dr. me ajude, por favor, estou com medo da questão da estética, o que poderá ser feito no dente para que fique com uma paarencia normal?
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  72. Prezada,

    A remoção da restauração repetidas vezes pode remover parte da estrutura sadia sim.

    Mas se o resultado estético não a satisfez, procure a resolução do caso.

    ResponderExcluir
  73. Prezada,

    Muitas vezes em decorrência da oclusão (mordida), há necessidade de ajustes na restauração, que pode comprometer a estética, dependendo do caso.

    Uma maneira de ter uma estética e encaixe perfeitos é a restauração indireta.

    Converse com seu dentista sobre o assunto.

    ResponderExcluir
  74. Dr. Wilson, como o senhor disse o que poderia ser realizado seria a restauração indireta, como ex: coroa, correto?
    O que possuímos hoje de mais atual na odontologia para mim poder optar a não ser a coroa? Estou sofrendo muito com o risco de ter que colocar coroa, o que o senhor pode orientar?
    Muito obrigado e parabéns pelo excelente atendimento!

    ResponderExcluir
  75. Doutor, comentei sobre uma restauração com resina que havia feito e após 5 meses com sensibilidade o dentista tirou e colocou um curativo por 20 dias para então recolocar resina ou fazer canal.
    Agora o problema é outro. Até uma semana depois de por o curativo eu não sentia dor alguma, até a sensibilidade passou. Agora, há 3 dias, estou sentindo uma dor diferente. Não dói com estímulo, é espontâneo. Não é forte, mas incomoda, e se estende por todo o lado do rosto, para cima, às vezes até a cabeça, como se fosse um aperto. Mas fica mais no rosto. É constante. Às vezes passa mas por pouco tempo. Esse dente fica na parte de cima.
    O que será isso?
    Muito obrigada.

    ResponderExcluir
  76. Prezada,

    Restauração indireta não é uma coroa. Consiste na moldagem do paciente, de ambas as arcadas, para registro da altura correta da mordida, sem risco da restauração ficar alta ou pequena.

    Faz-se a moldagem, encaminha para um protético e ele prepara a restauração que será cimentada logo em seguida. Mas isso depende de cada caso.

    Converse com seu dentista sobre o assunto.

    ResponderExcluir
  77. Prezada Gisela,

    O período de aguardo compreende 30 a 45 dias.

    Há necessidade de uma análise melhor. Se a cavidade é profunda, se o provisório caiu, se houve trauma na região, etc.

    Converse com seu dentista sobre o assunto.

    ResponderExcluir
  78. Doutor, tenho amálgama em 9(!!!) dentes. Gostaria de ter algo mais estético... No entanto minha médica diz que não aconselha porque o ácido libertado irá fazer com que tenha que desvitalizar os dentes num curto espaço de tempo... E diz que já tenho os dentes muito desgastados devido a bruxismo e que restaurações estéticas não são indicadas...

    Gostaria mesmo que o Doutor me desse a sua opinião... Queria mesmo tirar os amálgamas para ficar esteticamente melhor

    Obrigado

    ResponderExcluir
  79. Prezada,

    Foi uma médica ou dentista que disse isso?

    A troca estética não desvitaliza o dente, pode fazer tranquilamente.

    Quanto ao bruxismo, realmente a estética não pode ficar muito boa. Seria interessante avaliar a possibilidade de uso da placa de acrílico para diminuir o desgaste.

    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  80. Doutor, foi dentista quem disse. Disse que o ácido libertado pelas resinas quando da sua colocação poderiam danificar o dente e levar à sua desvitalização, mais cedo ou mais tarde...

    Quanto ao bruxismo, vou corrigir agora a posição dos dentes com aparelho ortodontico e depois se for necessário colocarei a placa de relaxamento.

    O que o Doutor acha? Gostaria mesmo de mudar, porque são muitos dentes com amálgama e não é nada estético... O problema parece estar em as restaurações serem muito grandes...

    ResponderExcluir
  81. Boa Tarde Dr. Wilson,

    Poderia explicar sobre transplante dentário?
    Gostaria de saber se está técnica é viável, quais casos são indicados, custo, resultado, etc.
    Obrigado Dr. Wilson e grande abraço!

    ResponderExcluir
  82. Prezado,

    O transplante dentário é algo muito delicado de se fazer e atualmente não é muito realizado, visto que há os implantes para reposição do dente perdido.

    Para poder se realizar o transplante, vários fatores são analisados (o espaço sem dente tem que te um tamanho próximo ao dente transplantado, o dente não pode ser lesado durante o transplante, há uma época para que o transplante tenha alta taxa de sucesso, etc.)

    E mesmo assim, o prognóstico é duvidoso!

    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  83. Dr. Wilson,

    Fiz uma radiografia panorâmica e diagnosticou que meu dente siso estava deitado, fui ao dentista e ele me disse que deveria fazer uma cirurgia para retirá-lo, fiquei um pouco assustada, porque tenho prolapso na válvula mitral e sinto muitos sintomas.
    E minha maior dúvida é em relação as dores muito forte que sinto na minha cabeça, no lado em que o dente encontrá-se deitado. É normal dores na cabeça por causa deste dente? As vezes sinto essa dor por dois a três dias seguidos.

    Desde já, agradeço por sua atenção, e pela resposta.

    ResponderExcluir
  84. Prezado,

    O prolapso de valva mitral na maioria dos casos não representa um problema para cirurgia, contudo só o cardiologista pode falar sobre o assunto.

    A dor de cabeça sim pode ser causada pelo dente, mas há outros fatores que causam este problema, que deve ser investigado.

    Melhoras!

    ResponderExcluir
  85. Prezado,

    O prolapso de valva mitral na maioria dos casos não representa um problema para cirurgia, contudo só o cardiologista pode falar sobre o assunto.

    A dor de cabeça sim pode ser causada pelo dente, mas há outros fatores que causam este problema, que deve ser investigado.

    Melhoras!

    ResponderExcluir
  86. Dr Wilson
    Primeiramente obrigada por divulgar informações para nós, leigos no assunto.
    Li vários casos acima parecidos com o meu e ainda tenho uma dúvida.
    Minha obturação há uns meses atrás caiu e logo em seguida começou a doer, mas antes mesmo do dentista colocar outra obturação, desta vez de resina, ele não doía mais.
    Pois bem, após o tratamento que faz um mes e meio, esse dente dói um dia, outro não...e assim vai (dói tanto com estímulo quente ou frio) e espontaneamente, como agora.
    Vi que o senhor aconselha tirar a obturação e por curativo por 20 dias e se parar de doer o problema estará resolvido.
    Essa é minha dúvida, fecha de novo? E Então qual era o problema se o dente já estava fechado?
    Obrigada, doutor.

