halitose mau hálito com cheiro de fezes

→ Como saber se tenho mau hálito (Halitose)?

A halitose, conhecida também como mau hálito, consiste na alteração (podendo ser um sintoma de uma doença ou não) do ar que é exalado pela boca.

Há diversos mitos e verdades sobre a origem do mau hálito, que pode influenciar na decisão do correto tratamento para este problema que atinge 4 em cada 10 brasileiros.

Um dos grandes problemas é fazer um “autodiagnóstico” para saber se possui algum grau de halitose. O indivíduo que possui mau hálito apresenta um quadro chamado de fadiga olfatória, isto é, ele se acostuma com o cheiro e não sente mais.

→ Como saber se tenho mau hálito (Halitose)?

Diante deste quadro, muitas pessoas até se negam a aceitar que, talvez, possuam mau hálito, simplesmente porque não sentem mal cheiro exalado pela boca algum.

A dúvida começa com alguns comportamentos externos (amigos e colegas se afastando numa conversa) ou diante de algum aviso de terceiros sobre um possível quadro de halitose.

O objetivo desta postagem é te orientar com algumas informações para que haja uma plena consciência da presença do mau hálito, sendo necessário procurar um tratamento o mais breve possível. Primeiro, iremos começar com este teste abaixo:

Passo 1: caso haja uma suspeita de um possível quadro de halitose (mau hálito), pode-se realizar um teste sozinho. Primeiro, lamba o pulso e espere cerca de 30 segundos.

Após isso, responda as seguintes perguntas abaixo:
  • Respira pela boca?
  • Tem tártaro ou intestino preso?
  • Você Fuma?
  • Sente a boca seca?
  • Bebe pouco líquido?
  • A língua está esbranquiçada?
  • Faz dieta?
  • A gengiva sangra durante a escovação ou mastigação?
  • Ingere bebida alcoólica mais de duas vezes por semana?
  • Fica horas em jejum?
  • Você Ronca? 
  • As pessoas se afastam enquanto você fala?
  • Faz mais de 6 meses que não vai à consulta periódica com o dentista? 
Se, ao fim do teste acima, você estiver com o pulso com cheiro ruim e tiver dito SIM para duas ou mais perguntas acima, é bem provável que você esteja com mau hálito. 
Do outro lado, esta dúvida poderá ser confirmada através da consulta com profissionais competentes. Então, dando continuidade, vamos saber como descobrir se uma pessoa está ou não com halitose (mau hálito):

1. Pergunte para alguém se confiança se você está com mau hálito

Apesar de ser algo embaraçoso, a pessoa poderá te dizer com uma certa precisão se você está com mau hálito ou não. O interessante é pedir isso a alguém de confiança, já que é uma situação bem complicada de se expor entre sua rede de amigos e parentes.

Peça para averiguar o hálito pelo menos 4x ao dia em horários diferentes. Uma forma de avaliar não só a presença do mau hálito como o grau é através de uma escala que consiste em:

A. Chame uma pessoa de sua confiança para fazer o teste;

B. Fique com a boca fechada por 2 minutos. Em seguida, a uma distância de 15 a 20 cm da outra pessoa, sopre lentamente no nariz dela, sem colocar muita força na hora do sopro. Peça para a pessoa dar uma nota de 0 a 5 e compare com a escala abaixo:

Nota 0 (ausência de odor) : nenhum mau cheiro foi percebido pela pessoa que examinou;

Nota 1 (Hálito natural): existe um odor natural no hálito, porém, este não pode ser considerado um problema de halitose;

Nota 2 (Halitose leve): um leve grau de mau hálito é percebido pela pessoa que examinou ao soprar ou expirar a uma distância de 30 cm;

Nota 3 (Halitose moderada): o mau hálito é percebido durante a fala a uma distância de 30 cm;

Nota 4 (Halitose forte): o mau hálito é percebido durante a fala, contudo, a uma distância acima de 1 metro;

Nota 5 (Halitose severa): o mau hálito pode ser facilmente percebido em todo o ambiente.

Notas compreendias entre 0 e 1 são consideradas normais. Notas compreendidas entre 2 e 5 requerem investigação e, se for o caso, tratamento para curar o mau hálito.

2. Procurando um profissional de saúde para confirmar a existência de halitose

A maioria esmagadora dos casos de mau hálito tem como origem problemas de saúde bucal. Gengivites, cárie dentária, periodontite, etc. Por isso, o primeiro profissional que deverá ser procurado é o dentista.

Além de checar se há algum problema de saúde bucal que possa causar o mau hálito, o dentista poderá fazer uso de aparelhos que testam a concentração de compostos sulfurados voláteis (CSV), como é o caso do Halímetro. 


Gostou da postagem?  Que bom! =)

Compartilhe com seus amigos!

Caso haja alguma dúvida, não hesite em perguntar abaixo! Mande sua dúvida que farei de tudo para te ajudar!

Grande abraço!

Wilson Correia Jr.

Conheça o nosso programa de combate ao mau hálito. Clique na imagem abaixo e saiba MAIS.

→ Mau hálito: causas e tratamento. O guia definitivo para acabar com este problema

 → Mau hálito: causas e tratamento. O guia definitivo para acabar com este problema

Leave comment

Rua João Fernandes Vieira, 547, sala 305

Boa Vista, Recife/PE

(81) 30627303

Agende sua consulta

Horário de Funcionamento

Seg - Sex: 8:00 - 17:00

Fale Conosco

[email protected]
Dr. Wilson Correia
error: Proibida a cópia sem autorização