segunda-feira, 15 de março de 2010

Tratamento de canal


-->Boa tarde pessoal! Tudo bem?Espero que sim!
Ainda estou na fase final da residência. Motivo pelo qual as postagens não estão freqüentes. Mas muito em breve o blog estará normalizado!

Discutiremos hoje uma especialidade que causa muita ansiedade nos clientes: o tratamento endodôntico (canal). A especialidade responsável pelo estudo e tratamento da polpa dentária, quando esta vem associada a patologias, é a endodontia.

O tratamento de canal

Muitos são os mitos sobre esta especialidade. E também consiste em um dos principais motivos para a “justificativa” da perda dentária. Abaixo, os questionamentos, afirmações e justificativas que escuto com mais freqüência:

“Canal dói?”

“O dente fica mais fraco?”

“O dente fica escuro?”

“Não faço canal porque dizem que dói muito!”

“Extraí o dente porque tinha que fazer canal e é muito caro.”

De maneira geral, estas são as frases que escuto comumente no meu consultório. Diversas são as justificativas e razões para a não realização do tratamento endodôntico. Muitas vezes, um dente que poderia ser salvo facilmente é perdido. Vamos aos tópicos:

O que é tratamento de canal Dr. Wilson?

O tratamento endodôntico, conhecido mais frequentemente como tratamento de canal, consistem em remover os restos da polpa dentária (viva ou morta) e microorganismos do interior do canal. A partir da remoção, coloca-se um material obturador compatível com polpa dentária. Sempre o objetivo é livrar o dente da inflamação e infecção. Mas o que e a polpa dentária?



A polpa dentária é um tecido conjuntivo especializado e inervado, localizado no interior do canal radicular (dentro da raiz). Possui vasos sanguíneos e terminações nervosas e apresenta se liga ao cemento e aos tecidos adjacentes através de um sistema de canais radiculares (foto). Há um complexo dentino-polpa, onde há uma “inter comunicação” entre estes tecidos. Já debatemos em outro post os tecidos dentinários, bem como suas funções. Caso não tenha lido, clique aqui!

Por alguns motivos que serão discutidos mais adiante, a polpa pode ser lesada, criando um quadro clínico no qual o indivíduo o indivíduo pode sentir dores que podem ser leve ou ate mesmo moderada a intensa.



O que causa a necessidade de tratamento de canal Dr. Wilson?

A necessidade de intervenção endodôntica pode decorrer de várias causas. Infelizmente, como não é da rotina do brasileiro visitar regularmente o dentista, este só procura o profissional quando o quadro já está avançado. A consulta periódica ao dentista possibilitaria o diagnóstico precoce, logo, um tratamento mais conservador.

De forma geral, as causa da necessidade de tratamento de canal são:
Cárie dentária (causa mais comum);
Traumatismos dentários;
Trauma de menor intensidade, mas que atuam por longo tempo (raiz exposta);
Lesões bucais que comprometem os dentes (ex.: cistos).

Na maioria esmagadora dos casos, a cárie dentária é a principal causa dos danos pulpares. A cárie progride de tal maneira que alcança a polpa, provocando alterações que, em boa parte dos casos, são irreversíveis, isto é, haverá a necessidade de tratamento de canal.

Como disse acima, consultas periódicas ajudariam na detecção da cárie precocemente, evitando a necessidade de tratamento endodôntico. Muitas vezes, a cárie se dá entre os dentes, o que não permite a visualização por parte do cliente, já que este geralmente considera qualquer alteração de cor uma possível cárie. Logo, só o Dentista poderia identificar a lesão cariosa através do exame clínico.
A ausência de tratamento poderá ocasionar problemas como dores no local até inchaços, abscessos, problemas sistêmicos, assim como a perda do dente.

Já debatemos a definição de exame clínico e suas funções. Clique aqui para ficar por dentro do assunto.


Cárie dentária

Na maioria dos casos, a cárie dentária é a principal causa de lesões nas polpas dentárias. A cárie dentária se dá a partir da formação da placa bacteriana, que forma=se na superfície dentária. Nela, há microorganismos que produzem ácidos, provocando desmineralização da estrutura dentária, provocando a cavitação (buraco) no dente.
Não sabe o que é placa bacteriana? Clique aqui!


Traumatismos dentários

Após o trauma dentário, pode ocorrer lesão ou ruptura do tecido pulpar. Neste caso, como a polpa foi traumatizada de forma severa, o tratamento endodôntico será indicado. Outra situação bem mais complexa, que culmina em tratamento endodôntico é o trauma dentário conhecido como avulsão, no qual o dente sai completamente de sua loja óssea.




Trauma de menor intensidade

Traumas leves, que atuam por muito tempo, podem produzir danos à polpa dentária, sem que o cliente perceba, somente relatando sintomatologia quando a polpa está comprometida. Um exemplo disso são indivíduos que apresentam recessão gengival, havendo exposição da raiz dentária (foto), que apresenta terminações nervosas. 

A exposição da raiz faz com que ela fique exposta a estímulos térmicos e químicos, podendo findar na necessidade de canal. Muitas vezes, um dente bom (estruturalmente falando) pode ser submetido a canal somente por causa de uma pequena lesão, que já está lá há muito tempo. Deixo claro aqui que nem todo caso de exposição de raiz tem como desfecho o tratamento endodôntico.

Outra situação são cáries profundas, contudo, que não tiveram contato com a polpa dentária. Muitas vezes, removemos toda a cárie, contudo, mesmo com a remoção do agente agressor, o dente ainda apresenta sintomatologia dolorosa, pois a polpa já está doente.

Lesões bucais que comprometem os dentes (ex.: cistos)

Um exemplo de uma lesão bucal que pode comprometer a polpa dentária ou pode até mesmo se originar dela é o cisto bucais. O cisto é uma cavidade coberta por um epitélio, podendo ou não conter fluidos no seu interior. A partir destes fluidos, podemos identificar que tipo de cisto se trata. A partir de testes de vitalidade, podem-se identificar os dentes que estão comprometidos, isto é, que necessitam de tratamento endodôntico. Ressalto que os cistos bucais tem diversas causas, podendo se originar até da contaminação da polpa dentária.


Quais os sinais e sintomas de um comprometimento pulpar Dr. Wilson? Como saber se tenho que fazer canal?

Diversos são os sinais que podem indicar a necessidade de tratamento endodôntico. Estes sinais podem ser relatados pelos clientes, embora em determinadas situações, eles não sabem identificar qual o dente acometido endodonticamente. Mas alguns sinais são indicativos, como:
Dor provocada, contudo, que persiste após a remoção do estímulo (ex. após beber água gelada);
Dor espontânea contínua ou não (dor com ausência de estímulo), podendo ou não cessar com o uso de medicações;
Sensação de dente crescido;
Fístulas orais, que geralmente se desenvolvem sem causar incômodo no cliente;
Sensação de aumento da pressão dentro do dente, causada pela eliminação de gases a partir das bactérias presentes no canal;
Dificuldade de mastigação, porque o cliente relata que não consegue nem “encostar” no dente;
Dor difusa, isto é, distante do dente realmente acometido.
Dor que persiste mesmo com o uso de medicações.

Deixo claro aqui que outros problemas podem ocasionar estes sinais e sintomas. Uma anamnese bem realizada, a partir dos testes de vitalidade pulpar, é fundamental para o sucesso do tratamento. Há artifícios que o Dentista pode fazer uso para identificar possíveis alterações pulpares, como por exemplo, o jato de ar frio.

Leia mais sobre anamnese clicando aqui!

Usa-se uma pelota de algodão, dá-se um jato com o ar frio nesta pelota e coloca na superfície dentária, com finalidade de identificar respostas pulpares. Caso o cliente sinta desconforto no momento, contudo, o mesmo desapareça com a remoção do algodão, a chance de não existir alteração pulpar é grande. Caso haja continuidade da dor após a remoção, há possibilidade de comprometimento pulpar. Devem ser feitos os demais testes a fim de descartar ou não a necessidade de intervenção endodôntica.

Como é realizado o tratamento de canal Dr.?


A identificação do dente é de suma importância, quer seja por testes de vitalidade, quer seja por exame radiográfico. Devo ressaltar que este último é uma condição essencial para o sucesso do tratamento.
A partir da identificação do dente e do exame radiográfico inicial, a fim de confirmar o diagnóstico e analisar a condição inicial do dente, inicia-se o acesso ao canal radicular, no qual está a polpa dentária ou seus restos.


Com o cliente anestesiado, faz-se o acesso com uma broca até o canal Acontece, esporadicamente, o cliente relatar incômodo quando se cria o acesso, porém pode-se anestesiar mesmo a polpa do dente, cessando o incômodo de vez.

Leia mais sobre anestesia clicando aqui!

Criando-se o acesso, utilizam-se as limas endodônticas, que nada mais são que “agulhas” preparadas para este fim. Estas limas apresentam formato espiral ou de cones sobrepostos, tendo como objetivo remover as impurezas e microorganismos mecanicamente e remover a polpa dentária, quando esta existir, respectivamente. Durante este processo, utiliza-se um líquido (hipoclorito de sódio) para remoção mecânica e química das bactérias e restos pulpares. Este líquido é bastante corrosivo, motivo pelo qual o cliente deve estar de babador para proteção das vestimentas.


As radiografias são constantes no tratamento endodôntico. Se imaginarmos que estamos trabalhando em um campo fechado, isto é, não estamos observando a área de trabalho, há necessidade de algum tipo de visualização da área, e esta só pode ser feita a partir das radiografias. Estas têm como objetivo fornecer visualizações sobre o estado do dente, bem como fornecer medidas para o trabalho e para analisar para o resultado final do tratamento.


Estas medidas servem para colocarmos nas limas as dimensões de trabalho. Para medirmos, utilizamos uma régua para este fim (foto). Com as medidas calculadas, seguimos uma sequência de limas, que vão aumentando de diâmetro com o aumento da numeração. Partindo-se de regras técnicas descritas na literatura, determinamos quantas limas serão utilizadas.

A quantidade de sessões pode variar de dente para dente. Há dentes que podem ser tratados endodonticamente em uma sessão, contudo, há necessidade de um meio favorável para este feito. Há outros dentes que necessitam de mais sessões, por apresentar algumas dificuldades que requerem mais tempo clínico, como os dentes molares, de maneira geral. Porém, isto não é regra. Cada caso é um caso.


Com o canal preparado, é colocado um material obturador dentro domesmo, substituindo a polpa dentária. Este material é biocompatível com os tecidos dentais, isto é, não causará danos aos tecidos dentais e adjacentes.



Com o canal devidamente tratado, a restauração deve ser realizada o mais rápido possível, a fim de evitar a contaminação do canal, podendo causar dor no local. Neste caso, realiza-se o retratamento endodôntico, que nada mais é do que retratar o canal. Esta condição geralmente é necessária por contaminação do canal já tratado. Contudo, outras causas podem culminar em retratamento endodôntico.

Infelizmente, por se tratar de humanos, um canal pode vir a doer, mesmo quando o mesmo for tratado de maneira adequada. Mas relato que são raros os casos. Devem-se investigar as possíveis causas.


Tratamento endodôntico x enfraquecimento do dente



Durante o tratamento, todo cuidado é pouco com o dente que está sendo tratado, pois durante o acesso e remoção do tecido cariado ou restauração deficiente, ocorre remoção de estrutura, logo, o dente fica enfraquecido, mesmo que nele seja colocado um material provisório. Até a restauração definitiva ser realizada, deve-se tomar cuidado com o dente.

Tratamento endodôntico x escurecimento do dente

Em alguns casos, o dente tratado endodonticamente pode perder o brilho natural, tendo um aspecto fosco. Quando ocorre escurecimento da coroa, pode estar associado a erros na técnica ou extravasamento de sangue na coroa (no caso de trauma). Contudo, este problema pode ser resolvido com um clareamento interno ou uma faceta de resina composta.

Dúvidas sobre clareamento dentário? Clique aqui!

Tratamento endodôntico x livre de cárie

Pelo fato da ausência do dente tratado endodonticamente não apresentar sintomatologia, o processo carioso pode ocorrer sem que o cliente perceba, pois não poderá relatar sensibilidade. Visitas regulares ao Dentista associadas à boa higiene oral minimizam ou eliminam este problema.

Tratamento endodôntico x custo financeiro

Embora seja considerado dispendioso para muitos clientes, o tratamento endodôntico visa “salva” o dente que está com uma contaminação interna, permitindo a sua permanência na cavidade oral. A perda deste dente ocasionaria numa necessidade de reabilitação oral (prótese ou implante dentário) que, por sua vez, é bem mais oneroso que o tratamento de canal. Isto quando o cliente se preocupa com a reposição do dente. Infelizmente, a perda dentária ainda é encarada como natural pelo brasileiro.

Tratamento endodôntico x Ortodontia

Determinados casos, em que há um dente tratado endodonticamente com presença de uma lesão periapical (final da raiz), há necessidade que este dente não sofra “forças” para que a lesão cicatrize. O uso de forças ortodônticas (aparelho) pode agudizar a lesão, o que se caracteriza por um quadro clínico doloroso, levando a necessidade de retratamento endodôntico.

Tratamento endodôntico x Doenças sistêmicas

Determinadas doenças sistêmicas, como a diabetes, podem influenciar no processo de reparação do canal. Quando não controlada, a diabetes provoca aumento dos níveis de glicose no sangue, dificultando a reparação de possíveis lesões ocasionadas pela contaminação do canal.

Algumas situações cardíacas podem necessitar de antibioticoterapia prévia, visando problemas sistêmicos decorrentes da contaminação do canal. Lembrando que nem todos os problemas sistêmicos necessitam de antibióticos.

Discutimos de maneira geral, o que é o tratamento endodôntico, suas indicações bem como suas repercussões clínicas e seu tratamento. A visita periódica ao Dentista é fundamental para evitar que um tratamento conservador torne-se radical.

Espero ter ajudado!
Atenciosamente,
Dr. Wilson Correia Júnior
Deseja tirar dúvidas? Clique aqui!

323 comentários:

  1. gostaria de saber qual restauração é melhor faer apos um canal no segundo molar

    ResponderExcluir
  2. Prezado,

    Recomendo que leia o post sobre restaurações! Acredito que sua dúvida será respondida!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. fiz um canal a 23 dias e nao para de doer. Ainda estou tomando antibioticos mas nao vejo melhora . ja foi aberto duas vezes e tambem nao foi restaurado ainda. sera que esta contaminado? corro orisco de perder meu dente? Ozeni

    ResponderExcluir
  4. Prezado Ozeni,

    Procure saber se você terminou o canal realmente. Ao que me parece, você ainda está no decorrer do tratamento.

    Situações feito ocorrem ocasionalmenten contudo, o tratamento de canal, na maioria dos casos tende a resolver este problema.

    A restaurações só será feita quando o tratamento de canal estiver terminado. O risco de perder o dente realmente existe, quando não há o tratamento do dente. Ou seja, como você está tratando o dente, não se preocupe com este problema.

    Qualquer coisa estou por aqui!

    ResponderExcluir
  5. Há um ano comecei um canal no segundo molar, porém, não terminei pq não tive mais condições de pagar as seções no dentista. Hoje o dente rachou e quebrou uma parte. A massa que estava tapando o buraco está frouxa praticamente caindo.Vou ter que arrancar esse resto de dente ou existe outra solução?

    ResponderExcluir
  6. Prezada Juliana,

    Há necessidade de um exame por parte do dentista para avaliar se há ou não indicação para extrair o dente.

    Se não tiver condições de custear o tratamento, há vários locais que atendem sem custos , como faculdades ou CEO (centro de especialidades odontológicas).

    Procure saber se existe esta possibilidade na sua cidade para você não perder o dente.

    Boa sorte e mantenha-me informado.