    ResponderExcluir
  87. Prezada,

    A dor espontânea geralmente já indica algum comprometimento pulpar irreversível (necessidade de tratamento de canal), isto se a restauração estiver sem problemas!

    Converse com seu dentista sobre o assunto para ver a melhor forma de tratamento possível.

    Melhoras!

    ResponderExcluir
  88. Otimo post. Excelente. Eliminou as minhas duvidas de leigo! Parabéns!

    ResponderExcluir
  89. Olá doutor, bem eu tinha uma restauração muito profunda e grande de amalgama, ouvi ela falando pra auxiliar que ia deixar o antigo material protetor pois poderia causar exposição pulpar se tirasse, faz dois dias que fiz e quando mordo eu sinto uma dor leve no meio do dente só quando eu mordo.
    O que pode ser? Me ajuda por favor já tive abcesso e tenho medo de ter novamente.
    Bruna

    ResponderExcluir
  90. Prezada,

    Seria interessante debater o assunto com sua dentista, pois há necessidade de avaliação para sugerir algo.

    Converse com ela e informe seu incômodo para melhor resolução.

    Boa sorte.

    ResponderExcluir
  91. Meu caso é um pouco complexo.
    Eu tenho dores na ATM e essas mesmas dores vem e voltam, já extrai todos os dentes do siso, terminei o tratamento dentario e por ultimo troquei as restaurações metalicas pelas de resina.
    Ai que esta o problema, faz mais de 30 dias que sinto sensibilidade e fortes dores na face do lado do dente. Fico na duvida se e por causa da ATM ou do dente ... Já conversei com o dentista o mesmo recomendou usar um creme para dentes sensiveis ... ate agora nada... não tenho ideia que profissional procurar ...o que fazer?
    Aguardo a resposta ... Obrigada...Ariana

    ResponderExcluir
  92. Prezada Ariana,

    Pode ser coincidência ou não! É necessária uma análise do seu caso para saber o que pode estar ocorrendo.

    Testes podem ser realizados pelo dentista para saber qual a origem do problema!

    Converse com seu dentista sobre o assunto e caso não resolva, um especialista em DTM pode resolver o problema.

    Melhoras!

    ResponderExcluir
  93. Olá doutor! Me aconteceu algo estranho, nunca tive dor de dente, nem precisei fazer tratamento de canal etc. Há uma semana fui ao dentista para consulta regular, ela indicou três restaurações a serem feitas, há primeira já fiz há uma semana e três dias, a segunda há 4 dias e a última hoje. Ela limpou com a broca, aplicou resina e todo procedimento normal, e disse que as cáries eram normais (não mto profundas, nada que chegasse ao nervo ou algo semelhante).
    O problema é que após as restaurações meus dentes estão sensíveis a mastigação de alimentos mais duros! Não tenho mta sensibilidade a doces ou gelado, porém dependendo do modo como mastigo, e se o alimento é mais duro sinto uma dor aguda e bem rapida. Daí estou comendo com mto cuidado, e já informei a ela que desgastou um pouco as restaurações hoje, porém não tive diminuição da dor. Ela me disse para esperar alguns dias para ver se essa dor diminui. O senhor teria alguma indicação sobre o caso? Já viu algo semelhante?? Por favor, se puder me ajudar. Estou incomodada e preocupada que ela tenha feito algo errado, pq isso nunca me aconteceu antes ao fazer restaurações, e os dentes só começaram a doer, um a um, após ela mexer neles. =/
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  94. Pamela,

    Isto pode ocorrer em procedimentos restauradores.

    É comum ocorrer dores após as restaurações de resina, com diminuição gradual ao longo de 15 dias.

    Aguarde mais alguns dias para ver se o incômodo cessa, Caso não ocorra, procure sua dentista e converse sobre o assunto, que será resolvido facilmente pela mesma.

    Melhoras!

    ResponderExcluir
  95. oi doutor tenho obturação nos 4 incisivos superiores e isso vem me causando depressão pois a primeira vez que fui no dentista tinha 13 anos e acho que você ja pode imaginar o que aconteceu comigo

    bom estou perto dos 23 anos e nunca tive uma namorada pela fato de não sair durante o dia para não ser observado

    as facetas de porcelana tem risco de se soltarem por exeplo durante um encontro ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      As facetas de porcelana são literalmente cimentadas nos dentes em questão, e a chance de cair é muito, muito pequena!

      Boa sorte!

      Excluir
  96. Olá Doutor! Parabéns por ser tão atencioso e reponder tantas dúvidas. Tenho várias restaurações antigas (8, 10 anos) de amálgama e uma medica me falou que deveria trocá-las pois elas têm relação com a possibilidade de aborto espontâneo. Como eu quero engravidar, fiquei preocupada com a informação. Até que ponto é verdade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Andrea,

      Desde já agradeço os elogios.

      Por mais que haja inúmeros mitos sobre o amálgama, nenhum foi comprovado cientificamente.

      Você pode trocar por motivos estéticos ou por problemas nas restaurações. Se algo desta magnitude fosse verdade, como ficaria a cidadã do serviço público, que quase sempre tem amálgama nos dentes?

      Boa sorte na sua gravidez!

      Excluir
  97. Doutor,me chamo Isa, sou de Gravatá-PE, tenho 25 anos e gostaria de tirar uma dúvida, estou com um dente aberto de uma restauração que caiu, mas que da última vez que fui fazer senti muita dor e mesmo o medico aplicando duas anestesias eu ainda sentia dor, enfim fiquei traumatizada com a situação e não sei se foi por conta do médico ou por conta da sensibilidade do dente talvez, gostaria de saber sua opinião e também se há uma forma de eu não sentir dor na hora da restauração. Desde já agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Isa,

      Há clientes que apresentam mais facilidade de sentir dor, numa maneira melhor de se expressar. Há no mercado anestésicos mais fortes justamente para este problema.

      Boa sorte no seu caso.

      Excluir
    2. Olá doutor, hoje estive no dentista e expliquei o que houve e quando ele olhou me falou que não daria mais para restaurar, apenas para fazer um canal ou extrair,só que as opções não me agradam, meu dente é o segundo pré-molar superior,continuando... ele explicou que a dor é como se fosse uma gase e que se estiver fechado o ar não sai e o dente incha e fica doendo, isso é verdade? Fiquei de decidir o que iria fazer e procurar saber de outro dentista.

      Desde já agradeço a atenção.

      Excluir
    3. Prezada,

      Durante a proliferação bacteriana, há sim a produção de gases, que em um dente fechado, aumenta a pressão, ocasionando um quadro doloroso considerável.

      Realizando o canal, as dores cessarão e o dente será salvo!

      Boa sorte!

      Excluir
  98. Dr.

