clareamento dental a laser

→ Clareamento dental a laser: tudo o que você precisa saber

Todo mundo quer ter um sorriso lindo e claro. Diante deste desejo, a procura por tratamentos odontológicos estéticos tem aumentado bastante, o que inclui o clareamento dental a laser.

De fato, o tratamento de clareamento dental é bastante procurado pelos pacientes por diversos motivos que discutiremos adiante.

O clareamento dental a laser tornou-se uma alternativa bastante viável para deixar o sorriso claro e lindo, porém, ainda há muitas dúvidas em relação a este tipo de clareamento dental. Vamos acabar com estas dúvidas?

O que é o clareamento dental a laser?

Antes de se focar neste tipo de clareamento, é importante ter uma noção melhor do assunto. O clareamento dental, como o nome já diz, tem por objetivo modificar a tonalidade dos dentes a partir do uso de substâncias, que são colocadas diretamente nos dentes.

Há dois tipos de clareamento dental:

  • Clareamento dental a laser (conhecido como técnica imediata);
  • Clareamento dental supervisionado (conhecido como clareamento dental caseiro ou técnica mediata).

O clareamento dental a laser se difundiu bastante dos anos 2000 para cá. É chamado de técnica IMEDIATA porque o paciente já percebe o resultado da cor dos dentes em uma hora.

É conhecido como clareamento dental a laser porque usa-se uma luz (que pode ser um laser ou não, sendo o resultado igual para ambos) para acelerar a reação química que faz com que haja o clareamento dos dentes.

Por que os dentes escurecem?

Os dentes possuem poros em sua superfície. Com o passar do tempo, estes poros vão recebendo pigmentos e corantes dos alimentos, principalmente os industrializados, como refrigerantes e sucos artificiais.

clareamento dental dentes escurecidos

À medida que os dentes vão incorporando cada vez mais pigmentos, ocorre a mudança de tonalidade da cor, caracterizando o famoso sorriso amarelo.

Como é feito o clareamento dental a laser?

Antes de se fazer o clareamento dental, o paciente é submetido a uma consulta odontológica para ver se ele possui algum problema que possa atrapalhar ou até mesmo inviabilizar a realização do clareamento, como por exemplo:

  • Presença de cárie dentária;
  • Problemas na gengiva, como a gengivite (gengiva inflamada) ou periodontite (piorreia);
  • Presença de dentes com cáries profundas (necessidade de tratamento de canal);
  • Necessidade de fazer alguma extração de dente;
  • Presença de retração gengival (que pode causar sensibilidade dentária).

Todos estes problemas acima devem ser tratados antes de se fazer o clareamento dental a laser porque podem influenciar no resultado final e também podem ter sua condição agravada.

Por exemplo, a presença de raízes expostas (retração gengival), como mostra a foto abaixo, poderá ter sua condição de sensibilidade dentária aumentada pelo clareamento dental. Por isso é importante tratar os problemas antes.

retração gengival cárie na raiz do dente

Com os problemas tratados, inicia-se o processo de clareamento dental a laser. O paciente é preparado antes do processo, no qual ele receberá itens para sua proteção, como óculos de proteção e um babador (para evitar danos à vestimenta).

Antes de começar, o dentista, através de uma escala de cor, registra a tonalidade da cor dos dentes do paciente, para mostrar a diferença de cor quando terminar o processo de clareamento dental a laser.

clareamento dental a laser 5

Após o preparo prévio, o dentista faz a profilaxia de todos os dentes, a fim de limpar toda a superfície dentária que vai receber o gel clareador.

profilaxia dental clareamento dental

Logo em seguida, o dentista colocará no paciente um afastador de lábio, que fica não somente proteger os lábios e mucosa como também permitir a melhor visualização dos dentes que serão clareados, como mostra a foto abaixo.

clareamento dental a laser afastador de lábio

Com os lábios afastados, o dentista colocará um protetor na gengiva (foto abaixo), que evitará danos aos tecidos, uma vez que o gel do clareamento denta a laser pode machucar um pouco a gengiva. O gel possui cores diferentes, sendo mais comum azul e verde.

clareamento dental a laser afastador de lábio

Em se tratando da química do processo, o clareamento dental atua através de uma reação química que libera oxigênio que, por sua vez, destrói as moléculas de carbono que causam o escurecimento dental.

Pelo fato de atuar apenas nestas moléculas, o gel clareador, quando utilizado da forma correta, não danifica nem destrói os dentes.