    ResponderExcluir
  7. Estou realizando um tratamento de canal no dente 46. Estou na 6ª sessão e ainda sinto dor. O que me preocupa é que o dente 45, apesar de não esta cariado, também está doendo, não consigo mastigar nada desse lado. Conversei com algumas pessoas que fizeram canal e todas elas relataram que só sentiram dor na primeira sessão. Não aguento mais sentir dor. É comum a dor persistir mesmo durante o tratamento? Como posso saber se a dentista está utilizando o procedimento corretamente? Tenho medo de perder o dente, isso é possível?
    Obs.Segundo a dentista o canal tem 4 raízes das quais 2 estão muito lesionadas

    ResponderExcluir
  8. Olá Dayana! Vamos por partes ok?

    1 - Levando-se em conta que o dente 45 não apresenta problemas, em se tratando de cárie e/ou comprometimento da polpa dentária, possivelmente a sensibilidade deve estar vindo do dente 46, visto que são dentes vizinhos, ficando ocasionalmente difícil identificar por parte do cliente a origem da dor, principalmente em dores difusas;

    2 - A sensibilidade dolorosa, na maioria dos casos, diminui ou desaparece no decorrer do tratamento, contudo, em alguns casos, a dor persiste por um período, mas na maioria esmagadora dos casos,a dor tende a diminuir no andar das sessões do tratamento;

    3 - não há como saber se o dentista está ou não realizando o tratamento de maneira correta. parto do pressuposto que todos os dentistas estão preparados para exercer a profissão, desde que tenha conhecimento para este fim.

    4 - Dentes com 4 canais são incomuns. Mas se o dentista estiver preparado, poderá encontrar dificuldades, mas resolverá o problema. Caso o dente não seja tratado, há chances de perdê-lo.

    5 - Medicações podem ser utilizadas para alívio da dor e conforto. Converse com seu dentista sobre o assunto. Se confia nele, converse abertamente sobre o assunto para que possa resolvê-lo.

    Boa sorte no seu tratamento!

    ResponderExcluir
  9. Prezado Dr Wilson;
    Relaizei um tratamento de canal há 6 dias em sessão única. A dentista já terminou o canal e colocou um curativo. Nos dois primeiros dias o dente estava muito sensível. Agora a sensibilidade melhorou muito mais ainda sinto o dente diferente, como se desse umas leves fisgadinhas esporádicas. Falei com a dentista ela fez uma nova radiografia e afirmou estar tudo ok. Senti até uma leve dor de ouvido mas ela disse ser impossível ter correlação visto que o dente tratado é o primeiro molar. Me indicou tomar o celebra por 3 dias. Pergunto está correto o indicado por ela? É normal ainda sentir umas pontadinhas no dente? Friso que não sinto dor, apenas esse incômodo, como se fosse uma ardencia lá dentro. Inclusive ela fez o teste do gelo e não senti nada. Será que terei que refazer o canal? Muito obrigada mesmo pela ajuda.Suzana

    ResponderExcluir
  10. Olá Suzana!

    Não é comum terminar um canal de um molar em uma única sessão! Poucos profissionais fazem isso, visto que necessita de muita prática e material para isto.

    A sensibilidade é comum sim! Se você fez o canal há poucos dias, ainda está muito recente. A tendência é que a sensibilidade vá reduzindo, como está acontecendo contigo.

    A dor de ouvido pode estar associada ao 1º molar, mas reconheço que não é comum. Imagine que há uma conexão do osso mandibular com o osso temporal (perto do ouvido). Quanto maior a proximidade do dente com a porção posterior da mandíbula, maior a chance de envolvimento do dente com problemas auditivos. Por isso que, quase sempre o 3º molar está associado a dores de ouvido, tonturas, enxaquecas, dores no pescoço, etc.

    Deixo claro aqui que outras situações podem causar dores de ouvido. A medicação irá dar um alívio muito bom para ti. E pelo que vejo (atitudes do dentista), você está em boas mãos. No que diz respeito ao retratamento de canal, hoje não vejo necessidade.

    Agora restaure logo este dente parqa não ter problemas.

    Abraço e boa sorte!

    ResponderExcluir
  11. Prezado Dr. Obrigada pela pronta resposta. Fiquei preocupada quando o Sr. me diz que não é comum tratar esses dentes em uma única sessão, será que ela errou no procedimento? Por se um dente pequeno achei que seria até mais fácil....de qualquer forma não estou entendendo essas fisgadadas que aparecem eventualmente porque essas não vêm diminuindo, continuam da mesma forma desde que passou o efeito da anestesia. E 1 semana não seria tempo suficiente para passar? Ela ainda não quis fechar o dente porque quer se assegurar que não irems ter que retratar. O Celebra ( anti-inflamatório) é realmente indicado? MUito obrigada pela ajuda. Estou apavorada porque morro de medo de dentista. Suzana

    ResponderExcluir
  12. Suzana,

    Quando disse que não é comum , quis dizer que geralmente se faz em mais sessões pela disponibilidade de tempo, habilidade, o dente em questão, etc.

    A medicação te dará um conforto melhor. E se ela está esperando a dor passar para te tratar, com certeza é a melhor conduta!

    Pergunte a ela qual a chance de retratamento de canal. Se for grande, tente discutir com ela para que seja feito o quanto antes, com o intuito de eliminar ou diminuir o desconforto!

    Quanto ao medo, faz parte! Até eu tenho! :D

    ResponderExcluir
  13. Dr. Wilson, boa noite!!

    Comecei a sentir dores no 2º molar superior direito (acho que é o dente 17),a ponto de não conseguir encostar nem a lingua no dente, bom, ai começou a minha batalha pra descobrir a causa, pois tenho retrações gengivais bem severas, do mesmo lado tinha um ciso inferior, que foi por muitos dentistas identificado como o causador das minhas dores, pois a certa altura, todos os dentes direitos superiores e inferiores doiam, acabei extraindo o ciso, e após 1 semana de dolorosa recuperação, não mudou nada, as dores aumentaram....combinado a tudo isso, comecei a trocar umas restaurações de amálmaga bem velhas, e as dores ali e a dentista fazendo testes de sensibilidade e tentando de tudo pra descobrir... hj, quando fui experimentar minha plaquinha pra dormir, a dentista estranhou minha gengiva, cor e inchaço, parecia queimada, eu mesma achei que era da pasta dental e do periogard e quando ela foi tocar eu recuei de dor, então resolveu retirar a restauração velha que a principio ainda estava em boas condições e nem seria trocada, mas quando abriu, descobriu uma cárie, profunda que já tinha atingido a polpa, indicando ai o meu problema e começou o tratamento de canal... De tudo isso, o que me surpreendeu e a ela também, é que em todas os raios x e inclusive na panorâmica não apareceu absolutamente nada de cárie e nem lesões, então dentre tantas dúvidas que estou, pergunto, é possível isso ocorrer, o raio x não mostrar nada de problemas?

    Agora tô com aqui, com dor, tomando anti-inflamatório, cheia de dúvidas e vou confessar que estou com um pouco de medo, mas ao mesmo tempo feliz, pq ela descobriu a origem do problema e esperançosa que possa ser uma pessoa normal de novo, pois eu já não aguento mais sentir dor 24h por dia....acho que eu desabafei....grata pela atenção, Adriana

    ResponderExcluir
  14. Prezada Adriana,

    Primeiramente, lamento pela seu momento. Dor de dente não é algo fácil de se conviver. Bom, vamos lá:

    1 - Se você já relatava dor ao contato no dente 17, e não havia (presumo) restauração alta no dente, você já estava com um quadro clássico de inflamação pulpar, com grande probabilidade. Pare para lembrar se você não sentia uma sensação de "dente crescido ou grande" no 17;

    2 - As retrações genvivais podem sei, ser responsáveis pela dor em toda a hemi arcada superior direita. Há casos em que há necessidade de tratamento endodôntico para cessar a dor. Mas são casos incomuns;

    3 - Devido ao seu conjunto de problemas, fica difícil identificar qual a causa de suas dores. À princípio, eliminar as possibilidades seria a solução, como por ex. a extração dos sisos,porém não é muito comum sisos inferiores causarem dores na região superior;

    4 - Você relatou o uso de placa, devo presumir que seja uma placa miorrelaxante ou de acrílico (para bruxismo). Caso você tenha este problema, ele pode ter agudizado a situação do dente 17 pela pressão exercida a partir do ranger dos dentes;

    5 - Os exames radiográficos são complementares e servem como auxílio no diagnóstico, no qual devem ser abordadas todas as características clínicas, como a sua queixa de nem conseguir encostar a língua no dente. Dependendo da posição do dente (giro) ou da localização do material restaurador (amálgama, no caso) a cárie pode não ser visualizada. O Rx panorâmico não deve ser levado em conta neste diagnóstico, porque ele apenas sugere cárie, pelo fato do mesmo apresentar 30% de distorção.

    Se a causa (canal do 17) já foi identificadas, juntamente com as causas secundárias (siso, retração gengival e bruxismo), você com grande chance não terá mais problemas no futuro.

    Estas explicações são apenas possibilidades, sendo necessário um exame clínico para melhor diagnóstico.

    Boa sorte e mantenha-me informado. E ,se você puder e tiver interesse, tente conseguir os Rx e envie-me por email digitalizadas.

    ResponderExcluir
  15. oi Dr. Wilson,

    Primeiramente, muito obrigada pela atenção, não só em responder meu post, mas também pela sensibilidade no entendimento da minha situação.

    bom, meus dentes ainda doem bastante, a dor ameniza um pouco com o anti-inflamatório e eventualmente também tomo um analgésico para amenizar um pouco mais, mas só faço isso quando já entrou no limite do insuportável.....

    Eu não entendo muito essa expressão "dente crescido", já li em vários sites, mas o que mais se enquadra no que eu sinto é uma pulsação no dente, quando baixo a cabeça parece que ele pesa e também umas ferroadas, tudo isso combinado com o inchaço das gengivas, mas fica muito complicado explicar precisamente, porque o problema está no dente superior, mas tenho dores também nos dentes inferiores igual a dor do superior, e também do mesmo lado extrai o siso, levei 8 pontos, pq foi complicada a cirurgia, o dente tinha 3 raízes, foi tipo "kinder ovo", a 3º raíz não aparecia na panorâmica ( tô achando que Rx pra meus dentes não adiantam pra muita coisa) e ele estava em baixo do osso, então teve um pouco de remoção de osso também, o resultado disso foi 2 semanas de recuperação, com muito inchaço no rosto e um hematoma horrível.

    Minha dentista falou na possibilidade de precisar tratar o canal, caso a sensibilidade não parasse após as devidas restaurações para tampar as raízes expostas,tenho essa situação em vários dentes, alguns já não é somente retração gengival, mas chegou a uma erosão dental (acho que é isso), ela descartou a escovação indevida e a principio essas retrações são resultantes dos sérios problemas de apinhamentos e mordida cruzada, usei aparelho ortodôntico por 7 anos para corrigir, não ficaram perfeitos, mas com certeza ficaram muito melhores do que eram. A dentista me solicitou uma consulta urgente com um ortodonto, pois ainda tenho problemas na mordida, alguns dentes estão voltando a ficar tortos e meus dentes de trás recebem toda a carga da mordida e mastigação, tenho mais tendência a mastigar do lado direito também.

    Apesar de saber que teria de extrair meu siso, cheguei a conclusão que o coitado levou culpa por problemas que ele nem estava causando, mas como está ocorrendo tudo do mesmo lado, ele foi crucificado, mas igual eu teria que extraí-lo, já sabia disso há 2 anos e só fiz deixar pra depois, ai acabou estourando todos os problemas ao mesmo tempo.

    Esse é meu primeiro tratamento de canal e fazia muito, mas muito tempo que eu não sentia dor de dente, nem lembrava mais como era, fiquei triste ao saber da cárie e que teria que tratar canal, pq procuro fazer uma boa higiene bucal e vou regularmente fazer minhas revisões e limpezas, não esperava por isso....

    A plaquinha é essa de acrílico, minha dentista explicou que estou desgastando meus dentes, estão ficando sem formato (não lembro exatamente o termo que ela utilizou) e também para amenizar o impacto nos dentes de trás, pois a principio estou dormindo com a arcada bem cerrada e acabo sobrecarrengado eles.

    continua......

    ResponderExcluir
  16. Se o Rx não tem toda a eficácia necessária para identificar uma cárie, qual seria(m) o(s) outro(s) exame(s) para isso?, ou não tem mesmo e inevitavelmente somente quando chegasse na situação em que está é que seria identificado?, saliento que a restauração não apresentava problemas de infiltração.

    No momento que ela abriu meu dente e limpou, retirou a polpa e nervos que já estavam tipo liqüefeitos, colocou remédios e o curativo, não deveria ter cessado a dor? o canal ainda não está tratado, está em tratamento e eu sinto um gosto de remédio na boca, hj mais do que a 2 dias atrás, isso é normal?

    Uma outra dúvida, quanto tempo uma cárie leva pra se desenvolver a ponto de atingir tanto um dente e fazer todo esse estrago? e mais, como pode desenvolver cárie, em um dente restaurado, onde não tinha infiltrações na restauração, será que as minhas retrações foi o canal de entrada para desenvolvimento da cárie???

    Uma situação bem interessante Dr. (pelo menos pra mim é), ocorreu com essa dentista e uma anterior, é que ambas me questionaram se eu tinha certeza que já havia extraído meu siso superior, pois parece que tem um dente, mas depois de radiografar por 2 vezes, ela se convenceu que não era.

    Como o sr pode ver, tenho mesmo muitos problemas e eu já sei que também tudo isso vem de tempos, mas eu não tinha o conhecimento que retrações gengivais e pressões excessivas em cima dos dentes poderiam levar a situações tão severas, muitos dentistas quando faziam limpeza em meus dentes me diziam por exemplo que eu tinha que restaurar minhas retrações, mas sempre entendi que seria em função da sensibilidade, como eu sempre utilizei pastas dentais pra dentes sensíveis, acho que mascarei bem minha situação, pois só procuramos resolver quando dói, sou bem consciente do meu relaxamento nesse sentido.

    Tenho sim interesse em mandar meus Rx, vou pegá-los com a dentista e providenciar a digitalização.

    muito obrigada pela atenção
    Adriana

    ResponderExcluir
  17. Olá Dr;
    Minha dúvida é a seguinte: à exceção do siso, todos meus dentes superiores do lado direito têm tratamento de canal realizado. Porém, de uns tempos para cá ao comer algo doce sinto tipo um choque. Fui na dentista, ela fez obturou uma mini cárie no canino ( o único sem trataemnto endodontico) e disse que melhoraria...porém não melhorou. O que pode ser? Inclusive o último dente que ela tratou canal( ha aproximadamente um mês) ela radiografou e me mostrou que já está crescendo o osso em volta da raiz (é bom sinal né?)embora ainda sinta algumas fisgadas naquela região....

    ResponderExcluir
  18. Adriana,

    Muitas informações. Vamos seguir na sequência :)

    "Dente crescido" é uma sensação muito comum relatada em pacientes com algum tipo de inflamação na qual o contato é bastante doloroso ou quando se está com algum tipo de abscesso que faz com que o dente fique um pouco fora do alvéolo;

    Realmente, há a possibilidade de tratamento endodôntico em massa em casos que a hipersensibilidade é muito forte e não é controlada e quando todas as possíveis causas são eliminadas. Mas digo que são raros os casos de tratamento de canal por hipersensibilidade;

    A avaliação do ortodontista irá corrigir o problema de posicionamento dentário mas nada tem a ver com suas dores provavelmente, mas pode te relações com as retrações gengivais;

    O Rx panorâmico não tem finalidade diagnóstica e sim sugestiva, por ter distorção radiografica, podendo aparecer uma imagem que não existe. Para isto, usa-se o Rx periapical (pequeno).Às vezes, infelizmnete, problemas como o seu só são descobertos quando já estão avançados. Como já disse, o posicionamento dos materiais restauradores pode mascarar a existência de cárie dentária;

    Acontece de se promover a abertura do dente, mas mesmo asssim ainda persistir um quadro doloroso. Qual foi o diagnóstico dela?