    Tenho um problema estomacal que deixa minha boca muito ácida. Já tratei canal em 2 dentes (sendo que um deles ficou tão fragilizado que qdo fui tirar o siso e o dentista o quebrou pra tirar em partes, acabou quebrando o dente ao lado, esse do canal. Resultado: perdi o dente e agora tenho um implante). Estou traumatizada. Há 10 dias fiz uma resutauracao nova, pq a anterior havia lascado. Ele me deuxou ver passo a passo (limpou, forrou, pos a resina) e desde então sinto uma dor muito forte. Não consigo morder alí, doi muito. Amanha vou voltar lá, ele vai qerer abrir de novo e estou com medo de ficar cavocando e eu perder mais material saudável do dente. O que vc pensa disso?

    ResponderExcluir
  99. Prezada,

    O interessante é resolver o problema! Existe uma diferença de textura das restaurações e dos dentes, já para que não se remova dente sadio!

    Boa sorte no seu caso!

    ResponderExcluir
  100. Dr Wilson, é necessário fazer troca da restauração de resina? Isso não fragiliza os dentes? Outra pergunta: quais são as desvantagens de fazer clareamento dentário??? È verdade que enfraquece os dentes? Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Cássia,

      Sugiro que leia os posts sobre clareamento dental e restaurações dentárias. Todas estas dúvidas serão esclarecidas!

      Excluir
  101. Li o artigo e foi o que achei mais informativo para leigos como eu.
    Eu estava sentindo umas dores agudas no meu dente, como se ele estivesse sensível. Acabei indo pra emergência por conta da dor, tirei o raio x, a dentista olhou e disse que não havia motivo para estar sentindo dor. Ela colocou gelo seco em cima, dei um grito e ela ainda afirmou que não havia motivo pra sentir dor. Ela abriu meu dente e confirmou que não havia nada e colocou um curativo, pra testar se a dor cessaria e que era pra voltar dentro de um mês e iniciar tratamento dentário, pois havia outro dente avariado com cárie.
    Os dias passaram e o curativo caía em partes. Comecei o tratamento com outra dentista (a anterior era só emergência), uma semana antes de ser tampado, mais uma parte do curativo caiu e comecei a sentir sensibidade de novo. O dente foi restaurado com resina e a dor acabou cessando novamente. Porém, completando 12 dias da restauração meu dente está muito sensível, muito pior do que antes. Não posso morder nada, tudo dói, até água. Sei que deveria voltar na dentista, porém ela está de férias e vou ter que aguentar até minha consulta marcada. O que poderia estar acontecendo e o que posso fazer pra amenizar a dor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Deve haver alguma dentina exposta.

      Procure sua dentista para investigar se realmente é isso! Mas não se preocupe, pois aparentemente é algo simples!

      Melhoras!

      Excluir
  102. Ola,
    Eu fiz umas restauraçoes, no 1º dia legal senti aquele desconforto, mas 1 dente no primeiro dia doia ate mesmo so de passar a lingua nele,doia com o vento, enfim.
    Hoje ja se passaram 7 dias, e continuo sentindo o dente sensivel, sinto aquela dor bem incomodante, ao escovar e as vezes ate mesmo ao passar a lingua nele. enquanto os outros nao sinto mas nada...
    o que pode esta acontecendo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Pode haver alguma dentista exposta! É uma hipótese.

      Procure seu dentista para resolver o problema!

      Excluir
  103. DR WILSON EU FIZ UMA RESTAURAÇÃO COM RESINA DEVE TER UNS DOIS MESES E MEU LÁBIO ESTA DORMENTE ISTO E NORMAL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Não é comum ocorrer.


      Procure seu dentista para resolver o assunto.

      Excluir
  104. TA MUITO OBRIGADA PELA SUA RESPOSTA

    ResponderExcluir
  105. Dr.Wilson eu tenho uma sensibilidade nos dentes muito grande , ocasionada pela retração na gengiva deixando a raiz exposta.
    Essa raiz exposta, o que tu acharias de fazer?


    obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      Seria interessante uma avaliação clínica.

      Dê uma lida no post sobre retração gengival.

      Excluir
    2. As imagens mostram bem o meu caso,muito bem esclarecido.
      Doutor em questão a minha sensibilidade prejudica na colocação de aparelho? Talvez eu vó sentir muita dor?

      valeu
      obrigado

      Excluir
    3. Prezado,

      Não prejudica! Mas de qualquer forma, converse com seu dentista sobre o assunto!

      Excluir
  106. Bom dia Doutor Wilson

    A frase "amálgama é para pobre e planos de saúde é errôneo" que o senhor usou no texto de abertura, acredito que deva ter um fundo de verdade(visto que o produto é mais barato) eu tive 3 dentistas que não atendiam convênios e nenhum deles trabalhava com amalgama sempre usaram resina. O primeiro médico de convênio que me atendeu já colocou esse liga metálica no meu dente sem nem me explicar direito o porquê...o resultado esteticamente é horrível...Enfim...Fica minha pergunta

    Pacientes com alto índice de cárie podem ter o dente restaurado com resina? Em alguns casos impossível de se usar resina como alternativa? Também sou de recife e gostaria de saber se o senhor atende convênios?

    Obrigado por se dispor a esclarecer as dúvidas de leigos no assunto como eu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      O que ocorre é que muitos convênios não cobrem restaurações de resina em dentes posteriores. Por isso questiono se vale a pena pagar determinados convênios se seu uso é limitado. É melhor fazer por fora.

      Não é interessante colocar resinas nos casos de alto índice pela menor resistência que ela possui, além de outros fatores.

      Eu atendo poucos convênios. No início do blog tem o contato do meu consultório. Informe-se com a secretária.

      Excluir
  107. Doutor, tenho três dúvidas. Bom, eu tenho aparelho e tal... Então de 3 em 3 semanas eu tô no odontologista. Mesmo assim tenho que ir no dentista normal pra fazer revisão? Pode ser uma pergunta idiota, mas sei lá hahaha. Eu tô sempre no odontologista e mesmo assim, apareceu uma cárie enooorme no meu dente. Deve ter surgido de 2 semanas pra cá, porque eu sempre fico ''vigiando'' meus dentes e como eu disse, sempre estou no odontologista por conta do aparelho (última vez que fui foi dia 27/04). Só descobri a tal porque comecei a sentir um pouco de sensibilidade quando ia beber alguma coisa. Apenas com as informações que lhe dei, tem como saber se eu poderia colocar a resina? Ou só a restauração de amálgama? Você acha que meu odontologista deveria ter visto ou a culpa foi completamente minha, que não prestei tanta atenção quanto deveria? Obrigada desde já! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Dizer qual o tipo de material para o sue caso fica difícil, porque há outros fatores que influenciam nisso.