Após a colocação do protetor gengival, o dentista colocará o gel clareador, que será posto nos dentes que aparecem no sorriso (de pré a pré molar).

clareamento dental a laser 4

Perceba que o gel do clareamento dental a laser só é colocado na parte da frente dos dentes, uma vez que não faz sentido algum clarear a parte de trás que não aparece no sorriso.

Após a colocação do gel sobre os dentes, espera-se por um intervalo de tempo preconizado pelo fabricante do produto, que varia entre 45 a 60 minutos. A cor do gel clareador também muda, então não fique preocupado isso.

Após passado o tempo, todo o gel clareador e proteção gengival são removidos dos dentes do paciente. Após a remoção, é aplicado nos dentes do paciente flúor, com tempo de permanência variando entre 3 a 5 minutos.

Após passado este tempo, a sessão de clareamento dental a laser é concluída e repetida por mais duas vezes (totalizando 3 sessões com um intervalor mínimo de 5 dias entre as sessões). O tempo total por sessão varia entre 90 a 120 minutos.

Quais são as recomendações pós sessão de clareamento dental a laser?

Em geral, recomenda-se que o paciente evite alimentos com grande quantidade de corante, como cafés, refrigerantes e sucos artificiais.

Além disso, consultas periódicas ao dentista ajudam a manter o sorriso branco e saudável. E vale lembrar também que ter uma boa higiene bucal é fundamental!

A chance de sucesso no clareamento dental a laser é garantida?

Em 100% dos casos, há uma modificação de tonalidade, ficando mais claro. Contudo, cada organismo reage de uma forma diferente, podendo não alcançar a cor que o paciente desejava.

Neste caso, será necessário combinar a técnica do clareamento dental a laser com a do clareamento dental caseiro.

Quais são os riscos do clareamento dental a laser?

Na maior parte dos casos, o maior risco é não se atingir a cor que o paciente queria e, como falei, tal problema poderá ser resolvido associando esta técnica com a do clareamento dental caseiro.

Outros pacientes podem mencionar aumento da sensibilidade nos dentes pós clareamento dental, contudo, esta tenderá a diminuir após 15 dias da última sessão. Esta sensibilidade é causada pela alta concentração do gel clareador.

O clareamento dental a laser dói?

Durante o processo de clareamento, o paciente pode relatar algumas pontadas em determinados dentes e uma sensibilidade dentária entre as sessões. Contudo, na maior parte dos casos, o clareamento dental a laser é indolor.

É verdade que o clareamento dental não clareia obturações e coroas?

Sim. Não há ação do gel clareador nas restaurações de resina (obturações) e nas coroas dentárias (incluindo próteses dentárias removíveis).

Qualquer pessoa pode fazer o clareamento dental a laser? Há contraindicações?

Nem todas as pessoas podem fazer o tratamento de clareamento dental. Na maior parte dos casos, as contraindicações se resumem a algum problema de saúde bucal existente, como a presença da hipersensibilidade dentinária, que inviabiliza o tratamento, alergia aos componentes da fórmula ou algum impeditivo de saúde, como a gravidez.

Em pacientes muito jovens, preconiza-se ter cuidado na hora de realizar o clareamento dental a laser por causa da possibilidade de lesões na polpa do dente. Por isso, preconiza-se a realização do clareamento dental após os 15 anos.

Além disso, outros fatores podem influenciar negativamente no tratamento a ponto do resultado do clareamento dental durar meses ao invés de anos, como é o caso do fumo.

Quanto tempo dura o efeito do clareamento dental a laser?

Em geral, a durabilidade do resultado do clareamento dental chega em 2 anos, podendo variar para mais ou para menos, dependendo dos hábitos de vida da pessoa. Os dentes naturalmente voltarão a escurecer, mas não como antes.

Por exemplo, uma pessoa que fuma diariamente terá o resultado do clareamento dental reduzido em poucos meses ou até mesmo semanas.


Gostou da postagem?  Que bom! =)

Compartilhe com seus amigos!

Caso haja alguma dúvida, não hesite em perguntar abaixo! Mande sua dúvida que farei de tudo para te ajudar!

Grande abraço!

Wilson Correia Jr.

Leave comment

Rua João Fernandes Vieira, 547, sala 305

Boa Vista, Recife/PE

(81) 30627303

Agende sua consulta

Horário de Funcionamento

Seg - Sex: 8:00 - 17:00

Fale Conosco

[email protected]
Dr. Wilson Correia
error: Proibida a cópia sem autorização