    A cárie demora para chegar na polpa dentária (anos). A sua restauração deveria ter alguma infiltração ou pode ter realmente uma entrada na sua retração, que a sua dentista pode dizer isso facilmente, no exame clínico;

    Estou no aguardo do Rx para ficar por dentro do caso, nem que seja radiograficamente. Você já conversou com sua dentista sobre isso?

    Aguardo contato e mais uma vez boa sorte no seu tratamento que, acredito eu, esteja perto do fim.

    ResponderExcluir
  19. Olá anônimo;

    As fisgasdas com grande chance podem ser dos dentes que não estão tratados endodonticamente, visto que estes dentes não tem mais a capacidade de "sentir" estímulos.

    A formação de osso ao redor é um ótimo sinal, visto que a infecção foi tratada e já está ocorrendo cicatrização óssea no local.

    Converse com seu dentista e diga a ela que não melhorou o incômodo. Veja com ele a possibilidade de análise dos canais realizados, para acompanhamento do tratamento realizado.

    Boa sorte no seu tratamento.

    ResponderExcluir
  20. Caro Dr.Wilson, começei a sentir fortes dores no dente 46,irradiando para o 45, fui a um 1º dentista que verificou que o 46 necessita de canal,fui à um 2º profissional que tirando um RX,me afirmou que não hánecessidade de canal e que ocorre com meu dente é uma sensibilidade, será que isso é possível?

    Obs. o 1º profissional também radiografou o dente e me afirmou ser canal.
    O que fazer?
    Estou sentindo dores horríveis.

    Grata

    Joelma

    ResponderExcluir
  21. Prezada Joelma,

    É muito difícil sensibilidade causar dores fortes. Como são suas dores? Contínuas ou tem quer ter algum estímulo para doer, tipo água gelada? O que o 2º dentista sugeriu para o tratamento?

    Converse com seu dentista. Independente da causa, o incômodo deve ser tratado.

    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  22. Boa tarde Dr. Wilson,

    Bom gostaria de saber sua opinião sobre meu problema pois está incomodando um pouco e perdi a confiança nos odontologistas e ortodontistas da região em que vivo. Usei aparelho ortodôntico por 4 anos e meio, neste período o orto me convenceu a extrair os 4 primeiros pré-molares. Após um tempo comecei a não ver um resultado satisfatório nos meus dentes e a mudança da minha face me desagradou, procurei outro orto e nas radiografias mostraram reabsorções nos 4 incisivos inferiores, sendo os centrais os mais afetados tanto que o orto recomendou canais nos 2 incisivos centrais.. Pedi a opinião de mais 4 profissionais e como diziam que os dentes já estavam em início de morte pulpar terminei por fazer o tratamento endodôntico. Por fim ao longo dos 5 meses após o tratamento de canal houve retração gengival por trás dos dentes com tratamento e sinto um dos dentes dolorido na parte de baixo, tem dias que só incomoda se eu tocar na parte dolorida, mas às vezes dói como se estivesse inflamado então uso apenas o que ele me receitou, que é Gingilone e tomo Ibuprofeno.. Queria saber se é normal estar sentido isso, ou se há algo mais pois já retirei duas periapical (radiografia) e não deu nada, somente a leve inflamação que já tinha....

    ResponderExcluir
  23. Olá Lulinha.

    Muitas dúvidas. Vamos por partes:

    1 - De onde você é?

    2 - A extração de pré-molares (PM) é indicada em vários casos e, em boa parte deles, há alteração no perfil facial do cliente, porém, antes da extração, há um diálogo entre o dentista e cliente, para que ambos estejam de acordo com o tratamento e com os risco de extração, como por ex., o não agrado com o resultado final;

    3 - A reabsorção radicular pode sim existir no tratamento ortodôntico (aparelho), havendo a possibilidade de findar em tratamento de canal, em alguns casos. Difícil dizer qual a causa da morte pulpar sem antes um exame clínico e análise de sua documentação anterior, se há restaurações nestes dentes, lesões, etc. Aliás, os incisivos comprometidos são os superiores ou inferiores? É mais comum nos inferiores, pois as raízes são mais delgadas;

    4 - Estas medicações que está usando já deveriam resolver o problema, visto que há vários tipos de medicamentos envolvidos;

    5 - Se o tratamento endodôntico foi realizado em polpa morta e com lesão (pergunte ao dentista), recomenda-se um período de 6 meses a 2 anos para exercer qualquer força decorrente de tratamento endodôntico.

    6 - Procure saber se há algum especialista em canal ou se há alguma faculdade perto da sua região, para que seu tratamento seja acompanhado por várias disciplinas.

    Boa sorte no seu caso.

    ResponderExcluir
  24. Olá Dr. Wilson,

    Muito obrigado pela rápida resposta e pela atenção dispensada, mas vamos lá..

    1- Sou Recifense, mas atualmente moro em Garanhuns-PE.

    2- O orto nunca me avisou sobre a mudança facial e também tinha me informado que puxaria os molares para frente para que não houvesse mudança no meu perfil.

    3- A reabsorção conforme avaliação de outros ortos foi causado por excesso de força na manutenção de aparelho, após procurar mais a respeito do meu problema descobri outras pessoas com o mesmo problema causado pelo mesmo "profissional". Os incisivos comprometidos são os inferiores.

    4- As medicações fazem sumir os problemas, mas as vezes some apenas por algumas horas tendo que voltar a tomar os medicamentos.

    5- O tratamento endodôntico foi realizado no dente ainda vivo, porém já com a sensibilidade bastante alterada, segundo o dentista já estava em fase de necrose e que uma das coisas para ter mais certeza foi que ao abrir o dente praticamente não saiu sangue. Havia e há ainda uma pequena lesão abaixo da raiz do incisivo inferior central esquerdo (tirei um periapical há uma semana), mas antes do tratamento ortodôntico meus dentes estavam perfeitos, sem restaurações, lesões, etc... Totalmente saudáveis..

    Aqui não há faculdade nessa área, os profissionais nunca dizem quando "aquele" dentista é um mau profissional. A tal da ética profissional só prejudica o paciente. Por aqui o que mais tem é o dentista mercenário, se forma apenas visando o dinheiro e a saúde bucal em segundo plano, cheguei a ir a um que removeu todo o aparelho dos meus dentes e me cobrou um novo, o resultado foi que eu não conseguia mais fechar a boca sem bater nos brackets tive até febre de tanto que incomodou.
    Depois de muito rodar e ler em sites especializados sobre meu problema achei este dentista que fez os canais, mas que antes me encaminhou para uma orto que atende aí em Recife e aqui apenas 2 vezes por semana, confiei nela no momento que ela olhou meu caso e disse que não deveria estar de aparelho pois só iria piorar. Foi removido totalmente o aparelho, brackets, bandas e fios. Fiz os canais mas até agora não notei melhora, segundo o dentista ainda estou com a inflamação abaixo do dente e que tenho movimentação grau 1 nos incisivos inferiores centrais, sem falar que ainda estou com espaços nos locais onde foram retirados os prés.

    ResponderExcluir
  25. Prezado Lulinha, vamos lá de novo:

    1 - A mecânica de movimentar molares tem suas repercussões na questão óssea e nas raízes dos dentes que servirão de ancoragem, ainda mais no seu caso, que foi realizado a movimentação inversa (pelo que entendi), utilizando os dentes anteriores como ancoragem. Você chegou a usar algum mini implante?

    2 - Se seu dente estava "vivo", mesmo com a polpa dental liquefeita e com pouco sangramento, é comum sim ter uma sensibilidade pós-tratamento, que regride com o passar do tempo, se o seu tratamento foi recente. Imagine que, um braço quebrado é imobilizado, facilitando sua reparação, o que não pode ocorrer em um dente, visto que ele estará sempre exposto a estímulos mastigatórios, motivo pelo qual a reparação é mais lenta;

    3 - Comparar seu tratamento com outros pacientes não puniria o profissional, visto que cada caso é um caso;

    4 - Se o dente já estava com um início de lesão, é contra-indicado promover os dentes a forças ortodônticas;

    5 - A ética existirá sempre em qualquer profissão. Até mesmo porque falar mal do outro colega de profissão não irá resolver o problema. Da mesma maneira, também há maus profissionais como em qualquer profissão. Para você ter uma ideia, aqui em Recife, o que mais tem é charlatão dizendo que é dentista colocando aparelho. Por mais que se denuncie, isso sempre existirá;

    6 - Quanto aos espaços nos pré-molares, converse com a dentista que realizou seu canal para ver se há possibilidade de fechar o espaço com resina. Dependendo do espaço, esteticamente não ficaria legal estar com o dentão, então fecha-se no máximo possível, desde que fique aceitável esteticamente.

    7 - Se o seu problema era com o aparelho, acredito que já esteja resolvido e amenizado. Quanto ao canal, não se preocupe que logo logo estará reparado e sem dor.

    Boa sorte e qualquer coisa estou por aqui.

    ResponderExcluir
  26. Sem querer ser chato, mas queria fazer mais umas perguntas. Se esses dentes melhorarem eu poderei usar aparelho para corrigir os espaços? E movimentação poderia levar a perda dos mesmos?

    Desde já te agradeço Dr. Wilson

    ResponderExcluir
  27. Prezado,

    Sim, com a saúde dental em bom estado, você poderia usar aparelho sem problemas e fechar o espaço, sem haver prejuízos à dentição.

    ResponderExcluir
  28. Oi Dr Wilson
    comecei um canal no meu dente segundo molar inferior, ah 1 ano,e nao pude terminar, fiz algumas sessões,mais ai nao pude continuarr, e a dentista colocou uma macinha branca, qe saiu ah alguns dias , nao sinto mais nenhuma dor, as vezes coloco algodao para tapar e proteger de sugeiras e tiro logo pa escovar, qeria saber se eu posso rancar esse dente, sem voltar na dentista qe iniciou o tratamento, pq foi em outra cidade ,queria sua ajuda pra saber oqe posso fazer pra me ajudar !

    ResponderExcluir
  29. Prezada,

    O dente aberto propicia um ambiente muito favorável ao desenvolvimento de infecções que podem levar a problemas sérios que incluem perder o dente ou desenvolvimento de um abscesso mais sério, que poderá ter uma intervenção hospitalar.

    Independente do profissional que escolherás, procure um dentista o mais rápido possível para a conclusão do canal, sem ter que extraí-lo.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  30. mais se eu quizer extrair sem terminar o canal , eu posso ?

    ResponderExcluir
  31. Prezada,

    Será uma decisão sua e do profissional que está te tratando.

    Converse com ele sobre esta possibilidade

    Abraço.

    ResponderExcluir
  32. Estou aqui só pra ajudar eu tratei o canal de meu dente e mesmo depois de 1 ano ele continuava a doer depois de muitas idas e vindas de dentistas e muitos remédios descobri que minha dor vinha de uma parta da gengiva que estava inflamadinha e se retraiu expondo parte inferior do dente,comprei Cariax para gengivas (enchagatório bucal)e sumiu,espero poder ter ajudado alguem.

    ResponderExcluir
  33. Prezada Viviane,

    O dente tratado endodonticamente apresetará ausência de sensibilidade a qualquer agente, visto que há ausência de vitalidade pulpar.

    O cariax tem na sua composição a clorexidine, que com o uso prolongado pode causar perda do paladar a manchas na superfície do esmalte dentário. A sua dor deve ter diminuído pela ação do flúor no enxaguatório, mesmo que ele tenha uma quantidade muito pequena.

    Procure investigar qual a causa da sua dor.

    abraço.

    ResponderExcluir
  34. Prezado Dr. Wilson;
    Ontem fui a dentista e ela me disse que precisava trocar uma resina que estava com infiltração no pré-molar superior( detalhe é que eu não estava sentindo dor nenhuma). Tudo corria bem, até que ela foi obturar.Ela fez uma ataque ácido depois, segundo ela um "forramento" com um produto através de um cotonete e ia apertando contra o dente. Nesse momento senti uma dor muito intensa. Ela disse que era porque a dentina estava exposta e que tem termionações nervosas, mas fiquei com medo dela ter pego o nervo. Ela me mostrou o rx e realmente parecia ainda distante, mas fique com bastante receio. É assim mesmo?Ontem ficou bem dolorido, e hoje preaticamente não sinto nada, apenas umas leves fisgadinhas bem esporádicas.E mais uma pergunta, devo deixar mexerem em dentes que não apresentam dor alguma? Muito obrigada.Giuliana

    ResponderExcluir
  35. Prezada Giuliana,

    Durante o preparo em resina é utilizado um material conhecido como "adesivo dentinário", que, em contato com a dentista exposta, provoca dores leves a moderadas, porém que cessam logo após alguns minutos.

    É comum ocorrer dor pós-operatória durante 15 dias, sendo mais intensa nos três primeiros dias, regridindo gradativamente. Tanto é que você praticamente não sente mais dor hoje.

    É sempre aconselhável visitas rotineiras ao dentista, justamente para identificar focos iniciais de cárie, para que estes não provoquem futuras dores.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  36. Prezado Dr Wilson;
    Mais uma dúvida ( acho que estou ficando louca com meus dentes...).
    A minha dentista trocou uma restauração em um dente da frente, mas segundo ela a cavidade era "sub gengival". Ocorre que de uns tempos para cá ( isso deve ter uns 4 meses) a minha gengiva tem sangrado e ficado um pouco dolorida. O que pode ser?E o que fazer?
    Outra coisa, todos os meus molares e pre molares superiores do lado esquerdo ( à exceção do siso que tratei uma pequena cárie há uns 3 meses)t~em tratamendo endodôntico. Mesmo assim de uns tempos para cá eventualmente sinto umas pontadas ( não sei especificar em que dente) que passam em seguida. O que pode ser isso? A minha dentista até já realizou o teste de vitalidade nesses dentes e nada....Muito obrigada mesmo por sua ajuda.

    ResponderExcluir
  37. Prezada,

    Em ambos os casos, há necessidade de avaliação clínica. A dentista poderá avaliar se na restauração anterior, há quadro de gengivite ou alguma falha na restauração que pode justificar o quadro. Acontece, em algumas situações, fratura da restauração, ficando uma "ponta", que traumatiza o tecido gengival.

    Em relação aos molares, somente a avaliação clínica associada a exames complementare (rx por ex.) podem ajudar no diagnóstico.

    Boa páscoa!

    ResponderExcluir
  38. Oi Dr.
    Eu já fiz rx dente por dente e nada. Essas pontadas ocorrem em algum caso específico em odontologia? Pode ser por bruxismo por exemplo?
    Obrigada. E boa páscoa

    ResponderExcluir
  39. Prezada,

    Várias situações podem ser encontradas dores agudas ocasionais (cárie, sensibilidade dentinária, contaminação do canal, etc.).

    A radiografia panorâmica pode ser utlizada para ver áreas que a radiografia periapical (que você bateu) não abrangem.

    Enfim, torna-se mister a avaliação clínica (pelo dentista) para até mesmo ter uma hipótese diagnóstica.

    Converse com seu dentista sobre o assunto. Se as dores ainda persistem, deve-se investigar a causa.

    Boa sorte e feliz páscoa.

    ResponderExcluir
  40. Dr. Wilson bom dia, há uns meses atrás fiz algumas perguntas a respeito do meu caso e agora volto para incomodar novamente. Fiz dois canais (incisivos centrais inferiores) na época e troquei duas restaurações. Nos canais um dente está bom, mas não consigo ainda destrinchar alimentos, tipo comer um sanduíche com esses dentes é inflamação na certa, o incisivo esquerdo às vezes passa dias sem me dar problema e às vezes passa dias incomodando, na verdade não é o dente e sim a gengiva embaixo do mesmo que vive inchada, tomo sempre Ibuprofeno de 600 e passo Gingilone os dois juntos com uso de 3x no dia alivia e passo mais uns dias sem problema.
    Fiz uma radiografia um tempo atrás e não foi achado nada de errado, o dentista acha que é uma reação do meu organismo ao material utilizado no canal, mas por que só aconteceu isso em um dente?
    Nos dentes em que fiz a troca de restaurações (1º molar inferior direito e 1º molar superior esquerdo) ficou mais sensível, é normal isso? Foi substituída a amálgama por resina e os dentes agora tem uma certa sensibilidade a doces em geral, mas principalmente chocolate.