      Em relação à cárie, alguns tipos de cáries são de difícil diagnóstico, às vezes sendo descoberta somente quando os clientes relatam alguma sensibilidade!

      Pode ficar tranquila, ningúem teve culpa!

      Boa sorte no seu caso!

      Excluir
  108. Olá boa tarde Dr. Alguns anos atrás eu era pequena e cai de patinete numa rampa e quebrei os dois dentes da frente, eu fui ao dentista e restaurei com resina mas passavam-se alguns meses e ja quebrava, acredito por eu ser muito pequena não me preocupava muito em comer ou não com os dentes da frente. Após muitas restaurações minha mãe optou por esperar um tempo até que eu antigisse idade suficiente para cuidar dos meus dentes. Há dois dias atras eu finalmente restaurei os dentes da frente, e meu maior medo é que eles caiam logo.. Quanto tempo dura em média essa restauração? Meu dentista disse ser algo muito relativo,dependendo da pessoa e dos cuidados, mas eu queria ao menos uma estimativa, estou tomando todos os cuidados possíveis para não cair.. E por ser no dente da frente a problabilidade e maior? Pq eu sinto como se fosse algo muito fragil, tenho medo de que com qualqer coisa quebre.

    Espero respostas, muito obrigada
    Atenciosamente Milene.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Milene,

      Não existe um tempo para a durabilidade de uma restauração. Eu mesmo, por ex., tenho no dente uma restauração que tem mais de 20 anos.

      E o que seu dentista falou é fato! Em dentes anteriores, ainda mais quando as restaurações são pequenas, pede-se ao cliente que ele tenha cuidado e evite morder alimentos muito sólidos, contudo incoporar isso à vida cotidiana é algo difícil.

      Espero que dure o maior tempo possível!

      Excluir
  109. Boa noite, Dr.
    fiz quatro restaurações, na verdade troquei pela resina (estética por que não sentia dor) depois ficou sensível e doeu muito, comprei uma pasta de dente da colgate e funcionou durante uns dez dias e depois nao fez mais efeito e agora alem de ficar sensível nao consigo comer do mesmo lado por que dói muito. até quando vou sentir dor? por causa disso não vou mais trocar as restaurações do outro lado. já fazem 3 semanas que realizei o primeiro procedimento.

    Obrigado

    Reinaldo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Reinaldo,

      Como você já deve ter lido, as restaurações de resina costumam gerar uma sensibilide após o procedimento, que dura poucos dias.

      Se o incômodo não está cessando, e pelo que vejo, está aumentando, aconselho conversar com seu dentista sobre o assunto.

      Melhoras!

      Excluir
  110. Olá Dr. Wilson, parabéns pela iniciativa de desenvolver um blog tão informativo, e principalmente, tão esclarecedor. Prezo e admiro profissionais de sua categoria, pois além de serem notadamente estudiosos, vocês têm compromisso humano para com seus pacientes/clientes.
    Gostaria de uma orientação sua, e desde já agradeço por compartilhar parte de seu tempo com algumas de minhas dúvidas.
    Desde que me mudei de estado estou tendo dificuldade para encontrar um dentista em que eu confie (infelizmente não sou de Recife). Mas tive de ir em algum, pois quis trocar as únicas quatro obturações de amálgama pela de resina, o que me rendeu uma sensibilidade. Após essas trocas, e solicitação de raio-x, restou como opção escovar os dentes com Sensodine. A sensibilidade diminuiu, mas dependendo da situação ela volta.
    Voltei ao dentista após seis meses, e segundo ele estava tudo bem, mesmo eu falando sobre a sensibilidade, sendo que já passou quase um ano desde que troquei as restaurações. Cheguei a ir a outro dentista, e este pediu uma panorâmica e também dizia na ter nada.
    A questão é que uma das restaurações sempre me incomodou mais que as outras, e eu via que nela parecia ter uma manchinha acinzentada (nela e nas outras).
    Foi então que troquei novamente de dentista e ele disse que há infiltração em dois destes dentes, e que eu tinha que trocar as restaurações. Porém, quando ele abriu a primeiro havia uma cárie enorme, na qual, preciso de um tratamento de canal (chorei, pois aos 26 anos, nunca passei por isso, sendo que confie nas palavras daquele dentista). Ainda não abri o outro, mas tenho a sensação que aquelas manchinhas cinzas que vejo por cima das restaurações só podem ser cáries também, mas ele disse que apenas dois estão com infiltração (e vejo isso nos quatro) e me pediu uma panorâmica (é a segunda em quase um ano).
    Neste momento, estou com um curativo e só semana que vem levarei a panorâmica.
    Por isso, gostaria de alguma orientação. Será que existe uma alternativa ao tratamento de canal? Essas manchinhas acinzentadas em cima das restaurações podem ser mais cáries, já que o dente em que eu mais via essa machinha tem uma cárie enorme? Quanto à panorâmica, ela realmente evidencia os dentes que estão com problemas?
    Apesar da tristeza que estou sentindo, o que mais me aflige é saber se posso ou não confiar nesse novo dentista, já que até agora não tive sorte.

    Mais uma vez agradeço.
    Abraços
    Luiza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Luiza,

      Se este último profissional te passou confiança, continue nele. Este item é muito importante na relação dentista-cliente.

      Dizer se há, havia ou haverá cárie (manchas cinzas que relataste) somente com uma avaliação. Radiografias panorâmicas não são as primeras opções para investigação de cárie. O interessante é que elas mostram uma visão globam d esua cavidade!

      E tratamento de canal é algo muito comum! Pode ir tranquila! MUitas cáries só são diagnósticadas ou por radiografias ou quando o cliente relata dor.

      E volto a repetir, se você confiou no último dentista, continue nele! :)

      Boa sorte no seu caso!

      Excluir
  111. Muito obrigada Dr. Wilson.
    As suas palavras fizeram muita diferença neste momento (você nem imagina o quanto).
    Farei o seguinte: proporei ao dentista mais radiografias, e a possibilidade de ele abrir os locais onde vejo as tais manchinhas, afinal, se um dente está assim, prefiro saber como estão os outros.
    Sabe doutor, me sinto bastante responsável por esta situação, pois tudo começou desde que resolvi trocar as restaurações de amálgama pelas de resina, apenas por motivos estéticos. Claro que se eu tivesse conhecido um bom profissional desde o início talvez nada disso tivesse acontecido... mas enfim...
    Insistentemente, mais uma vez agradeço e elogio a sua postura humana, profissional e ética, mas lamento muito por eu morar tão longe de Recife. Porém, saiba que já me tornei mais uma de suas leitoras.
    Desejo o melhor a você e sua família.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok Luiza!

      Agradeço os elogios e boa sorte no seu tratamento!

      Excluir
  112. olá doutor, o senhor esta esclarecendo muitas duvidas, fico muito grato. Mais tenho um probleminha. Fiz uma restauração em resina a uns 15 dias, e continua sensível, ai vem as duvidas. As resinas compostas são todas iguais? A algum método ou produto como por exemplo ionômero de vidro + ca(OH)2, para evitar a sensibilidade? A alguma tecnica em especial? Faço essas perguntas pois quando eu precisar restaurar ,pergunto antes os matérias utilizados pelo dentista. Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Existem indicações para o uso destes materiais e isto deve ser avaliado pelo dentista. Basicamente se refere à profundidade da cavidade. Estes materias são isolantes térmicos, impedindo que o estímulo chegue à polpa, porém só é eficaz em cavidades muito profundas.

      Converse com seu dentista sobre o assunto!

      Excluir
  113. olá boa tarde

    pelo que li a respeito, então seria assim, o amalgama é melhor, pois levando em consideração que a resina reduz o volume ao aplicar a luz de led, então concluí que: a resina aumenta o risco de eu ter que fazer um tratamento de canal, e que este risco é menor quando se utiliza o amalgama, é isso Drº

    adelina / araras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      O que influencia aí é a resistência. A resina diminui de tamanho durante o procedimento, mas há técnicas que podemos usar para diminuir esta contração.

      Cada material destes tem vantagens e desvantagens! Analisando a situação, o dentista indicará o melhor!

      Excluir
  114. DR. Fiz uma obturação hoje, estou com uma tremenda duvida sobre, o que devo ou não ingerir horas após o procedimento?. Temo que ao comer algo a massa saia ou algo do tipo.

    desde já agradeço!!!

    Atenciosamente, Nicolly Viegas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Dependendo do material, há necessidade de ausência de esforço pelo menos por 8 horas. Se for o amálgama, tem que esperar este tempo.

      Boa sorte!

      Excluir
  115. Dr. Wilson,
    fui trocar o amálgama pela resina, e ficou tudo bem, uns dias depois comecei a sentir dor. Como a dor não passava voltei no dentista pra relatar e ela tocou no dente, fez umas coisas pra ver se doia e tal e nem doeu. Ela disse que seria uma suposta adaptação do dente, então voltei pra casa. Alguns dias depois, já sem dor.. senti um caroço na gengiva, em cima do dente que foi trabalhado, voltei ao consultorio e ela tirou radiografia, disse que tinha que fazer canal e fez o orçamento normalmente.
    Foi erro dela? Tenho mesmo que pagar o Canal?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      O aparecimento do "caroço"já pode indicar algum problema de ordem endodôntica (canal) sim!

      Boa sorte no tratamento.

      Excluir
  116. Ola Doutor! interessantissimo seu blog, parabéns!! Minha pergunta é, se devo trocar as restaurações de amalgama apenas por elas serem antigas, não ha nenhum problema aparente, coloquei com 12 anos e hj estou com 32, não tenho propensão a caries e tb não me importo com a cor prateada. Qual a sua opnião. Devo ou não troca-las? Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      O seu post já contei as respostas (rs)! Se não há problemas com as restaurações e com a aparência estética, não vejo porque trocar!

      Abraço!

      Excluir
  117. olá doutor, tenho restaurações de amalgama desdes a infância. A gora 3 delas têm me causado problemas, em um dos dentes, desde sempre é como se a almagama nao grudasse na borda do dente, formando uma fenda , as vezes me causa desconforto e tenho medo que entre comida por ela, teve um dentista que me falou que isso ocorria por defeito do meu dente, um outro tem uma restauração extensa e na borda ela começou a ficar porosa e formou um buraco pequeno, oque acabou partindo uma parte do dente, e foi feita uma preenchimento com resina, agora está aparecendo o mesmo problema no outro lado do dente. o terceiro nem um dentista diz que tem algo errado, porém tem um furinho na amalgama bem, bem menor que uma broca, uma dentista colocou um pouco de resina para fechar esse orificio, mas soltou as vezes as cerdas acontece das cerdas da escova entar nele e aí dói um pouco ( esse dente nao tem carie segundo a ultima dentista que fui)poderia se fazer um revestimento de resina por cima de toda a restauração de amalgama, para cobrir essa fenda e furinho da amalgama? existe essa possibilidade? obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      O amálgama realmente não gruda no dente. A retenção dele é puramente mecânica.

      Se realmente existir falhas na restauração que te incomodem, procure conversar com seu dentista sobre o assunto, até mesmo para que ele "complete" esta falha com material restaurador.

      Melhoras!

      Excluir
  118. ola doutor fiz um orcamento e consta 5 obt.amalgama apesar de nao ser muito bonito esteticamente para os outros ate que acho a cor prata nos dentes traseiros legal mas , minha irma fez uma obturacao e colocou uma massinha preta estou com medo da minha ser essa , o senhor sabe o nome dessa obturacao com massa preta?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      Não existe restauração preta. o que pode ter ocorrido é a ausência de polimento na restauração, dando um aspecto fosco.

      Converse com seu dentista sobre o assunto.

      Excluir
  119. Ola Doutor, a 15 dias atras fui ao dentista para fazer restauração em um dente. Esta restauração foi feita com resina. Agora nao sinto dor nenhuma porém quando vou mastigar alguma coisa sinto dor. Quando passou 8 dias voltei ao dentista para ver o que estava acontecendo, e ele me disse que era cedo pra se ter uma avaliação e me mandou tomar um calmante. Mas ador persiste quando vou comer. O que pode ser isso doutor? O que devo fazer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Se o incômodo estiver reduzindo, ótimo.

      Contudo, se não cede, converse com seu dentista sobre o assunto para resolver o problema.

      Excluir
  120. Olá Dr.
    Fiz uma restauração de resina no penúltimo dente da parte superior (lado direito), há cerca de 3 dias. Desde estão, tenho sentido uma dor forte e aguda ao mastigar qualquer tipo de alimento neste dente.
    Minha dentista disse que minha restauração não está "alta" e também não estou sentindo essa restauração "alta".
    Estou preocupada, pois tenho outras restaurações de resina e nunca senti nada disso! O que pode ser?
    Obs: Não é uma obturação profunda e não sinto sensibilidade a alimentos frios ou quentes.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Realmente não é comum.

      Se a dor persistir, pode ter alguma falha na restauração. Converse com seu dentista sobre o assunto.

      Excluir
  121. Por quanto tempo deve durar uma restauração com resina,e ela pode dissolver-se com saliva ou alguma outra coisa, e ela pode quebrar facil quando se prensa um dente no outro ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      A restauração de resina apresenta uma resistência adequada para suportar esforços mastigatórios, que muitas vezes passam dos 100kg de pressão.