    Desde já agradeço muito sua atenção...

    ResponderExcluir
  41. Prezado Dr.;
    A minha dentista identificou um abcesso, segundo ela pequeno e cronico em um molar superior. Viajo para fora do pais daqui a uma semana e fiquei com medo de sentir dor já que as vezes sinto umas pontadas. Ela me disse que o avião não pode nesse caso desencadear dor ( ela disse que o avião só desencadea dor em caso de pulpite e esse meu dente já foi tratado canal, mas precisa retratar) e que como fico pouco tempo fora (5 dias) podemos fazer o tratamento na volta. O senhor concorda com isso? Acha que posso viajar tranquila? Seria bom eu tomar por alguns dias antes da viagem o Celebra? Obrigada pela ajuda.Ah, mas uma dúvida, hoje quando eu estava na academia senti uma pressão no ouvido esquerdo ( do mesmo lado do dente) pode ter alguma correlação?Obrigada, Natasha

    ResponderExcluir
  42. Prezada Natasha,

    Em 1º lugar,qual é o dente em questão?

    Celebra é uma medicação muito forte para o seu caso, pelo que vejo.

    Informe qual é o dente.

    Aguardo contato

    ResponderExcluir
  43. Oi Dr. Como eu disse é um molar superior. O Antepenúltimo dente ( contando com o siso) na parte duperior.Obrigada Natasha

    ResponderExcluir
  44. Prezada,

    Se já foi realizado o tratamento de urgência, não há problemas, desde que o tratamento não demore muito a começar. No seu caso, o tempo de início é pequeno, então, com grande chance você não terá problemas.

    Em relação à pressão no ouvido, há necessidade de uma investigação deste desconforto para estabelecer uma correlação. Porém, geralmente, os reflexos no aparelho auditivo de origem dentária são causados por dentes inferiores.

    Converse com sua dentista sobre o assunto e medicações que pode tomar em caso de dor.

    ResponderExcluir
  45. Só uma informação, esse dente foi tratado canal há cerca de 10 anos.
    E quanto ao avião, realmente não interfere nesse tipo de problema ( abcesso)?
    Eu tinha pensado em tomar o Celebra como medicação preventiva e não em caso de dor, não é assim que funciona?
    Muito obrigada e parabens pelo se blog. Natasha

    ResponderExcluir
  46. Fiquei sem entender. Qual o intuito do celebra, uma medicação muito forte, paa prevenção de que?

    O abscesso crônico tem como característica ausência de dor. E a pressurização de vôo só te causaria alguma dor se sua polpa estivesse viva, o que não é o seu caso, já que este dente já tem canal tratado.

    10 anos de canal tratado? Se incomodaria se eu perguntasse sua idade?

    AGuardo contato.

    ResponderExcluir
  47. Como eu disse doutor, eu sinto algumas pontadas nesse lado esquerdo e a minha dentista disse que possivelmente pode ser desse abcesso. Ela diz que ainda não está inflamado porque não há inchaço nem dor ao mastigar, mas esse dente parece mais frágil ( sensivel ao toque) que os demais, então pensei que caso houvesse um inicio de inflamação o celebra já cortaria e eu não teria nenhum risco de dor no avião.
    Eu tenho 37 anos, fiz esse canal com uns 28 anos mais ou menos.Obrigada.

    ResponderExcluir
  48. Prezada,

    Há necessida de avaliação clínica até mesmo para sugerir uma hipótese diagnóstica.

    Tente conversar com seu dentista sobre o assunto. Exames complementares como Rx panorâmico podem ajudar no diagnóstico. A consulta pelo dentista torna-se fundamental neste momento para resolução do problema.

    Boa sorte e mantenha-me informado.

    ResponderExcluir
  49. Prezado Lulinha,

    Fica impossível identificar o problema sem um exame clínico. Diversos os problemas que podem causar incômodo, que vão desde a necessidade de retratamento endodôntico à análise do osso ao redor do seu dente, que pode estar contaminado com algum tártaro subgengival, o que pode estar causando o "inchaço" na gengiva.

    As medicações que estás utilizando servirão apenas como paliativo, visto que a causa não foi tratada.

    Dores inerentes a alimentos doces geralmente estão relacionadas à exposição da dentina. COnverse com seu dentista que ele resolverá isso facilmente.

    Boa sorte

    ResponderExcluir
  50. Boa tarde!

    A alguns meses quebrei o segundo molar inferior e comecei a tratar de canal. A dor passou, mas ainda faltam duas sessões, porém a gengiva do dente do siso (este virou para dentro e não nasce) está entrando no dente na parte quebrada e estás sensível, incomodando e causando dores no pescoço e na amígdala. Estou preocupada pois a dentista está demorando para terminar o canal e estou com medo da gengiva entrar inteiramente no dente. O que devo fazer?

    Paula

    ResponderExcluir
  51. Ola Dr Wilson, primeiramente parabens pelo blog e pela sua atencao com todos aqui.
    Ha 1 ano atras eu comecei a sentir uma dor de dente insuportavel (coisa q nunca havia sentido antes), ignorei e virou dor de cabeca diaria. Fui ao dentista e ela falou q teria q realizar um tratamento de canal no pre-molar, eu tremi na cadeira pq moro no exterior e aqui eh extremamente caro! Na primeira sessao ela retirou a polpa o q me deu um alivio imediato da dor e me falou q seriam necessarias mais 3 sessoes para finalizar.
    Nesta sessao ela fechou o buraco com o curativo padrao, eu nunca mais voltei para finalizar (por $$). Agora 1 ano depois o curativo caiu so q eu o "encaxei" de volta vamos assim dizer, nao sinto dor alguma mas qdo aperto a gengiva na regiao do dente sinto como se estivesse adomercido (q nem a sensacao qdo adormece o pe por exemplo) e as vezes ocorre um pequeno sangramento na regiao.
    Tenho medo de voltar ao dentista e ela falar q vai ter q arrancar o dente (coisa q eu nao faco de forma alguma), o q o senhor acha? O q pode acontecer se um canal nao eh finalizado?

    Obrigada

    ResponderExcluir
  52. Prezada Paula,

    Por qual motivo o canal está demorando tanto?

    Procure seu dentista para que o mesmo termine o canal o quanto antes para evitar que as dores continuem ou exarcebem.

    Quanto à gengiva, um simples corte na mesma resolverá o problema.

    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  53. Prezado SIlgoes,

    O que pode acontecer é a inflamação e/ou infeccão aumentar e ocasionar a perda do dente, o que te traria enormes impactos funcionais, estéticos e financeiros, visto que o pré-molar aparece quando você sorrir.

    Em que país você está?

    Abraço!

    ResponderExcluir
  54. Bom dia Dr.Wilson

    No começo de janeiro deste ano comecei a sentir muitas dores de dente, mas na ocasiao estava grafida de seis meses, fui ao um dentista, que abriu meu dente e retirou a polpa, ficando entao aberto meu dente com uma proteção de algodao que eu mesma colocava. Nesse mesmo periodo acabei perdendo meu bebe, e comecei a fazer o canal ( desde fevereiro), como tenho atm, muito forte as sessoes as vezes era interronpidas devidas as fortes dores. Resumindo, meu dente hoje esta aberto pois qd estava com o curativo doia muitooooo, mas agora doi mais ainda, nao aguento mais de dor, é dor 24 horasm estou a base de buscopan, e a dor parece que irradia para os outros dentes, hj percebi uma dor forte no quarto dente a frente, doi meu maxilar, meu ouvido minha cabeça, o meu dentista é ruim ou esse sofrimento pode ter uma outra causa? o dente relatado acima é o 36.
    Obrigado
    Thuany

    ResponderExcluir
  55. Prezada,

    Lamento sua perda.

    Sendo direto e objetivo, o término do canal cessaria as dores. O fato do dente estar aberto é uma opção muito pessoal e depende do caso. Particularmente não gosto. Prefiro fechar.

    A DTM dificulta mas não inviabiliza o tratamento.

    O dente aberto facilita a entrada de alimentos no interior do canal, mantendo-o sempre contaminado. Além disso, o dente fica "oco", o que diminui bastante sua resistência. Em casos de abscesso, pode-se deixar o dente aberto para drenar a secreção, mas prefere-se hoje em dia fechar o dente.

    A dor irradiada é um achado comum, infelizmente.A dor somente cessará com o término do canal.

    Boa sorte no tratamento

    ResponderExcluir
  56. Olá DR.Wilson

    estou apavorado com o tratamento de canal,a mais ou menos 2 anos meu dente doeu pela primeira vez,uma dor insuportável de chorar,então fiz a restauração que logo após doeu mais ainda que antes,cerca de um ano atrás a resina da restauração saiu,então fui imediatamenta no dentista,hj o dente está restaurado,mas recentemente notei que está saindo pus na gengiva oque me deixou preocupado logo deduzi que precisará fazer canal estou estranhando uma coisa:pq o dente n está doendo?não senti absolutamente nada será que vou realmente ter que fazer canal ou pode ser outra coisa.

    abraço

    ResponderExcluir
  57. Prezado,

    O dente não está doendo porque, pelo que vejo, desenvolveu-se POSSIVELMENTE um abscesso crônico, que tem como característica não ter sintomatologia dolorosa.

    O problema é que, se já está na gengiva, PODE ter ocorrido comunicação do dente com o meio externo, isto é, a infecção da raiz dentária destruiu o osso e se exteriorizou.

    Mas nada que um simples tratamento de canal não resolva. Só não demore a procurar.

    ResponderExcluir
  58. Dr.wilson

    tenho algumas duvidas em relação ao abcesso:

    1-tenho que tomar antibiótico antes de fazer o tratamento de canal?

    2-devido a este abcesso corro risco da anestesia não pegar?

    3-com o aparecimento do abcesso significa que a polpa está morta?isso é bom ou ruim,pelo que andei lendo na internet com a polpa morta,muitas vezes não precisa de anestesia.

    abraço!

    ResponderExcluir
  59. Prezado,

    Todas estas dúvidas tem necessidade de avaliação clínica para guiar um correto tratamento. Já voltou ao dentista para discutir o assunto?

    Abraço.

    ResponderExcluir
  60. DR.Wilson

    na verdade o meu dentista não faz tratamento de canal,estou com dificuldades para encontrar um especialista em endodontia,você me aconselha fazer com um dentista que não seja especialista nesta area?

    abraço!

    ResponderExcluir
  61. De preferência prezado!

    Boa sorte e não postergue.

    ResponderExcluir
  62. Olá doutor Wilson Correia

    tive um carie mais profura no dente da frente(o primeiro dente) da parte de cima
    passei a sentir dor e a minha gengiva ficou muito dolorida perto ao dente
    então a dentista me indicou o tratamento edodontico...
    realizei-o porem quando ela abriu o nervo ja estava necrosado e ela me pediu q ficasse 3 semanas com o curativo
    porém estou com medo de esse tempo prolongado do curativo aumente as chances do meu dente escurecer, afinal...é logo o dente da frente, sorriu, apareceu...nao te como esconder
    qual a sua opinião doutor?
    o meu medo é o dente ficar preto ou amarelo
    agradeço desde já sua atenção
    e PARABENS pelo site...é ótimo e o senhor é muito atencioso
    obrigada
    AMANDA

    ResponderExcluir
  63. Amanda,

    O curativo em questão tem como objetivo eliminar as bactérias que estão no interior do seu dente.

    Esta medicação não altera a cor do dente, pode ficar tranquila.

    Boa sorte no tratamento e agradeço os elogios!

    ResponderExcluir
  64. bom dia DR Wilson excelente site

    bom meu dentista disse que o nervo do meu dente está morto e vou ter que fazer canal,ele informou que não vai precisar de anestesia,isso é normal?não vou sentir nehuma dor mesmo,estou com muito medo!!

    obrigado
    Fabiano

    ResponderExcluir
  65. Prezado Fabiano,

    Desde já agradeço o elogio.

    Toericamente, no comprimento da raiz, como a polpa está necrosada, não haveria dor, porém, durante a instrumentação, a lima pode ultrapassar o comprimento do dente (situação normal) e causar incômodo. Eu prefiro anestesiar justamente por isso, mas a conduta varia de profissional para profissional.

    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  66. Obrigada doutor pela atenção!
    fiquei mais tranquila...

    agora só mais uma pergunta(haha, desculpa...não da pra resistir)
    caso o dente fique escuro ou amarelo após o tratamento do canal e após algum tempo... que tratamentos estéticos o senhor me indica?
    é uma pena o senhor ter um consultório tao longe de onde eu moro...

    obrigada
    AMANDA

    ResponderExcluir
  67. Amanda,

    Em boa parte dos casos, o clareamento interno resolve o problema. Dá uma olhada no post de clareamento para entender melhor.

    Boa sorte e mais uma vez obrigado pelo elogio.

    ResponderExcluir
  68. Oi doutor Wilson
    realizei um procedimento de canal no dente proximo ao canino na parte superior da boca
    antes do procedimento a gengiva estava bastante dolorida.
    após o procedimento -3 dias- a gengiva continuava dolorida e eu percebi que ela estava com um inchaço(só é perceptivo quando se passa a lingua) e esse inchaço não é proximo ao dente
    comentei com o meu dentista e ele me indicou tomar amoxilina por 7 dias , de 500 mg de 8 em 8 hrs
    queria saber a sua opinião doutor.
    pois nunca vi esses casos de gengiva inchada e dolorida
    e acho que é muito antibiótico pra uma causa pequena
    oque você acha?
    parabens pelo site,é ótimo!

    ResponderExcluir
  69. Prezada Cláudia,

    Alguns casos de tratamento endodôntico, principalmente no início, podem ocorrer formações de abscessos, em especial quando há demora no término do canal, independente do motivo.

    Não estou dizendo que é seu caso, até mesmo porque não vi clinicamente, apenas citei um exemplo para a situação.

    Associação de tratamento endodôntico e antibióticos são frequentes na Odontologia. O antibiótico (amoxilina) é o de primeira escolha na maioria dos casos.

    Fique tranquila e boa sorte no tratamento.

    ResponderExcluir
  70. boa noite doutor

    obrigada pela resposta
    mais esses abscessos desaparecem sozinhos?
    oque devo fazer?
    eu acho q eh um abscesso pelo oque ja andei procurando na internet
    obrigada

    ResponderExcluir
  71. Prezada,

    Não desaparecem sozinhos.

    Converse com seu dentista sobre o assunto, para um melhor diagnóstico e tratamento.

    Boa sorte no tratamento!

    ResponderExcluir
  72. Olá Dr Wilson, parabéns pelo blog, preferi fazer a pergunta do que ir a outro dentista, porque o meu dente tratado ainsa esta com curativo, tive uma cárie tratada que doia muito e minha dentista resolveu pelo canal, fiz em 2 dias o canal, período de tres dias, porém desde lá meu dente dói, não é uma dor forte, é uma sensibilidade que aparece aso aocrdar, as vezes quando mordo e quando escovo os dentes, já voltei lá, ela fez rx e até chegou a abrir o dente, por isso esra com o curativo, já tomei remédio, enfim não parece melhorar nada, não tinha inflamação, segundo ela esta perfeito, porém não melhora, as vezes não sinto nada, mais é so moreder alguma coisa que ele dói por uns minutinhos e para, lembrando ao toque, dói somente ao toque, segundo ela, a unica coisa que tem que fazer é esperar, esperar pra que ele melhore, pois trata de sensibilidade, ela disse não ter mesmo o que fazer, porque não tem motivo dessa sensibilidade eixstir, faz uns 3 meses que tratei o canal, que abri e verificou se tava bem emsmo tem um mes, é esperar mesmo, ou pode ter algum probelma que ela desconhece?

    Super obrigada!!

    ResponderExcluir
  73. Prezada,

    Qual foi o dente que foi realizado canal?

    ResponderExcluir
  74. Olá, não sei o nome do dente, porém do lado direito na arcada inferior, terceiro dente de trás p frente, porém exite um siso, seria um segundo sem o siso.

    Obrigada

    ResponderExcluir
  75. Prezada,

    Dependendo da condição da polpa dentária, é necessário um tempo para cicatrização, que dura pouco tempo geralmente. Não notou nenhuma melhora ou diminuição do incômodo com o passar do tempo?

    ResponderExcluir
  76. Sim, senti sim uma melhora, porém quando acho que parou de vez ele volta aficar sensível, qual seria o tempo "máximo" que julga normal pra que eu espere e esteja normal, quando é que devo me preocupar?

    Super Obrigada!! Vânia

    ResponderExcluir
  77. Vânia,

    Não há um tempo limite. Se o seu caso apresentou uma melhora significante com o tempo, você, mesmo com uma certa demora, ainda está dentro da normalidade.

    Porém, se passarem meses e nada, procure a dentista que tratou seu canal para reavaliação.

    Boa sorte no seu caso.

    ResponderExcluir
  78. Obrigada pela disponibilidade!!

    ResponderExcluir
  79. Dr Wilson, por favor preciso de uma orientacao sua. Ha um mes atras senti, durante uma semana, muitas dores no dente superior do lado direito antes do ultimo dente. E como eu estava de ferias numa outra cidade, eu entrei na primeira clinica que vi na minha frente. O dentista avaliou e me disse que ele iria comecar um canal e que essas dores que eu estava sentindo seria talvez de uma pressao no dente mas que ele precisaria ver com mais detalhes. Entao ele fez um RX do dente e confirmou que eu precisaria fazer um canal, mas que ele iria fazer naquele momento somente a abertura do canal ( curativo ) e quando eu chegasse na minha cidade eu deveria terminar. Entao ele aplicou-me anestesia e comecou a furar meu dente. No final ele disse que tinha uma boa noticia, me disse que a raiz do meu dente estava viva. Eu nunca havia feito um canal na minha vida. Sai de la e meu dente ja nao doia mais. Ele recomendou anti-inflamatorios tambem. Depois de um mes, hoje, fui ao dentista da minha cidade e ela analisou bem meus dentes e ficou espantada. Ela disse que meus dentes sao perfeitos, nao sao cariados e nao necessitavam de canal. Ela tirou RX do dente que o dentista de outra cidade comecou o canal, e ela me confirmou que o dentista nao deveria ter feito isso, pois meu dente estava bom. E o meu problema nao sao nos dentes, mas sim na gengiva, pois eu tenho periodontite e que eu preciso tratar. Agora eu so posso continuar o canal que este primeiro dentista fez depois que eu o tratamento com o periodonto for concluido para que nao haja infeccao de bacterias no meu futuro canal. A minha pergunta 'e a seguinte. Esse primeiro dentista que furou meu dente sem necessidade estava certo em iniciar um canal ( furar meu dente. Ele nao tirou a polpa )? Pois meu dente estava bom, assim como todos meus dentes da minha boca. As dores passaram mas agora esta dentista tera que fazer o canal num dente bom que nem precisaria de canal. Eu posso processar esse dentista? Por favor, me responda. Eu agradeceria muito.
    Alexsandra ( Sao Luis -MA )

    ResponderExcluir
  80. Prezada Alexsandra,

    Atendimentos de urgências fazem parte do cotidiano do dentista. Os exames radiográficos são fundamentais para o auxílio do diagnóstico e tratamento.

    Por se tratar de algo rotineiro, comum e muito simples, acho dificílimo que o 1º dentista tenha se equivocado, até mesmo porque ele tem o exame radiográfico em mãos para comprovar a necessidade do procedimento.

    Já que você adquiriu mais confiança em outro profissional, continue o tratamento com ele sem problemas e viva normalmente!

    Boa sorte no tratamento!

    ResponderExcluir
  81. Muito obrigada pela sua resposta.

    ResponderExcluir
  82. Dr. Wilson, Fiz um tratamento de canal faz uma semana e o dentista fez o canal em apenas uma consulta e já fechou o canal, foi na quinta feira passada e no final de semana tive que ir em uma emergencia pois meu dente começou a doer muito e minha boca começou a inchar. O dentista da emergencia aplicou uma anestesia na minha boca que chegou a adormecer minha orelha e meu olho, essa anestesia na maior parte do local passou mas ficou um pouco adormecido, voltei ao meu dentista na segunda e ele viu o quanto inchado estava minha boca e abriu o canal (desobristruiu) o canal que ele tinha feito e novamente aplicou anestesia. Hoje já depois de uma semana o inchaço ainda não passou e sinto a regiao toda adormecida, como se a anestesia não tivesse passado ainda. Isso é normal? Não sinto uma parte da minha boca e o dentista falou que tenho que esperar desinchar tudo so assim passaria a dormência, mas ja fazem 5 dias que estou com o efeito da anestesia.

    ResponderExcluir
  83. Prezado,

    Qual foi o dente que foi realizado o canal e os outros procedimentos?

    Complicações no tratamento endodôntico podem ocorrer, embora sejam incomuns. Inflamações e/ou infecções bem como lesões nervosas (no seu caso, dormências por tempo indeterminado) podem acontecer, e muitas vezes não estão inerentes ao profissional.

    Medicações podem ser receitadas para minorar ou resolver seu problema. Um diagnótico, ainda mais no seu caso, fica impossível de ser feito sem um exame clínico.

    ResponderExcluir
  84. Dr. Wilson
    Está a fazer agora 2 semanas que iniciei a 1.ªsessão de um tratamento canal num molar,e estou com dores. Este tratamento levará 3 sessões para colocação de coroa no respectivo dente. a 2.ª sessão já está marcada para o final do mês de Novembro.
    Mas com as dores que tenho já é a 2.ª vez que me dirigi ao consultório (depois da 1.ª sessão) para expor a situação e fui vista pela médica que disse que ir tomando paracetamol de 8 em 8 horas até ao próxima sessão, ela colocou um liquido lá para dentro e colocou uma massa provisória.
    Estou preocupada porque mudei de médica e onde ia anteriormente o médico tinha dito que tinha uma possivel fissura ou fractura neste dente e não sabia se seria possível fazer tratamento canal. A verdade é que mudei de médico (por questões financeiras) e inicei logo o tratamento canal com outra médica mas ela nem fez rx nem nada para confirmar a situação exposta pelo outro médico.
    É possível fazer tratamento canal mesmo com fissura ou fratura no dente?
    É possivel fazer tratamento canal sem efectuar um rx para ver se é possivel?
    É normal após a 1.ª sessão de tratamento canal doer?
    Será que fiz mal em ter mudado de médico?

    ResponderExcluir
  85. Prezada,

    Seria interessante continuar com o mesmo dentista, já que ele conhecerá seu caso. Cada vez que muda de profissional, podem ocorrer mudanças no tratamento e, dependendo do caso, até no diagnóstico.

    Mas como a questão financeira pesou, você poderia tentar negociar com o profissional que te passou confiança para facilitar no pagamento.

    Dependendo da fissura, o tratmento endodôntico fica inviável. POde-se observar isto clinicamente, mas é interessante um Rx para melhor análise.

    Sim, é comum a dor do canal persistir, mas há medicações bem melhores que o paracetamol.

    Se informe com seu dentista sobre o assunto.

    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  86. Dr Wilson,
    fui ao dentista para saber como estava um canal que tinha feito no dente da frente ha alguns anos, e ele me pediu para fazer um raio x, para ver como estava. No raio x deu rarefação óssea pedindo que acompanhasse com outros raio x, para saber se a lesão aumentava ou diminuía. Isso quer dizer que tenho que refazer o canal? E se eu mudar a restauração do dente nesta condição dói?

    ResponderExcluir
  87. Prezado,

    A que tipo de técnica radiográfica você foi submetido? A panorâmica? Se for a panorâmica, um rx periapical (pequeno) é importante para visualizar detalhes que, muitas vezes, estão distorcidos no rx panorâmico.

    Caso tenha batido o periapical, o dentista pode acompanhar com radiografias mensais se houve diminuição ou crescimento da lesão. Se houve um aumento, talvez seja necessário refazer o canal.

    Converse com seu dentista sobre o assunto.

    ResponderExcluir
  88. Primeiro quero agradecer pelas respostas de grande valor!
    Agora vou lhe fazer mais uma pergunta. Feito um canal, dura por toda vida ou precisa ficar trocando?

    ResponderExcluir
  89. Dr, esqueceu de responder, se mudar a restauração do dente tratado com canal, mas com rarefação óssea causa alguma dor.

    ResponderExcluir
  90. Prezado,

    A durabilidade do canal, quando bem feito, dura muito tempo, muitas vezes o cliente não relata mais incômodo pela vida toda.

    Porém, outros fatores devem ser analisados para que o tratamento de canal tenha a duração desejada.

    ResponderExcluir
  91. Olá Dr.
    Quebrei um dente a alguns dias, ontem fui ao dentista e eele disse que teria que fazer tratamento de canal. Iniciei o tratamento ontem mesmo... e sai do consultório com um “curativo”. Ainda tenho a sensação de dormência, minha gengiva esta “esbranquiçada” e muito sensível. A próxima sessão está marcada para dia 21/11. No caso da gengiva isso é normal? O que devo fazer?

    ResponderExcluir
  92. Dr, no caso do dente tratado com canal e com rarefação óssea, para trocar a restauração ocasionará dor?

    ResponderExcluir
  93. Prezado,

    A troca da restauração não interfere na dor, mas sim o problema endodôntico.

    Converse com seu dentista sobre o assunto!

    ResponderExcluir
  94. Olá!
    estou um pouco preocupada porque começei a fazer um tratamento de canal ontem dia 16/11/2011 e de madrugada acordei com a garganta irritada de um líquido que a Dr(a) usa para irrigar os canais...e o dia inteiro estou sentindo como se estivesse saindo do meu dente e tem um gosto muito forte! O que poderá ser?o que devo fazer?

    ResponderExcluir
  95. Prezada Francele,

    Acidentalmente, o líquido utilizado para tratamento de canal pode ser ingerido, causando um incômodo chato, porém nada grave se a quatidade for muito pequena, o que geralmente é o caso.

    Caso esteja sentindo que o gosto vem do dente, procure seu dentista para resolver o problema!

    ResponderExcluir
  96. Dr.Wilson,quebrei um pedacinho do meu dente 47. dai começou a doer bastante, fui no dentista, ela abriu a antiga restauração que tinha no dente, fez um curativo! ficou feixado o buraco né, no outro dia acordeii com o rosto do lado do dente inchado, voltei la no dentista ela abriu o dente denovo e coloco um otro curativo diferente, me medicou um antibiotico e fazer uns 12 gargarejo por dia com agua morna, e nada de coisa quente por fora do rosto, no otro dia acordei com o rosto um pouco mais inchado! sabe me dizer oque pode ser, se vai diminuir o inchaço e como faz para diminuir? Obrigadoo Dr

    ResponderExcluir
  97. Prezado,

    A tendência é que o inchaço diminua, já que ela entrou com um antibiótico.

    Melhoras!

    ResponderExcluir
  98. Dr, nao querendo ser chato mai sendo jah, rsrs, porque causa esse inchaço?e esse boxexo com agua morna que a dentista me indicou é bom mesmo?

    ResponderExcluir
  99. Prezado,

    Foi apenas uma reação do organismo.

    O bochecho de água morna fará com que a drenagem do líquido inflamatório ocorra por dentro da boca, e não por fora, através de uma fístula extraoral (no seu rosto).

    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  100. Boa Noite Dr Wilson Correia, comecei a fazer tratamento de canal no meu molar esquedo ontem, quando voltei do dentista logo que começou a passar a nestesia começou a doer, eu sou fumante, fiquei nervosa e comecei a fumar nao tem problema, pode ocorrer algo?
    Boa Noite e Feliz Natal Pra vc e sua familia

    ResponderExcluir
  101. e posso tomar algos gelado? mesmo com inflamação ?

    ResponderExcluir
  102. Prezada Iara,

    Pouco provável que a dor tenha relação com o fumo. É comum sentir uma sensibilidade nas primeiras sessões, que cessam com medicações.

    Dependendo da condição da polpa, talvez você sinta incômodos a alimentos gelados.

    Converse com seu dentista sobre o assunto.

    Melhoras!

    ResponderExcluir
  103. Dr. Wilson
    Primeiramente parabéns pelo blog.
    Eu iniciei o tratamento (primeira sessão) de canal a alguns anos, mas adiei várias vezes, a 6 meses o curativo foi trocado, pois tinha caído. E infelizmente continuei cancelando as minhas sessões não chegando a fazer. A questão é que essa semana passei a sentir sensibilidade tanto ao frio quanto ao quente, e hoje estou sentindo uma dor bastante forte, ele lateja constantemente, não consigo encostar nem o dente da arcada superior sobre ele (o dente afetado é o 2º molar inferior) e nenhum medicamento faz efeito. O dentista já está marcado, porém gostaria de tirar uma dúvida. Tenho chance de perder meu dente????? O tratamento vai poder ser realizado normalmente???? Sentirei mais dor???

    Obrigada pela atenção.

    ResponderExcluir
  104. Prezada,

    Se o tratamento for realizado em tempo hábil, a dor irá cessar normalmente. Se a dor atrapalhar a continuidade do tratamento, medicações podem ser prescritas para alívio.

    Quanto ao fato de perder o dente, só um exame clínico poderá dizer.

    Boa sorte e melhoras!

    ResponderExcluir
  105. estou com dores no molar 46, e fui ao dentista ele abriu o cana e disse que estou com uma lesão e posso perder ou não dente, mas ele disse que me explicaria na proxima consulta, gostaria de saber sua opnião e desde ontem, sinto dor no estomago e estou vomitando,e como se tivesse algo intalano na garganta, sera que engoli um pouco daquele acido, e pode causar esses sintomas???como melhorar??

    ResponderExcluir
  106. Prezada,

    Para dizer se há possibilidade ou não de perda do dente, é necessária uma avaliação clínica.

    E existe sim a possibilidade de você ter ingerido o líquido utilizado no tratamento endodôntico (hipoclorito de sódio). Porém, quando isso ocorre, na maioria das vezes o mal estar passa por si só.

    Caso haja uma continuidade do problema, procure seu dentista.

    Melhoras!

    ResponderExcluir
  107. Bom dia Doutor!
    3 dias atras fiz um canal, ja havia indo dias antes na dentista por dor no dente molar, ela fez um curativo e falou que era canal. Voltei e ela mexeu no dente (superior esquerdo2ºmolar) falou que me passaria paracetamol por via das duvidas...Acontece que desde que passou o efeito da anestesia a dor não para nem com paracetamol, e eu tenho retorno com ela dia 13/02 pra finalizar o canal. To com medo de ter algo errado...seria possível?

    ResponderExcluir
  108. Prezada,

    Algumas vezes ocorre sintomalogia dolorosa durante o tratamento endodôntico, mas isso não significa que dará algum problema necessariamente.

    Converse com seu dentista para que te receite uma medicação mais forte!

    Melhoras!

    ResponderExcluir
  109. Caro Dr. Wilson!
    É comum o dente tratado rachar após algum tempo, isto é, há enfraquecimento do dente, ou o tratamento mal feito pode fazer a raiz ou até o dente rachar, causando a perda do dente?
    Obrigado

    ResponderExcluir
  110. Prezado,

    Não é comum o dente rachar.

    Procure o dentista para discutir o assunto, visto que será necessária uma avaliação clínica!

    boa sorte.

    ResponderExcluir
  111. Prezado Dr° Wilson
    Estou na quinta sessão de um tratamento de canal e percebi que meu dente rachou! Acredito que deve ter sido por causa da broca! Não sinto dor, mais tenho a sensação de dor, dor de cabeça e de ouvido que me incomodam! Será q a minha médica forçou demais meu dente, ou é normal rachar o dente durante tratamento de canal? O que vai acontecer com meu dente?

    ResponderExcluir
  112. Prezada,

    Impossível dizer o que pode ter ocorrido sem uma avaliação clínica. Pode ocorrer fraturas dentais no decorrer do tratamento, dependendo da estrutura dentária restante.