      Excluir
  122. Dr gostaria de sabe se o tratamento de canal gera dor? obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      O tratamento é realizado sob anestesia!

      Boa sorte!

      Excluir
  123. doutor o que é a tal da infiltração? o que causa? como evitar?
    na restauração de resina (que é aminha) tem mais chances de ocorer a tal da infiltração?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      A infiltração nada mais é do que uma falha na restauração, na qual observa-se uma fenda que pode servir de entrada para alimentos, logo, sem higienização nesta área, pode-se desenvolver cáries. As restaurações de resina tem uma menor resistência, mas consultas periódicas ao seu dentista será suficiente para o tratamento e cuidado.

      Excluir
  124. Doutor, há +/- um mês e meio eu fiz uma restauração em um dos meu dentes superiors, do lado direito. A cárie tinha se formado entre dois dentes, e por isso a dentista explicou que tinha chegado mais perto do canal do que o normal. Ao final da restauração ela tirou um raio-x e disse pra eu não me preocupar que não tinha chegado no canal, havia passado bem longe em comparação á outros casos que ela já tinha visto.
    O problema é que, desde então, eu estou com uma sensibilidade horrível nesse dente, tanto pra quente como pra frio. Fui em outro dentista, ele fez uns testes, passou um produto gelado no meu dente (eu senti dor claro) e ele disse que estava tudo ok, que minha dor era apenas na hora do contato com as substâncias e não ficava por mais tempo, e recomendou o uso de um creme dental com mais flour, que é o caso do Colgate Sensitive.
    Eu gostaría de saber se é normal após esse tempo todo sentir essa sensibilidade. Só lembrando que a restauração foi feita com resina.

    Obg pela atenção! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Determinados materiais podem ser colocados no procedimento restaurador, como por exemplo, hidróxio de cálcio, quando a restauração é profunda e está próxima à polpa dentária. Ele tem a função de isolante, isto é, impede que os estímulos térmicos inerentes aos alimentos, como um sorvete por ex., irritem a polpa dentária.

      Se antes do tratamento não era assim, seria interessante revaliar o caso e ver se há regressão dos sintomas com o passar do tempo. Caso não haja, converse com seu dentista sobre o assunto. Um teste simples para se fazer é remover a restauração, colocar um curativo provisório e ver se os sintomas cedem.

      Boa sorte!

      Excluir
  125. Bom Dia Doutor, há 3 semanas, fiz uma restauração com resina no penúltimo dente superior do lado esquerdo, e após uns 2 dias, comecei a sentir uma dor intensa ao mastigar, e quando tomo algo gelado, retornei ao dentista e ele refez a restauração, pois disse que havia uma fissura, mesmo assim continuei com dor, retornei novamente e ele disse que eu estava com retração na gengiva e isso me causava sensibilidade, me recomendou a colgate sensitive pro alivio, estou usando há 1 semana, e não sinto nenhum alivio...O que posso fazer? qual tratamento devo recorrer? isso pode causar outros problemas futuros? não consigo comer desse lado desde que fiz a restauração. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      Uma avaliação clínica seria fundamental para o correto diagnóstico.

      Já foi realizado algum exame radiográfico ou ele deu a informação sobre a profundidade da cavidade?

      Aguardo retorno.

      Excluir
    2. Olá Dr.Wilson,Obrigada pelo retorno.
      A cavidade não era profunda, tanto que foram feitas 2 restaurações no mesmo dia, e foi rápido, acredito que por esse motivo o doutor não quis "abrir" novamente.
      Ainda não foi realizado nenhum exame radiográfico, o dr. pediu para que eu retornasse, após 2 semanas utilizando o creme dental, porém até agora nada, continuo com dor ao mastigar e sensibilidade ao frio. O que pode ser? devo procurar outro profissional?

      Excluir
    3. Prezada,

      Aguarde mais alguns dias. Veja se os sintomas diminuem.

      Caso não, volte ao CD e converse sobre o problema. Se não está aliviando, algo tem de errado.

      boa sorte!

      Excluir
  126. Bom dia!Gostaria de saber qual bloco dentário devo colocar,é o pré-molar,tenho 31 anos.Quero colocar o de resina,mas estou na dúvida pela resistência e durabilidade.Qual devo colocar?Grata!

    ResponderExcluir
  127. Boa tarde,doutor!Falei mais cedo sobre a minha dúvida de colocar um bloco de resina ou amálgama,falei que era o pré-molar,mas na verdade o dente p colocar o bloco é o primeiro molar,corrigindo!Irei tirar a medida na segunda-feira,me tira essa dúvida,por favor!!Grata!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      É necessário analisar a situação para ver que tipo de material é indicado para o seu caso.

      Na consulta de segunda, converse com seu dentista sobre o assunto!

      Excluir
  128. Bom dia Dr. Wilson,

    Faz duas semanas que meu dente foi restaurado com resina. Contudo estou com dor e sensibilidade no mesmo, sendo que esta sensibilidade foi minimizada com o passar destas duas semananas, mas ainda persiste.
    Já li nas suas respostas ao posts relacionados sobre o procedimento de realizar o forramento para avaliar o caso. Entretanto, queria saber se existe algum material ou tratamento que possa ser realizado antes da aplicação da restauração de forma a minimizar a sensibilidade do dente.

    Digo isso, pois pelo que já ouvi falar a sensibilidade é causada por conta da porosidade da resina ou da gengiva propriamente dita. E também já ouvi falar em um produto que pode ser aplicado antes da restauração que permite minimizar a sensibilização ao frio e ao calor. Em vista da sua experiência profissional, isso é verdade ou é mito?

    Obrigado desde já !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      O uso de materiais forradores, isto é, que ficam no fundo da cavidade e impedem a passagem de estímulos térmicos, por ex., pode ser usado, todavia, há indicações para isso, como por ex. uma cavidade muito profunda. É seu caso?

      A sensibilidade à restauração é diferente de sensibilidade dentinária. Dê uma lida no post de hipersensibilidade e te dará maior conhecimento sobre o assunto.

      Melhoras.

      Excluir
  129. Dr. eu troquei todas as restauraçoes da minha boca,em duas semanas devido a uma viagem,terminei a parte de baixo ,na sexta a tarde ,e peguei o aviao no domingo cedo ,para outro pais fiquei 12 horas viajando .
    Dentro do aviao no final da viajem ja nao estava suportando a dor nos dentes .principalmente no lado que ele arrumou por ultimo ,afinal,tem 20 dias que eu tô com dor de dente a base de remedios ,estou na suiça dentista aqui e muito dificil marquei pro dia 20 ainda ,ligo pro dentista ele nao sabe nem dizer nada .Me da uma luz o que o senhor imagina que seja ?
    obrigado pela sua atençao meu nome e Larissa e espero sua resposta !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      É necessário avaliar para ver o que pode ter ocorrido. Pode ser alguma falha na restauração por ex. Qual foi o tipo de restauração utilizada (amálgama ou resina)?