    Converse com seu dentista sobre o assunto.

    Melhoras!

    ResponderExcluir
  113. Prezado Dr Wilson, primeiramente queria agradecer pelo seu profissionalismo e pelo seu amor a profissão que aqui fica evidenciado; ajudando a leigos como nós, a tirarmos nossas dúvidas!
    Minha pergunta é a seguinte; estava na sexta sessão do tratamento de canal(pré-molar superior) e minha endo decidiu fechar(obturar) meu dente, mesmo eu alegando que estava sentindo dores de cabeça/ouvido moderadas e enjoativas, e vibrações com líquidos no dente que estava sendo tratado e nos que estavam ao seu redor; suportáveis mais que incomodam !E agora, depois de 2 dias, contínuo sentindo os mesmos sintomas. Estou tomando ibuprofeno por recomendação da dentista e mesmo assim as dores continuam.

    Perguntas:

    A dentista se precipitou em fechar meu canal, mesmo alegando que estava com dores..? pois a mesma justificou o fato do dente estar aberto as sensações de dores que estou tendo!

    Quando sentimos dores após o fechamento dos canais, significa que temos que retratá-lo? a medicação complementa o tratamento sem a necessidade de reabri-lo?

    Quais os danos que meu dente vai sofrer com o retratamento do canal, ele vai ficar mais fraco devido a segunda manipulação?

    Um tratamento de canal pode durar quanto tempo e quantas sessões?

    O dente só pode ser fechado, após o paciente não sentir mais nenhum tipo de dor?

    Porque algumas pessoas, na primeira sessão já não sentem mais dores e outras sofrem mais e continuam com as dores, como eu?

    Desde já agradeço a atenção e ficarei muita grata se tirar as minhas dúvidas!

    ResponderExcluir
  114. Prezada,

    Vou responder suas perguntas!

    A dentista se precipitou em fechar meu canal, mesmo alegando que estava com dores..? pois a mesma justificou o fato do dente estar aberto as sensações de dores que estou tendo!

    R - Realmente há possibilidade de dores nas regiões locais, contudo seria interessante investigar os sintomas, pois há uma chance de ser do dente mas remota. Já procurou um clínico ou otorrin para discutir o assunto?

    Quando sentimos dores após o fechamento dos canais, significa que temos que retratá-lo? a medicação complementa o tratamento sem a necessidade de reabri-lo?

    R - Pode ocorrer sim, embora seja menos frequente. Imagine um braço quebrado por ex. O médico imobiliza e com poucas semanas ele está bom! Mas o mesmo não ocorre com o dente, pois fica muito difícil remover os esforços mastigatórios sobre o mesmo, motivo pelo qual a cicatrização é mais lenta. Se a dor perdurar muito, o retratamento pode ser levado em consideração.

    Quais os danos que meu dente vai sofrer com o retratamento do canal, ele vai ficar mais fraco devido a segunda manipulação?

    R - Nenhum!

    Um tratamento de canal pode durar quanto tempo e quantas sessões?

    R - Cada caso é um caso. Há casos que só dura uma sessão e há casos que duram várias sessões.

    O dente só pode ser fechado, após o paciente não sentir mais nenhum tipo de dor?

    R - Geralmente sim, mas cada caso é um caso. O fechamento do canal deve ser discutido entre dentista e cliente.

    Porque algumas pessoas, na primeira sessão já não sentem mais dores e outras sofrem mais e continuam com as dores, como eu?

    R - Isso depende do grau de comprometimento pulpar. Não necessariamente a pessoa já fica sem dor!


    Boa sorte e melhoras!

    ResponderExcluir
  115. Ola Dr. Wilson!
    Uma obturaçao em um dos meus molares caiu e demorei para ir ao dentista. Em alguns momentos, quando fazia as refeiçoes, surgia um dor muito intensa e aguda, que demorava um pouco para passar. Mas o dente nao doia se nao houvesse estimulos e a dor nao aparecia sempre que eu comia algo, era esporadica. Indo ao dentista, este fez o teste o algodao com jato frio e deu umas "pancadinhas" no dente, o qual resultou dor. O primiero um dor intensa, que demorou a passar e a pancadinha, uma dor nao tao intensa. Ele relatou que eu necessitaria fazer o tratamento de canal Nao foi feito radiografia. Enfim, sou super desconfiada e gostaria de saber, apesar de ter lido todo seu texto, se estes sintomas sao determinantes para o diagnotico ou se faz se necessario a radiografia? Ps: Ele disse que a radiografia nao era necessario neste caso, uma vez que os demais testes deram "positivo". Grata

    ResponderExcluir
  116. Prezada,

    Testes clínicos são realizados rotineiramente pelos dentistas com fins diagnósticos e os exames radiográficos são apenas complementares do diagnóstico.

    Boa sorte no tratamento de canal!

    ResponderExcluir
  117. Dr. Fiz um canal no molar há mais ou menos dois meses,mas as vezes sinto dor nesse dente,uma sensação de pressão na gengiva e continua saindo pus...Isso é normal?Brunna

    ResponderExcluir
  118. Prezado,

    Não é comum esta ocorrência!

    Procure seu dentista para resolver este problema!

    Melhoras!

    ResponderExcluir
  119. Caro Dr. Wilson, primeiramente, gostaria de agradecer-lhe pela iniciativa de esclarecer as dúvidas daqueles que se submetem a esse doloroso tratamento.
    Acontece que há muitos anos tenho uma obturação profunda no elemento 46. Quando tinha 16 anos (hoje tenho 26) cheguei a trocar a restauração dele. Após alguns anos deparei-me com uma dor que só cessava com analgésicos. Procurei um dentista clínico geral que pediu-me um raio-x. No raio-X o dente apresentou um abscesso no fim da raiz. A dentista diagnosticou que deveria ser realizado um canal. Procurei uma endodontista e antes dela intervir no meu dente, prescreveu Amoxilina e Nimesulida por 7 dias. Fim dos remédios, fui ao consultório realizar o tratamento. Doeu muito quando ela retirou a obturação para ter acesso aos canais,sendo que ela chegou a anestesiar a polpa (dor alucinante). Ela me disse que o pior já passou. Que, embora necrosada, a polpa do meu dente estava muito infeccionada, logo, motivo daquela dor terrível. Que nas próximas sessões não doerá assim. Colocou um remédio no meu dente e selou com um curativo. Após sete dias retornarei ao consultório. Gostaria de saber se sentirei tanta dor quanto senti na primeira sessão. Gostaria de também saber qual remédio que ela colocou no meu dente.
    Se a polpa esta necrosada (morta) não deveria doer nada. Como algo morto pode emitir sinais de dor???
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  120. Prezada,

    A explicação da dentista tem todo o nexo. A inflamação e/ou infecção no local pode causar incômodo durante a manipulação.

    Durante o processo de necrose, gases são liberados pelo processo bacteriano, aumentando a pressão no interior do dente, e muitas vezes o menor toque no dente causa incômodo.

    Na primeira sessão, é realizada a neutralização do processo bacteriano com medicações intracanais bactericidas (que matam bactérias), que podem variar de acordo com o caso.

    A tendência é que as suas dores cessem ou diminuam. Pode ficar tranquila!

    Boa sorte e melhoras!

    ResponderExcluir
  121. Prezado Doutor Wilson;
    Estou na nona sessão(2 meses) de um tratamento de canal(pré-molar superior), logo nas primeiras sessões, sentia dores no dente, com o passar do tempo comecei a sentir fortes dores de cabeça! A doutora já fechou, já abriu meu dente, mais continuo sentindo essas dores na cabeça, não consigo nem baixar a mesma!
    Já tomei ibuprofeno, dexametasona, amoxilina e nada de passar! Já bati vários raio-x, mais a doutora diz que está tudo OK com meu dente! Ela suspendeu minha medicação pois a mesma disse que posso ter uma intoxicação, na última consulta ela colocou um líquido e o curativo como no início do tratamento, estou sem medicação!
    Confio muito na minha doutora, pois ela me passa muita confiança, o que acho muito importante! Mais já tem mais de 2 meses que comecei esse tratamento e estou começando a ficar preocupada, não tenho mais qualidade no meu trabalho e nem de vida, devido essas dores....
    Doutor, você acha que tenho que procurar outro dentista?
    E normal sentir essas fortes dores de cabeça?
    E normal um tratamento de canal demorar tanto?
    Posso perder meu dente?
    Esses sintomas estão dentro da normalidade?
    O que você acha doutor?

    ResponderExcluir
  122. Olá Dr. Wilson, meu nome é Adriana. Percebi que o senhor é muito atencioso com os internautas aqui no blog e gostaria que o senhor me desse uma opinião. Estou fazendo um tratamento de canal no dente número 46 e já estou na 6ª sessão. O dente possui 4 canais e destes apenas um não está respondendo à anestesia para que a dentista faça a limpeza e possa fechar. Já foram 3 sessões somente em relação a este canal e nada. Gostaria de saber se isso é normal pois não aguento mais repetir as sessões, tomar anestesia e todo aquele processo além de ficar sentindo dor por uns quatro dias após cada sessão. Estou pensando em extrair o dente pois não suporto mais esse sofrimento.

    ResponderExcluir
  123. Caro Dr. Wilson, estou fazendo canal de um dente o qual a dentista disse estar com a polpa necrosada. Entretanto, ao fim da primeira sessão observei sangue nos algodões sobre a mesinha auxiliar dela. Será que minha polpa esta realmente necrosada?
    Obrigada!
    Tatiana.

    ResponderExcluir
  124. Prezada,

    Lamento pelo seu problema.

    Não é comum um tratamento ser tão extenso, mas pode ocorrer.

    Radiografia panorâmica ajudaria a identificar outras possíveis causas. Já partiram para esta ideia?

    Qual foi o dignóstico inicial? Ela disse se seu dente estava "vivo ou morto"? Ela mencionou se o dente tinha alguma lesão?

    As dores estão ocorrendo na região do dente em questão? Há histórico de problemas de saúde como hipertensão ou sinusite por ex?

    Se você já tem confiança com a dentista, continue com ela. Muitos problemas não são resolvidos por falta de diálogo dentista - paciente.

    Aguardo retorno e boa sorte.

    ResponderExcluir
  125. Prezada Adriana,

    Alguns dentes apresentam um número maior de canais, que por sua vez, são muito estreitos, necessitando de um pouco de paciência para tratá-los, tanto por parte do paciente como do profissional.

    E não tire este dente! Em breve, o canal estará concluído.

    Melhoras!

    ResponderExcluir
  126. Prezada Tatiana,

    Uma polpa necrosada não significa necessariamente ausência de sangue, até mesmo porque ele pode ter vindo de outros locais, como a gengiva ao redor do dente por ex.

    Boa sorte no tratamento!

    ResponderExcluir
  127. Doutor, voltando ao meu caso das fortes dores de cabeça!
    Foi diagnosticado através de um raio-x pequeno a necessidade de canal, devido a uma infiltração no pré molar(segundo superior), e fui encaminhada pra realizar o tratamento com uma endodontista.
    A mesma observou o raio-x, e não chegou a me informar se o dente estava vivo ou morto ou se tinha alguma lesão, e iniciou o tratamento!
    Vale ressaltar que tenho Rinite alérgica, mais os sintomas que sinto é apenas entupimento das vias respiratórias, nunca senti dores de cabeça! As dores estão sim ocorrendo na região do dente, lado esquerdo, pois ao beber algo quente ou gelado, sinto que os dentes que estão ao lado afetam a dor!
    Volto a dizer, que não sinto dores no dente, só dores profundas e enjoativas na cabeça na região do dente!
    A doutora acompanha meu tratamento através de raio-x pequenos, não sei se é a panorâmica!

    Doutor, tenho certeza que essa dor é devido ao tratamento, devido as dores serem na região do dente e a sensibilidade dos dentes vizinhos!

    O que devo fazer?

    ResponderExcluir
  128. Prezada Débora,

    A radiografia panorâmica é aquela que tem-se uma visão total da cavidade bucal e estruturas adjacentes (http://t0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRNFiFNmu2CBIWHs9Yc3D3QZsxFcLRa2EUa8EcVpn7CVW7O68xg934Y6f0J4g).

    Copie este link para ver como é a radiografia.

    Há necessidade de uma avaliação para maiores detalhes e realmente descobrir qual é o problema. O rx panorâmico seria interessante para investigar as áreas ao redor.

    Aguardo retorno.

    ResponderExcluir
  129. Dr. Wilson,acabei de fazer uma restauração com amalgama , em um dente molar superior que já tinha sido feito o canal e desde então tenho dores atras da orelha e no maxilar inferiorebe também perturbacao na vista do lado do dente.Também tenho sangramento no mesmo dente. Posso estar intoxicada pelo amalgama. Obrigada por sua opinião que me será de grande ajuda.

    ResponderExcluir
  130. Prezada,

    Não! A quantidade de mercúrio no amálgama é muito pequena para causar danos à saúde. Muitos trabalhos mostraram isso.

    Exames devem ser realizados para diagnóstico diferencial, para descartar outros problemas, inclusive avaliação do dente com tratamento de canal!

    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  131. Prezado DOUTOR Wilson, voltando ao meu caso das dores de cabeça;
    Minha dentista mandou bater uma panorâmica e não deu nada, disse que no resultado meus seios mandibulares não apresentaram nada, estão normais, pois a mesma estava desconfiada de alguma inflamação na minha mandíbula! Mais continuo sentindo, essa dor contínua(incomodo) na face, que afeta mais o lado do dente que foi tratado e os olhos. Na verdade doutor é uma dor fina e enjoativa na face(região embaixo dos olhos), que afeta mais o lado esquerdo, o mesmo lado do dente, na altura das maças do rosto ao lado do nariz, e me causa dores na vista e um pequeno incomodo no nariz.
    O meu dente que está sendo tratado não dói mais, só sinto alta sensibilidade nele e nos dentes vizinhos.

    Doutor, estou muito agoniada com isso, não consigo trabalhar direito com esse desconforto na face e na vista.

    Comecei a sentir insegurança na minha dentista, pois estou a 3 meses tratando esse dente e pelo visto só piora, pois foi no decorrer das consultas que comecei a sentir essas dores, e ela não consegue diagnosticar o que é!

    O que vc acha doutor?
    Você acha que devo procurar um outro endodontista, oftamologista, otorrino, sei lá, por conta própria....!
    Mais ainda acredito que é por causa do dente pois nunca tinha sentido isso antes desse tratamento, e é muita coincidência esse desconforto ser mais intenso do mesmo lado do dente!

    Na última consulta ela avaliou, e disse que tava tudo normal de acordo com a panorâmica e disse que ia mostrar e falar com um profissional em raio-x, sendo que ela é endo!A mesma não mexeu no dente...

    O que você acha que é isso Doutor?
    O que devo fazer?
    Me dê um direcionamento porfavor...!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Débora,

      A radiografia veio com algum laudo explicativo?

      O diálogo chegou em um ponto que só uma consulta realmente seria viável para dar alguma hipótese.

      Aguardo retorno sobre o laudo.

      Excluir
  132. O que você diria sobre instrumentação rotatoria, protaper?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      É uma técnica mais eficaz e rápida de tratamento endodôntico, contudo, nem todas as graduações oferecem este aprendizado para o aluno, que só aprende a utilizá-lo em cursos de pós graduação.

      Excluir
  133. Ola boa tarde, ja faz qse um ano q era pra ter feito canal no segundo molar superior, mas nao fiz, por medo msm, e de um tempo pra ca, ele ja quebrou , ja caiu um pedaço, esta aberto e agora o unico pedacinho q sobrou esta mole, qse caindo tbm, eh com certeza q terei q tirar esse dente, mas dói? e oq fazer no lugar dele? estou desesperada com esse dente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      Caso tenha que tirar realmente o dente, este procedimento é realizado sob anestesia local.

      Muitas são as opções para repor o dente. Converse com seu dentista sobre o assunto, e dê uma lida nos post sobre reabilitação oral.

      Excluir
  134. Ola Dr. tirei uma radiografia periapical 11/21 e nela consta área radiolúcida na raiz: reabsorção interna, meu destista disse que meu dente esta necrosado em um estágio avançado e que o melhor a ser feito era a retirada do dente e um implante, mas não queria tirar meu dente por ser um dente frontal,um canal bem feito para a retirada de toda a infecção manteria meu dente na boca.
    Quero salientar que o dente teve um trauma há muitos anos antes,onde levei uma pancada,na época o dente ficou machucado na gengiva ao redor do dente, porém não procurei um destista.
    A dúvida em questão é um dente em estágio avançado de necrose pulpar pode ser recuperado? Tenho muita urgência da resposta.

    Desde já agradeço

    Lorraine

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Dependendo do caso, pode-se preservar o dente. Porém , há necessidade de avaliação para o correto diagnóstico.

      Converse com seu dentista sobre esta possibilidade.

      Boa sorte!

      Excluir
  135. boa tarde doutor eu estou em um tratamento de canal no meu dente nº 27 mas percebi depois que comecei a fazer o tratamento de canal meu nariz na parte do mesmo lado do dente parece que esta com um cheiro estranho tipo um cheiro de mato oque pode ser?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      Você já relatou isso ao dentista? É constante este sintoma?

      Aguardo retorno.

      Excluir
  136. não eu relatei isso mas ele disse que não tem nada a ver e pq eu tenho sinusite mas achei estranho ser do mesmo lado do dente com o canal!

    ResponderExcluir
  137. então eu relatei ao meu dentista e ele disse que não tem nada a ver com o canal é que eu tenho sinusite então provalvelmente o cheiro é por causa dela!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      Já que o dentista relatou que não há possibilidade do problema ser oriundo do canal, seria interessante um parecer do otorrino.

      Boa sorte!

      Excluir
  138. DE cynthia,
    Dr. estou a escrever as 4:30h da manhã, por motivo de dor...
    Iniciei um tratamento a + ou - 22 dias, num dente antes do ciso inferior esquerdo, que já estava aberto e não provocava dor. Após a 1° sessão comecei a sentir dor 6 dias depois, sendo que meu rosto inchou. Voltei ao profissional que nada fez, além de continuar fazendo o procedimento comum ao canal, colocou um curativo e depois de muita insistência minha me receitou diclofenaco de potassio. Era uma 5° feira, passei a noite sentindo MUITA dor e com o rosto mais inchado, bochechas e mandíbula. Fui a um segundo dentista que me receitou amoxicilina, diclofenaco e deocil, tomei a medicação 6°, sábado e domingo. Na segunda, nada! Muita dor Voltei ao dentista, que trocou o antibiótico por cefalexina, além de tirar o curativo. 3 dias depois o rosto desinchou, mas minhas amígdalas continuaram doloridas, a pressão no dente tbm diminuiu. No 5° dia de cefalexina meu rosto inchou muito de novo, ficou muito duro, doendo demais, latejando e o dente, que ainda está aberto, intocável. No 8° dia da cefalexina procurei um 3° dentista, que se apavorou com a situação e reeditou a amoxicilina, pq a 1° que eu havia tomado foi genérica (?) Enfim, comecei a tomar a amoxicilina de novo, no 3° dia meu rosto estava pavoroso, meu hálito "podre", meu dente parecia estar mole, tive um pouco de febre (37,9 °), minha garganta parece que começou a "fechar", me desesperei e fui a um serviço de urgência noturno: o plantonista receitou bezetacil (que dor...), azitromicina, proflan e ponstam. Hj será o 4° dia de medicamentos, sinto gosto de pus na boca as vezes, meu rosto ora incha mais, ora menos, lateja sem parar, sinto exatamente o local do abcesso que está duro como pedra, meu dente doeu um pouco. Estou desesperada, perguntei por uma drenagem o dentista disse que precisaria ter um ponto de flutuação... Não sei o que fazer. Me ajuda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Desde já lamento sua situação.

      Este tipo de problema não é comum mas pode ocorrer. O que está parecendo é jum caso de abscesso dentário, que em geral acompanha inchaço duro no local, latejamento, e febre, e dependendo da fase de abscesso, antibioticoterapia é necessária.

      A amoxilina genérica é tão eficaz quanto às amoxilinas no mercado. Acho que você fez uso de similares, que realmente não passam pelos testes de comprovação de sua eficácia.

      A benzetacil, embora doa bastante, é muito eficaz para o seu caso, embora há necessidade de resolução da causa, ou seja, identificar o dente, tratar o canal e, caso não haja possibilidade, a extração dentária deverá ser realizada, e posteriormente reposição com próteses ou implantes.

      Radiografias panorâmicas (já foi solicitada?) podem ser solicitadas para avaliar a extensão do abscesso e ver se ainda há possibilidade de salvar o dente e melhorar seu estado de saúde. A drenagem realmente é realizada quando se há pontos de flutuação, que nada mais é do que uma área onde se fará uma incisão, permitindo a drenagem do pus. Porém, se o abscesso estiver encapsulado, pode ocorrer a ausência deste ponto, devendo ser feita a drenagem no local.

      O que pode se fazer para permitir que o abscesso drene por dentro da boca e não por fora (pelo rosto) é colocar compressas de gelo na face (região do dente) e bochechos com água quente, pois promoverá a dilatação do vasos no local, fazendo com que a drenagem ocorra por dentro da boca

      Este seu tratamento foi realizado com dentista públic, particular ou convênio?

      Aguardo retorno.

      Excluir
  139. de Cynthia
    Foi realizado por dentista particular, que infelizmente não deu mto atenção ao caso, pois nem mesmo receitou antibiótico, sendo preciso procurar um 2° e um 3° dentista. Hj tive febre novamente, minha garganta parece "fechada" e pretendo procurar um hospital amanhã para, se preciso, passar por cirurgia.
    Agradeço sua atenção e profissionalismo em pleno domingo.
    Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Se for possível, procure um dentista na sua região por indicação de alguém ou uma faculdade (que geralmente apresenta serviços de urgência).

      Converse com alguém para ver se indica algum dentista. Será até mais confiante para você! E se for possível, um endodontista ou um bucomaxilo.

      Melhoras!

      Excluir
  140. Boa Tarde!

    Dia 18/03 eu caí de cara no chão e por sorte meu dente não saiu inteiro da boca, mas ele trincou todo. Fiquei sentindo muita dor (acho que devido o impacto)e sensibilidade mais ao gelado e cerca de 1 semana depois senti uma pressão no dente e identifiquei que ele estava um pouco pra frente. Iniciei um tratamento com Meloxicam dia 11/04 por quatro dias receitada pela dentista onde fui me consultar e obtive melhora total dessa sensibilidade.
    Hoje, dia 19/04 acordei com muita dor na gengiva só na região desse dente e a pressão que eu estava sentindo aumentou e ele está latejando (estou sentindo tipo uma pulsação), mas graças a Deus não tenho mais sensibilidade ao gelado que pra mim era a pior coisa que eu estava sentindo.
    Tenho 23 anos e todos os meus dentes são perfeitos e bem branquinhos, estou com medo de ter que fazer canal. Essa pressão e dor na gengiva é motivo pra fazer o tratamento de canal??
    A gengiva não está vermelha e nem estou com bolinha de pus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Fica complicado dizer o que pode estar ocorrendo sem antes uma avaliação clínica. Em traumas dentais, pode ocorrer a morte da polpa, que com o tempo, ocasiona liberação de gases e aumento da pressão, como o seu caso.

      Qual foi a hipótese diagnóstica da dentista?

      A dor que sentia com gelo passava de imediato ou ainda permanecia por um tempo?

      Aguardo retorno.

      Excluir
    2. Muito obrigado por responder.

      A dor que eu sentina quando em contato com gelo era absurdamente forte e não passava de imediato não. O dente doía até quando eu estava no ar condicionado, mas depois do 2º dia com meloxicam de 15mg eu já não sentia mais essa sensibilidade e mesmo com essa pressão que estou sentindo, continuo bebendo água gelada e não dói mais nada nesse sentido.
      E a dentista não fechou um diagnóstico pq eu não tinha todos os sintomas de um e nem de outro, sou leiga mas entendi isso então acho que por isso ela me passou o remédio para tomar e tipo ficar esperando algum sintoma comum acontecer.
      Outra coisa, não sei se tem alguma coisa a ver mas eu dormi com a cabeça virada para o lado do dente trincado,e isso acaba que faz peso, já que fica na mesma posição a noite toda. Será que pode ter alguma relação??

      Excluir
    3. Prezada,

      Existe esta possibilidade do esforço durante o sono sim, mas depende do problema.

      É necessária uma avaliação para dizer com certeza qual é realmente o problema!

      Melhoras!

      Excluir
  141. Boa tarde, fiz um tratamento de canal hoje, (25/04/2012), sessão única, num dente de trás do lado direito (o penúltimo dente). Durou uma hora, o dentista é especialista precisamente em canal, fez o curativo, não senti dor alguma durante o procedimento, nem sequer no momento da anestesia. Aliás, quando fui para o consultório, nem estava sentindo dor. Foi tudo perfeito. Estava tão feliz… Mas quando cheguei em casa, mais ou menos duas horas depois, quando passou o efeito da anestesia, comecei a sentir uma dor violenta na gengiva (não nela toda, apenas perto da área do dente em que fiz o canal, era nesse local que eu sentia a dor antes de fazer o canal). É claro que tomei os remédios que o dentista prescreveu, mas ainda está doendo muito. Isto é normal? Neste momento, faz mais de três horas que já fiz o tratamento e estou apavorada por estar sentindo tanta dor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      TOme as medicações que o dentista receitou. Caso não cesse a dor, outras medicações podem ser receitadas para aliviar o desconforto.

      Melhoras!

      Excluir
  142. Matheus Guilherme27 de abril de 2012 23:43

    Olá Dr. Wilson
    Boom eu comessei o tratamento de canal no dente molar, só tive uma sesão, ele pediu para que eu voltasse com um prazo de 15 dias, não estou sentindo dor nenhuma, certa noite estava dormindo é acordei com o dente rachado, no dia seguinte fui comer um pedaço do dente caiu ou seja quebrou, então eu queria saber se vou perder o dente, se tem alguma medida a ser tomada, até chegar o dia da prossima consulta. Dede já agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      Dependendo da estrutura dentária que restou, pode haver sim fratura dental, infelizmente.

      O interessante seria você voltar ao dentista o mais breve possível para ele avaliar o caso.

      Melhoras!

      Excluir
  143. Olá dr. Wilson.
    Comecei um tratamento de canal a mais ou menos dois anos. Depois de terminado o canal, passaram-se 15 dias e comecei com dores novamente. Voltei a este consultório e disseram que teriam que refazer o canal. Novamente 20 dias eu retornei com dores explicava tudo a eles porém não tinha nenhuma resolução. Abriram pela terceira vez e depois de uma semana doendo novamente. E um sintoma que eu achava estranho é que quando meu dente ficava sem aquele curativo a dor sumia como um passe de mágica, colocava o curativo a dor voltava. Hoje faz 15 dias que o dentista restaurou o meu dente mais agora eu sinto muita dor no dente e muita coceira na gengiva em volta do dente (1° molar superior), não tenho sensibilidade alguma é muita dor e parece que meu dente está amolecido e levantado. Não sei se tem algo haver, estou com uma sinusite estranha e com um formigamento na ponta do nariz. O que poderia ser tudo isso.

    desde já agradeço

    ResponderExcluir
  144. Prezada,

    É importante fazer uma avaliação clínica para realmente saber o que pode estar causando isso. É muito comum relatar alívio da dor quando o dente está aberto, pois os gases liberados pela ação bacteriana são expelidos. Já com o dente fechado, não há liberação de gases, o que causa a dor.

    A sinusite geralmente causa reflexos nos dentes que estão muito próximos do seio maxilar e em dentes vivos.

    Procure o seu dentista para resolver o assunto!

    ResponderExcluir
  145. olá Dr. fiz um canal a uns 8 anos atras hoje estou sentindo fortes dores no mesmo dente onde fiz o canal pode me dizer o que pode ser ? obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Seria interessante uma avaliação para dar um diagnóstico preciso. Às vezes, as dorem podem ser oriundas dos dentes vizinhos.

      Procure seu dentista para resolver o problema!

      Boa sorte!

      Excluir
  146. Boa Tarde,
    Estou em um tratamento de canal iniciado no dia 02/04/12 - quarta feira (dente incisivo superior direito - 11)que já estava aberto, no Centro odontológico público de Ouro Preto - MG. Fui à consulta extremamente preocupada, pois havia perdido o incisivo superior esquerdo por um erro de outro profissional do mesmo centro que forçou o dente na hora da abertura do canal ( e a situação ficou extremamente complicada, quase chegando as vias judiciais). A profissional foi super gentil, conversamos e lhe expliquei a situação (meus dentes possuem raiz extremamente curtas e aparentemente segundo ela, tenho bruxismo, pois os dentes possuem desgaste excessivo, micro-rachaduras e ao acordar sinto dores fortes no maxilar. Ela fez o raio-x e disse-me que a raiz estava plenamente recuperável mas a coroa estava comprometida por uma fratura, mas seria viável o canal. Ao aplicar a anestesia, senti uma dor tão intensa que comecei a lacrimejar involuntariamente. Não senti dor alguma durante a reabertura do canal e primeiros tratamentos. Ela colocou curativo, para não expor mais o dente. Fui para casa, feliz e serelepe, com a recomendação de procurar um especialista urgentemente para "tratar" o bruxismo. A anestesia passou, comi normalmente, bebi normalmente, sem nenhum incomodo. Quando acordei (ás 2:15 da manhã)senti forte dor em todo o lado direito da boca, incluindo dente, língua,gengiva. Tomei paracetamol de 750 mg, dipirona sódica para aplacar temporariamente a dor (obviamente respeitando limites de tempo) e nada. Tentei falar com a Dentista mas sem sucesso. Ontem, fui até a emergência odontológica para verificar o porque da dor. Graças a Deus a profissional que tinha iniciado o tratamento estava lá e reabriu o canal, me dizendo que era uma infiltração, realizando uma drenagem, passando uma lima, e neste momento ouço um "crec-crec" como se meu dente estivesse sendo estilhaçado, e desta vez senti um pouco de dor. Perguntei pra ela o que era, pelo que me respondeu que era normal, e que eu sentiria um alívio da pressão, receitando Amoxicilina 500 mg por 7 dias ininterruptos e Diclofenaco Sódico, em caso de dor, e ainda fazer compressas geladas do lado de fora e bochechos com água morna, alternadamente com certo intervalo entre eles. A medicação aplacou um pouco a dor, mas sinto uma bola de inchaço logo acima do dente e o sinto meio mole e aparentemente mais baixo. A próxima consulta é nesta quinta (dia 10)para verificar a situação e prosseguir com o tratamento. Estou pressentindo o pior, e sinto tanta dor as vezes que dá uma vontade de bater com a cabeça na parede para ver se muda o foco da dor pois não consigo comer, falar, escovar os dentes,nada! Tenho plena confiança na profissional (muito educada)mas eu fiquei com umas dúvidas, pelo que gostaria de seu "parecer":
    1 - Caso este "crec-crec" realmente tenha sido a completa quebra da coroa, considerando ainda a forma como este tratamento está sendo feito (SUS), mesmo tendo raízes curtas, há possibilidade de recuperação estética?
    2 - O dispêndio para a confecção de placa para bruxismo (considerando o tratamento em si e avaliação médica) será muito alto (R$)?

    Desculpe pelo incômodo e desde já agradeço

    ResponderExcluir
  147. Prezada,

    O som que escutas durante o tratamento nada mais é que o atrito entre a lima e as paredes do canal. Isto não enfraquece a coroa dentária e não tem a ver com a recuperação estética, visto que é feito no interior do canal. A recuperação tem a ver com a quantidade de estrutura dental da coroa.

    O custo da placa não é muito caro e varia de acordo com o profissional.