      ELe mencionou que poderia ser canal?

      Excluir
  130. Dr.Wilson Eu fiz 3 Restaurações hoje as 08:00 hs da manhã . Mais agora estou sentindo dor nos meus dentes , isso é algo que ocorre normalmente , ou devo procurar meu dentista de novo para verificar o motivo dessa dor ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Aguarde alguns dias para ver se a dor cede. Não cedendo, procure o seu dentista.

      Boa sorte!

      Excluir
  131. Olá, Dr, meu nome é Gabriela, sou de Ijuí, RS.
    Há 3 meses minha obturação de amálgama, em um molar, caiu e eu fui deixando pois não doía nem incomodava. Um mês e pouco depois resolvi ir à dentista, fiz raio X e não havia cárie e nem canal a ser tratado (estava longe da raiz) e ela fez restauração com resina. Fez sem anestesia, mas quando ela estava terminando de tirar a amálgama eu senti uma dorzinha e ela disse "Bom, ficou quase nada, vou deixar assim" e colocou resina. A partir do momento em que saí de lá não consegui mais mastigar do lado onde aconteceu a restauração (esquerdo). Fui em outros 2 dentistas e fiz outro raio x, e não tem nada no dente, mas dói pra mastigar, como se uma agulha estivesse sendo ficada em uma das cúspides do dente. Disseram que poderia ser por causa da restauração e, se fosse, deveria passar logo mas já se passaram 2 meses e ainda não posso mastigar ali. Gostaria de uma opinião antes de passar para algo mais invasivo. Não sei o que devo fazer, se reobturar o dente seria a melhor solução.

    Aguardo resposta. Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Se o problema persiste, seria bom reavaliar a restauração realizada. Basta removê-la e colocar um provisório. Se e dor passar, o problema está resolvido.

      Converse com sua dentista sobre o assunto.

      Excluir
  132. boa tarde doutor. eu fiz uma troca de amálgama por resina faz uns 10 dias e quando eu mastigo em cima dele dói. ate mesmo quando eu tomo água gelada dói um bocado. o que devo fazer? será que vou ter que conviver com esta dor ou tem algum tipo de tratamento para parar de doer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Aguarde mais alguns dias para ver se a dor regride. Caso não, volte ao seu dentista para resolver o problema.

      Excluir
  133. Boa tarde doutor Wilson,

    Um dos critérios a serem avaliados na escolha do tipo de restauração (resina ou amálgama) é o índice de cáries. Como se avalia este índice?
    Desde já agradeço a atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      O índice de cárie é calculado através da quantidade de lesões de cáries ativas que se encontra na cavidade oral. A partir daí, sugere-se o material adequado.

      Excluir
  134. Boa tarde Dr. Wilson,
    Já fazem muitos anos que tenho obturações,
    As mais antigas fazem mais de 10 anos e as mais recentes fazem mais de 5 anos. Com quanto tempo é necessário troca-las ?
    As minhas obturações são todas de amálgama, quando for trocar posso colocar a de resina ?

    Desde já grata pela atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Não há um período específico para troca de restaurações. Isso é avaliado pelo dentista nas consultas periódicas caso haja necessidade ou por motivos estéticos, caso queira colocar restaurações de resina, que podem ser colocadas sem problemas.

      Boa sorte!

      Excluir
  135. olá Doutor!

    Fiz uma troca de restauração de amalgama por resina há 2 dias, a de amalgama acabou quebrando na borda duas veze e era profunda, em uma delas um pedaço do dente foi junto. Bem meu dentista removeu a amalgama e deixou uma massinha, fiquei 2 semanas com ela para ver se sentia dor, não senti, ai ele removeu a massinha e colocou a resina, agora sinto dor ao mastigar alimentos mais duros,é normal ficar assim? devo voltar ao consultório? eu não sinto dor com alimentos quentes ou frios,só ao mastigar e também não tenho cárie.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Não é comum, mas pode ocorrer. De uma forma ou de outra, sugiro voltar ao dentista e avaliar o procedimento!

      boa sorte!

      Excluir
  136. há doutor esqueci de perguntar mais uma coisa, se pode fazer uma capa de resina por cima da amalgama? por que acho que seria uma solução para esses espaços que com o tempo aparecem nas minhas restaurações de amalgama mesmo boas, sem ter que remover tudo e colocar outra, além de ficar mais bonito rsrrs. Boa noite

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      As restaurações de resina transparecem o que está por baixo dela, ou seja, se ainda contiver algum tipo de metal, vai resultar em uma restauração acinzentada.

      Converse com seu dentista sobre o assunto.

      Excluir
  137. Dr. Wilson, estou terminando dois canais em meus dentes; acho que ainda vou fazer duas consultas, obtive a cárie e os canais provavelmente pelo meu descuido com os dentes devido a época do vestibular para medicina em que tinha noites que nem escovava o dente de tão estressado que ficava, fora os dias que passava fora estudando, e que não escovava os dentes de forma correta.

    Enfim, quero perguntar se o material nesse caso indicado é a resina, e se tem classes de resinas (se posso pedir uma resina mais cara/eficiente) ou não. Há técnicas diferentes de colocação de resina? Como um selamento mais sofisticado? Ou tudo segue um padrão?

    Se sim, gostaria da indicação dos materias e dos tratamentos que posso optar, se existir mais de um, e se os custos sobem muito.

    Agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      O tipo de material a ser utilizado varia com cada caso, assim como por ex. um tratamento de uma doença! Você vai ver isso na faculdade de medicina em breve.

      Quanto aos custos, variam bastante com o tipo de procedimento. A técnica é basicamente a mesma. Feita com cuidado, a durabilidade é grande!

      Boa sorte!

      Excluir
  138. Olá, Dr! Obrigada pela sua atenção e Parabéns pelo blog, tem me ajudado muito! Eu tenho uma dúvida. Se puder me ajudar, eu agradeço muito!