    Boa sorte no seu tratamento!

    ResponderExcluir
  148. Doutor,
    Estou com um canal aberto no dente localizado ao lado do siso (que ainda não nasceu) faz meses! Estou com medo de dá alguma inflamação grave...o dente está todo acabado e eu estou querendo arrancá-lo mesmo porque preciso de espaço no tratamento ortodôntico. Detalhe: O dente não dói mais de jeito nenhum! O que devo fazer? Arrancá-lo? Se eu arrancasse ajudaria no tratamento ortodontico? Visto que o dentista me pediu para extrair um dente da frente pra abrir espaço!

    Desde já agradeço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      Os molares não são os dentes indicados para extrações dentárias com finalidade de conseguir espaço.

      Converse com seu dentista sobre o assunto, para ver a viabilidade de permanecer com o dente!

      Excluir
  149. Doutor,
    me responda.eu estava com uma carie,no dente antes do ciso em baixo meu dente doia com quente gelado e doce,fui ao dentista ele tirou um raio x e disse que ia abrir o dente limpar e colocar uma massa provisória nele. e esperar 20 dias.se não doesse ele ia restaurar normal e se duesse tinha que tratar o canal. ja faz 10 dias e estou com umas leves pontadinhas no dente.e tenho sensibilidade ao gelado,e tenho uma dorzinha ao lado quando passo o dedo na gengiva,agora não sei se é o ciso ou é o dente restaurado estou com dores no ouvido pq ela disse que o meu ciso esta pra nascer e minha gengiva esta inchada. gostaria de saber se a dor que estou sentindo pode ser o ciso ? qual procedimento tomar pra ver se a necesidade de tratar o canal do dente restaurado? me responda? obrigada pq não sei qual dente esta doendo..obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      As dores podem sim serem oriundas da erupção do 3º molar (siso). Mas como o dente anterior está comprometido, é necessario identificar o foco da dor.

      O procedimento realizado por ela foi correto. Se as dores estiverem regredindo, já é um bom sinal.

      Boa sorte!

      Excluir
  150. Dr,

    Fiz um canal a 3 dias e fiquei de retornar ao dentista pra " terminar" o tratamento do dente, fiquei apenas com um curativo, é no ultimo dente inferior, mas a gengiva abaixo do dente doi muito quando pressiono nao consigo comer direito. É normal?

    Meu nome é Well Rodrigues. Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      Não é normal mas pode ocorrer! Converse com seu dentista sobre o assunto!

      Melhoras!

      Excluir
    2. Eu voltei la, ele disse que poderia ser afta e so, vou ter que trocar de dentista, ele disse que o remedio que ele usou, nao sei se anestesia ou o que era pode ter machucado. Mas ate hoje ta doendo :(... Teria como o senhor me indicar um antiinflamatório para a gengiva?

      Excluir
    3. Prezado,

      Para indicar alguma medicação, há necessidade de se analisar o caso ao vivo. Você pode achar que é uma coisa e pode ser outra completamente diferente! Se for uma afta, em poucos dias o incômodo cessará.

      Converse com seu dentista sobre o assunto!

      Melhoras!

      Excluir
  151. olá doutor .
    fui fazer uma obturação e a dentista disse que tinha dado canal , só que meu dente esta com um pedaço quebrado ,
    gostaria de saber se dar pra fazer mesmo assim o canal , ah ainda me disse que o canal iria ser feito pelo outro profissional , sendo que em uma unica sessão , isso é possivel .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      A quantidade de "dente restante" geralmente não inviabiliza o canal, mas sim o procedimento restaurador.

      E pode sim fazer o tratamento em uma única sessão.

      Boa sote!

      Excluir
  152. Olá, tenho 15 anos, e não consigo gostar de ir ao dentista, e me deu uma cárie, e sempre fui evitando, pois desde quando ela surgiu já tinha medo. até que um dia, fui tirar esta cárie e por a "massinha" e a dentista, não deu anestesia por falta, já que era um posto de saúde, Podre. Ela me disse que eu iria ter que fazer canal, por que estava aparecendo, eu fiquei em pânico total! nunca ouvi ninguém falando bem, só dizem que dói, dói muito. e são pessoas que nunca fizeram. Desde aquele dia sempre que passo em frente a uma clínica, me dá calafrios, e agora tenho que botar aparelho, e nao sei se vou conseguir não chorar, quando eu estou esperando, minhas mãos começam a soar, fico tremendo sem parar, e quase chorando. Nunca mais fui a mesma, Doutor, o senhor poderia me dar uma dica? muito obrigada. Estou muito ansiosa, e estou em pânico, quando estava escrevendo isso, não pude aguentar o choro. ):

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Medo de dentista é super comum. De cada 100, 95 tem medo!

      O tratamento de canal é feito sob anestesia! Fique tranquila e vá fundo!

      Boa sorte no tratamento!

      Excluir
  153. A Vontade que eu tenho é de morrer. do que fazer esse tratamento, de tanto pânico!

    ResponderExcluir
  154. Bom dia Dr. Wilson.
    Estou recorrendo ao Sr. para saber o que me está acontecendo.Então...há uns 2 meses finalizei um tratamento de canal no meu primeiro molar superior.Foi feita a restauração,mas 15 dias depois uma parte quebrou e comecei a sentir gosto do curativo ou sei lá o que ela colocou dentro do meu dente .A dentista disse ser um pedaço do dente que tinha caído.Fez mais uma restauração nesta parte que quebrou,mas devo dizer que sempre sinto esse tal gosto de remédio ,ou o que for.

    Agora,de uns 10 dias pra cá,comecei a sentir neste dente a mesma sensibilidade que tinha antes de tratar o canal,ou seja lateja,dói com calor ou frio e é claro,dói quando como.Não posso nem pensar em mastigar nesse lado.

    Deixe-me contar sobre as sessões de tratamento do canal...mesmo depois de 4 sessões a sensibilidade não diminuía,eis que então,ela achou um quarto canalzinho e em duas sesões tratando deste,resolveu fecha-lo.

    Será que o canal foi mal tratando ou entrou alguma infiltração e será que se tiver que ser reaberto, terei que pagar outra vez ou ainda é parte do mesmo tratamento,?

    Agora dói tudo ,do dente ao bolso.

    Agradeceria por sua orientação.

    Josiane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Alguns casos, os dentes apresentam canais adicionais, como foi o seu caso. Para se ter uma ideia, geralmente o 1º molar superior tem 3 canais.

      Nestes casos, o tratamento pode se tornar um pouco mais difícil, aumentando a chance de insucesso, que não necessariamente é inerente ao dentista.

      Se a dor estiver diminuindo, aguarde alguns dias!

      Quanto à remuneração, converse com sua dentista, pois isto é muito pessoal.

      Excluir
  155. Meu dente quebrou, e ficou só a raiz, a carne da gengiva foi crescendo, e sobrindo a raiz, mas as vezes aparecia a pontinha dela. E por ter medo de dentista, fui deixando passar o tempo. Mas comecei a ter muito mau hálito, por causa da raiz, ela fedia minha boc ainteira, então resolvi ir no dentista arranca-la. Anti-ontem fui, e eram duas raizes, o dentista conseguiu arranca-las , mas passado o dia de ontem, eu observei, que a gengiva no lugar que estava a raiz, esta marrom, e com manchas,e brancas, e está com odor muito forte, as vezes sai um liquido amarelo, me disseram que é normal, porque ainda não cicatrizou. Mas estou com medo da gengiva ter apodrecido, ou algo do genero, me ajuda , o que tenho que fazer ?
    Atensiosamente, Glessylane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Algumas vezes, o cliente confunde o tecido cicatricial com algum quadro inflamatório.

      De qualquer forma, procure sua dentista para confirmar isso!

      Excluir
  156. Dr, fiz a primeira sessão do canal a tres dias atras, a dentista coloco um curativo, mas minha consulta é só dia 6 agora, nesse meio tempo eu venho fumando tem algum problema? Outra pergunta não tem problema ficar tanto tempo sem mexer no dente?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado,

      Dependendo do material colocado no interior do canal, pede-se para esperar alguns dias para atuação do mesmo. E seria interessante não fumar, não somente por isso,mas por todas as repercussões que o tabaco pode causar!

      Boa sorte!

      Excluir
  157. Caro Dr.
    Há 3 anos perdi um pivô. O dentista fez um curativo e nunca tive problemas, não sinto dor, nada. Espontaneamente outro pivo do lado oposto do que caiu antes, caiu semanas atrás. Fui a um dentista que o recolocou, para minha surpresa, não só o pivô está melhor como os dentes a seu lado (os dois da frente, também pivôs). Fui a seis dentistas e estou estupefata, cada um me diz uma coisa. Me afirmam que preciso tirar a raiz do primeiro pivô que caiu, sem radiografar, um chegou a me "mostrar a raiz pelo espelinho". Estou numa nova cidade e não conheço profissioanais daqui, quero me tratar. Não quero extrair a raiz daquele pivô, em qual situação isso é necessário? Extrair a raiz é perder o dente, e por falar nisso, será que tenho raiz se tenho pivo? estou confusa. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      A prótese fixa é conhecida como "pivô", e há necessidade de se ter uma raiz para a sua colocação, a não ser que seja uma ponte fixa. Dê uma lida no post de prótese fixa!

      E o interessante é fazer o tratamento com o profissional que você confia!

      Boa sorte!

      Excluir
    2. Muito Obrigada por responder, sua dedicação e respostas além dos que perguntam ajudam aos que lêem. Parabéns, o Sr. é prova que existe gente idônea e de boa vontade. Lerei seu post sobre ponte fixa. abraços.

      Excluir
    3. PREZADO DOUTOR WILSON
      preciso de ajuda. Há um mes e meio atrás procurei um dentista porque sentia muitas dores no segundo molar inferior esquerdo. ele disse que eu teria que fazer um canal, no mesmo instante abriu e retirou a polpa do dente. como estou sem condições financeiras para um tratamento particular o mesmo me encaminhou para o CEO. Só que demorou demais para eu conseguir a consulta no CEO. com uma semana o curativo caiu e na outra seguinte um dia pela manhã senti dores muito fortes no dente que subiam até meu olho esquerdo. corri para o consultório do dentista que mexeu mais um pouco no dente e colocou outro curativo. desse dia até agora, depois que passou o efeito da anestesia sinto dores em todo o lado esquerdo da face. voltei lá dois dias depois e pedi para que o mesmo extraísse o dente. assim ele o fez. mas o quadro só piorou. não consigo abrir a boca. sinto uma dor latejante até o ouvido e até meu olho esquerdo está mais baixo que o outro. todo o lado esquerdo está inchado. voltei lá há uns quatro dias e o mesmo fez um rx e disse que está tudo certo com o dente extraído. passou azitromicina, arflex e dorflex para eu tomar, mas eu continuo sem poder mexer com minha boca. estou com bastante medo. e assim que passa o efeito do analgesico a dor quer voltar. por favor, me ajude.

      Excluir
    4. Prezada,

      Complicações podem ocorrer nas extrações dentárias. As medicações receitadas são antibióticos para tratar, ao que parece, um quandro infeccioso no qual está no momento.

      Acredito que você já esteja melhor!

      Excluir
  158. Bom dia Dr.
    Tenho um dente com carie, não sinto dor ao beber algo gelado. quando mastigo com esse dente as vezes ele dói um pouquinho. Gostaria de saber a sua opinião. Se terei que realizar tratamento de canal? Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Só um exame clínico para dizer a necessidade ou não.

      De qualquer forma, procure um dentista para ver seu quadro!

      Excluir
  159. Olá Dr.! Primeiramente, quero parabenizá-lo pelo seu trabalho! O dentista constatou uma cárie próxima ao canal no meu dente (ele disse que deve estar a uma distäncia de 1 ou 2 mm do canal). Diante disso, disse que ia consultar com um especialista em tratamento de canal sobre a necessidade de realizar o tratamento ou nao. Acho estranho tratar um canal sadio, que nao dói, nao está contaminado. É possível somente fazer o tratamento da cárie? Qual a espessura de dente que deve existir sobre o canal?? Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      A necessidade de um tratamento de canal não necessariamente acompanha dor. O limiar de dor varia de pessoa para pessoa. O que dói em mim pode não doer em você, por ex.

      Há outros aspectos a serem analisados para se diagnosticar um tratamento endodôntico. Isso sua endodontista pode explicar bem no momento da sua consulta.

      Não existe uma distância ideal. O interessante é que fique o mais distante possível do canal.

      Boa sorte!

      Excluir
  160. Olá Dr.
    Uma dúvida..
    Acredito que precisarei fazer um retratamento de canal no segundo pré-molar inferior, pois um pedacinho da restauração quebrou e percebo manchas negras no local (cárie/ infiltração..não sei dizer).
    Enfim.. o "problema" é que eu estava com intenção de iniciar um tratamento ortodôntico tão logo terminasse de retratar esse canal. Isso é possível? Sei que cada caso é um caso.. mas em média é recomendável um intervalo de quanto tempo, após um retratamento, para se colocar aparelho ortodôntico?

    Desde já agradeço e parabéns pela atenção que o sr. dá a todos nesse espaço.

    Flavia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      As manchas geralmente não tem ligação com o tratamento de canal, exceto quando escurece o dente.

      Caso haja necessidade de tratamento, e se tiver alguma lesão no fim da raiz, que somente um exame radiográfico confirmará, espera-se um tempo que varia de 6 meses a 2 anos, para que aquela lesão cicatrize. Mas como você mesma falou, cada caso é um caso.

      Converse com seu dentista sobre o assunto.

      Excluir
  161. Boa noite!
    Já faz um tempo comecei um tratamento de canal, fiz algumas sessões, mas não foi finalizada. O curativo que foi colocado caiu e agora sinto dores no dente e ficou escurecido.Fui a outro dentista ela tirou radiografia e pediu q eu procurasse um especialista, mas ela me informou q na radiografia, tem uma mancha escura na raiz do dente q pode ser carie ou fissura...é arriscado eu perder esse dente? estou preocupada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Se realmente existir uma fissura, deve ser avaliada com cuidado e por um especialista, de preferência. E não necessariamente uma fissura causa a perda dentária!

      Boa sorte!

      Excluir
  162. Oie Dr. Fiz tratamento de canal nos meus dois dentes da frente , um a 3 anos atraz e o outro terminei a 1 mes e agora os dois tão escurecendo , ficando muito amarelo , tem como reverter esse caso ? Estou tão angustiada e não quero mais nem rir com vergonha dos meus dentes :( o que faço Doutor tem algum novo tratamento que posso fazer pra reverter esse caso ? e qual a melhor pasta que eu posso usar ... Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      Pode ocorrer o escurecimento dos dentes com tratamento de canal. Um simples clareamento resolverá o problema.

      Você pode usar qualquer pasta no mercado, desde que contenha flúor em sua composição!

      Excluir
  163. Dr. Wilson,


    Há 6 meses que estou fazendo um tratamento dentário no 26, ainda dói muito, o dente esta escurecido e mesmo sem mastigar continua latejando... em algum momento do tratamento a sensibilidade diminuiu muito e então a Dra. fechou o dente mas sem abturar, já que há meses estou sem sucesso no tratamento. Ela indicou apicectomia, seria mesmo o ideal? Meu convênio não cobre no consultório dela então fui até outro consultório, só que esta recusa fazer a apicectomia enquanto o tratamento de canal estiver aberto e doendo. Afinal, qual é o motivo deste tratamento? Preciso mesmo que ele esteja fechado? Dói muito... o que eu faço?


    Atenciosamente,

    Marcielly

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada,

      A apicectomia consiste em remover o ápice dental (final da raiz) através de uma cirurgia que requer experiência. Normalmente é utilizado quando já se fez o tratamento de canal e, por algum motivo, existe algum problema no final da raiz que requer sua remoção.

      O conselho que dou é você procurar um profissional que você confie. Por falar em convênio, aconselho não fazer esta cirurgia por ele.

      Boa sorte!

      Excluir

Receba atualizações do blog! Cadastre seu email!