    Eu fiz uma restauração com amálgama no primeiro molar (superior do lado direito) há 2 meses. Não sinto dor constante, mas sinto incomodo ao mastigar e às vezes quando fecho a boca e o dente restaurado encosta no dente inferior, doi. Não precisa encostar com força para isso acontecer. Por exemplo, moro em SP e quando tá muito frio e minha boca treme, os dentes se encostam e isso causa dor. Não sei o que pode ser. A restauração não foi muito profunda e o dentista disse que eu sentiria dor por uns dias. Mas já fazem 2 meses e ainda tenho essa sensibilidade. É normal?
    Ah, tenho 21 anos e essa foi a minha primeira restauração. Fiz a radiografia panorâmica e o dentista falou que os outros dentes não têm cárie, mas o dente do siso inferior esquerdo está torto e nascendo, com isso acho que está pressionando os dentes inferiores, causando dor também. Esse siso eu vou ver se consigo retira-lo ainda este mês.
    Obrigada pela atenção!
    Obrigada!
    Eloisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Embora a restauração não seja profunda, em alguns casos, pode-se fazer uso de materiais forradores, para impedir que o estímulo externo seja conduzido pelo metal da restauração até a dentina, causando incômodo. Geralmente isso é feito quando a restauração é profunda.

      O interessante é reavaliar a restauração. Já propôs isso ao dentista?

      Boa sorte!

      Excluir
  139. Dr. Wilson. Antes de mais nada, seguem os meus parabéns e admiração por esta brilhante iniciativa. Vi que em alguns posts estão contidos o meu caso, mas queria esclarecer um algo a mais: primeiramente, fui a um dentista resolver o problema de meu primeiro molar inferior esquerdo (restaurado com amálgama), após ter quebrado a pontinha dele (na junção com o segundo molar) ao mastigar um caroço de azeitona. Ocorre que, durante o procedimento, a anestesia não pegava. O dentista aplicou diversas vezes. Mesmo assim, ainda ficava sensível quando a broca atingia alguns pontos. Foi feito um RX e o dentista, preliminaarmente, julgou que a restauração não era muito profunda (teoricamente não atingindo a polpa). Foi trocada a amálgama pela resina, no entanto, não consigo mastigar nenhum sólido mais consistente. Não tenho problema relacionado à incômodo em relação à sensibilidade (quente ou frio). Quando passo a unha na junção, ocorre-me aquela dor aguda. O que você acha que pode ser. Será que tenho que fazer canal, mesmo com a restauração não muito invasiva em relaçao á poupa do dente? Obrigado pela atenção. Herbeth Mossoró/RN.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      Pode haver uma falha na restauração. Já que foi diagnostico no Rx que a cavidade não é profunda, deve ser algo simples de se resolver.

      Converse com seu dentista sobre o assunto.

      Excluir
  140. Dr. Wilson,

    Fui ao dentista buscando uma solução estética para os meus dentes. Tenho muitas obturações, em quase todos os molares, a maioria de amalgama. São bastante antigas, e somente uma delas apresentou problemas (no dente 26) onde irei fazer canal e colocar um bloco. O dentista me alertou que ao trocar as obturações de amálgama por resina o dente pode ter uma sensibilidade transitória, porém pode ser necessário realizar o tratamento de canal dependendo da profundidade da lesão. Eu estou preocupada já que nesse post o senhor disse que não é recomendável colocar obturações de resina em pessoas com alta incidência de cáries (meu caso!). O que o senhor me aconselha? Vale a pena? (ele irá colocar coroa solidex nos dentes 14,15,16,24,25,26 e fazer a restauração de resina nos dentes 17, 27,34,35,36,44,46).
    Desde já agradeço,

    Rejane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      É necessário levar o incidência de cárie em conta, todavia, esta quase sempre é inerente à higiene bucal do indivíduo. Se você estiver disposta a melhorar sua higiene (se for o caso), não há problemas em utilizar a resina.

      Boa sorte!

      Excluir
    2. Me desculpe, eu me expressei mal. Eu havia entendido que não era indicado substituir amalgama por resina em pessoas que possuem muitas obturações ( ou seja, tiveram muitas cáries), já que consequentemente a dor seria maior já que muitos dentes passariam pelo mesmo procedimento. Estas obturações de amalgama possuem mais de 15 anos e estão em perfeitas condições, exceto a do dente 26, onde irei fazer o canal. Queria aproveitar e melhorar a estética dos meus dentes, porém prezo muito a saúde e o bem-estar. Vou ao dentista de 6 em 6 meses, onde faço o acompanhamento e a limpeza dentária semestral e tenho uma boa higiene bucal.

      Excluir
    3. Então não vejo problemas em substituí-las =)

      Boa sorte!

      Excluir
  141. Dr. Wilson, demais o seu site! Minha dor de dente até se acalmou! Acabei de restaurar um dente e to com muita dor ao morder... Usei resina, mas fazem apenas 3 dias :)

    ResponderExcluir
  142. Prezado Dr. Wilson Li o blog e o achei muito interessante, estou morando em Moçambique e acabei de trocar uma restauração antiga de amálgama por resina, retornei à dentista por causa das dores insuportáveis,e a forte sensibilidade, ela não tocou na restauração, me prescreveu antibiótico e antiinflamatório e disse que se não parar de doer devemos fazer tratamento de canal. Nunca havia sentido estas dores com a amálgama, li em seu blog que é normal a sensibilidade.
    Atenciosamente
    Talita

    ResponderExcluir
  143. Prezada,

    Desta forma, não!

    Faça uma avaliação endodôntica para ver a necessidade de canal!

    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  144. Doutor, parabenizo-lhe pela sua disposição em esclarecer nossas dúvidas. Fiz uma troca de restauração há uma semana e estou sentindo dores ao mastigar com o dente restaurado, que fica do lado direito, bem no canto. A dor se espalha pelo lado direito do meu rosto e dói tanto que sinto como se anestesiasse o meu rosto. Tentei entrar em contato com a minha dentista, mas ela está viajando. O que pode estar ocasionando esta dor? Luiz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      Há várias possibilidades, como por exemplo a altura da restauração.

      Seria interessante procurar a dentista o quanto antes.

      Boa sorte!

      Excluir
  145. Olá Dr. Eu troquei todas as minhas restaurações por resina, no começo tive sensibilidade na hora de mastigar mas depois foi acostumando, mas passado 3 meses ainda não consigo comer coisa dura, do tipo amendoim, me causa um desconforte.. O que pode ser feito?? Tem algo que amenise ou é assim mesmo.
    Obrigada desde já..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      É interessante reavaliar suas restaurações. Não se acostume com incômodos! Há várias possibilidades de causas (fraturas, infiltrações,cárie, etc.)!

      Volte ao dentista e peça para avaliar!

      Boa sorte!



      Excluir
  146. Muito bom o post! Gostaria de parabenizá-lo e aproveitando, queria saber mais sobre o risco de uma pessoa com alto índice de cárie, trocar as restaurações de amálgama por restaurações de resina, já que estas, esteticamente falando, são muito superiores. Existe alguma outra opção para uma pessoa com alto índice de cárie? Obrigada!

    ResponderExcluir

Receba atualizações do blog! Cadastre seu email!